10 maneiras de administrar uma família com sucesso

Para que uma família possa estar bem estruturada, ela precisa estar preparada para as adversidades que a vida pode trazer. Neste artigo, vamos debater um pouco sobre quais são essas áreas que podem preparar a família...

Márcio Patelli

Sep 25, 2013   |   219 views   |   29 shares
  • No A

    rt.

    da Constituição Brasileira diz que: "São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição."

    Para que uma família possa estar bem estruturada, ela precisa estar preparada ou se preparar para as adversidades que a vida pode trazer.

    Neste artigo, vamos debater um pouco sobre quais são esses itens ou áreas que podem preparar a família e a tornar autossuficiente.

    Às vezes, preocupamo-nos em ganhar muito, mas não sabemos gastar de maneira consciente o que ganhamos, e sempre a família fica no vermelho, causando transtornos entre o casal e todos da casa.

    De repente, sofremos um revés financeiro, e em vez de abundância passamos a ter carência.

    Uma doença ou fatalidade pode atingir um membro da família e mudar o contexto das coisas.

    O importante é estar preparado para horas difíceis, tornando assim mais fácil superar e melhorar a qualidade de vida.

    Vamos, então, saber quais são estas áreas em que a família deve estar preparada.

    1 - Educação

    A educação dever ser prioridade para todos na família, pois vai abrir portas durante a vida e esclarecer a diferença entre o certo e o errado.

    2 - Trabalho/Emprego

    Um dos valores mais preciosos do ser humano é o trabalho. Trabalhar é sinal de caráter, orgulho e satisfação. O trabalho faz parte da identificação de cada pessoa, e garante o sustento de todos os membros da família.

    3 – Saúde

    Falar de saúde é a mesma coisa que falar em vida.

    Existem dois tipos de saúde, a mental e a física; as duas possuem sua importância, a física para sustentação do nosso corpo, e a mental para termos forças suficientes para enfrentar os obstáculos.

    4 - Administração de recursos

    Se, em tempos de vacas gordas, saber fazer o salário render já é necessário, imagine em tempos de crise financeira mundial. Aí, sim, que é indispensável administrar o orçamento doméstico com bom senso para cuidar das necessidades do dia a dia e ainda poder sobrar um trocado para satisfazer alguns desejos da família.

    5 - Vida social

    O site Zero Hora do grupo RBS publicou que a sociabilidade constitui o ser humano do início ao fim de sua vida. Relacionar-se com outras pessoas é uma necessidade constante para o bem-estar psíquico e também físico. A solidão adoece. O encontro enriquece. A vida em grupo possibilita crescimento, aponta oportunidades, consola nos momentos difíceis. Mas nem sempre a convivência é simples.

    6 - Força emocional

    Apesar das pressões da vida por vezes serem esmagadoras, e a pessoa emocionalmente forte poder ficar abalada, por ser resistente, consegue aplicar estratégias de autorregulação que lhe permitem recuperar e seguir em frente. A pessoa emocionalmente forte não poupará esforços para encontrar soluções para as dificuldades que surgirem, mantendo-se focada em recuperar o seu equilíbrio emocional. (Ver mais em: Escola Psicologia)

    7 – Espiritual

    A interpretação que damos a tudo o que vemos é fruto do tipo de espiritualidade que cultivamos. O modo como encaramos as coisas e a leitura que fazemos da realidade depende do tipo de espiritualidade que cultivamos. Isso significa que a espiritualidade influencia a maneira de enxergar o mundo e as coisas ao nosso redor.

    Espiritualidade vem de espírito, ou seja, uma força que envolve todo o ser da pessoa.

    Assim, espiritualidade é justamente o nosso modo de perceber o "espírito" do que acontece à nossa volta. A espiritualidade nos faz entender o que há de transcendente ao nosso redor e fortalece o desejo de se manter no caminho correto, ou seja, sendo uma pessoa melhor a cada dia.

    8 - Criar reservas

    Se todos constituíssem reservas, inclusive o governo, ninguém precisaria ficar apavorado, e manteríamos o padrão de vida sem cortar despesas. Se a crise for maior do que as reservas, aí não terá jeito, a não ser apertar o cinto, sem se esquecer daquela memorável lição: "[...] na hora de reduzir custos, os seres humanos vêm em último lugar." (Ver mais em: Revista Veja)

    9 - Nutrir amor e compreensão entre todos os membros da família

    No site LDS.org, encontramos as seguintes orientações: "O marido e a mulher têm a solene responsabilidade de amar-se mutuamente e amar os filhos, e de cuidar um do outro e dos filhos. “Os filhos são herança do Senhor. “ (Salmos 127:3) Os pais têm o sagrado dever de criar os filhos com amor e retidão, atender a suas necessidades físicas e espirituais, ensiná-los a amar e servir uns aos outros, guardar os mandamentos de Deus e ser cidadãos cumpridores da lei, onde quer que morem."

    10 - Servir ao próximo (projetos de serviço com a família)

    "Quando pratico o bem, sinto-me bem, quando pratico o mal, sinto-me mal: eis a minha religião." (Abraham Lincoln)

    Quando servimos ao próximo, aproximamo-nos de Deus.

    "Dai-me um povo que acredita no amor e vereis a felicidade sobre a terra." (Gandhi)

    Sabemos, então, que nos preparando e fortalecendo nestes dez itens, conseguiremos administrar nosso lar e torná-lo forte.

    Em publicações futuras, poderemos detalhar cada item desta lista.

Márcio R. Patelli é pai, marido e SUD. Acredita no voluntariado, formado em eletrônica pelo Centro Paula Souza do Estado de São Paulo, atua como professor de eletrônica e é responsável por sites de bem-estar e fortalecimento familiar

Website: http://www.noticiassudbrasil.blogspot.com.br