6 princípios básicos para um casamento ser diariamente feliz

É possível manter o casamento diariamente feliz com essas 6 dicas essenciais para a harmonia do casal.

Sep 09, 2013   |   1,938 views   |   306 shares
  • Será que é possível manter um casamento duradouro e feliz?

    A resposta é SIM! É possível alcançar um estado pleno de felicidade dentro do casamento, porém tudo vai depender da construção dessa união principalmente do crescimento da maturidade dentro do relacionamento, proporcionando solidez onde ambos possam tornar-se unidos doando-se um para o outro a cada dia.

    Ambas as partes almejam a independência, livres da presença constante dos pais para unir-se ao parceiro que tanto ama. Contudo, faz parte também desta união e convênio, pois trata-se de um acordo assinado onde consta em “letras pequenas” os desafios, diferenças e dificuldades que os nubentes enfrentarão, e a forma como este conjunto de situações será resolvida entre o casal fará toda a diferença para conquistar um matrimônio feliz e duradouro.

    Para que este convênio perpetue, é necessário cumprir as regras do acordo, muitos casais descobriram a forma adequada de convivência ao longo dos anos e passaram a amar-se cada vez mais, para isso existem alguns segredos, entretanto não existe a fórmula exata para cada um. Porém é possível seguir alguns princípios básicos para tornar esta relação diariamente feliz.

  • 1. Cooperação Mútua

    É comum no início do casamento ambos cooperarem e dividirem as tarefas da administração do lar entre si, mas com o passar dos anos esta balança pode tornar-se desequilibrada pendendo para um dos lados afetando a convivência. É imprescindível a continuação da cooperação mútua trazendo assim para dentro do lar equilíbrio, harmonia e comprometimento com o convênio assumido, mesmo com a chegada dos filhos. À medida que eles crescem é necessário que as responsabilidades sejam divididas.

  • 2. Finanças

    Evitem dívidas desproporcionais. Provavelmente na maioria dos casais jovens ambos trabalham. No início do casamento o comprometimento salarial é pequeno. Esta é uma excelente época para que os dois possam fazer um fundo de reserva. Ambos ambicionam conquistas, sonhos materiais e após um período desejam ser pais. É necessário que o casal tenha este momento burocrático para organizar administrativamente o lar, juntando seus rendimentos sem segredos, cumprindo com todos os compromissos financeiros. Assim, com saldo positivo no final, pode-se organizar um fundo de reserva.

  • 3. Recreação

    Nada mais divertido do que dar boas risadas ao lado de quem você ama. Foi assim no início do namoro, e deve continuar sendo assim sempre. Façam atividades juntos, vá ao parque, procure uma academia, dancem juntos, encontrem-se no cinema, descubra um esporte preferido, compartilhem da mesma fé e religião, dêem presentes uns aos outros, sem esperar por datas comemorativas. Enfim, procurem algo que possam divertir-se para fazer juntos. A diversão deve ser item básico dentro do relacionamento.

  • 4. Intimidades

    A relação sexual entre o casal é uma dádiva dada por Deus com o propósito de uni-los e um meio pelo qual possam vir a serem pais através dos filhos gerados. O casal que mantem regularmente a atividade sexual aumentará o amor um para com o outro. A intimidade não deve ser o propósito principal do casamento, mas é um meio de proporcionar maior afetividade entre o casal.

  • 5. Amizade e Fidelidade

    Casais que são fiéis se amam e tornam-se amigos de verdade. Este é o propósito do casamento, tudo começa com amizade e fidelidade proporcionando laços de amor imensuráveis e duradouros. Os filhos vem e vão, o casal permanece amigos para sempre, marido e mulher, unidos e fiéis pelo convênio do casamento. Poderão ver juntos, lado a lado, como tem que ser, observando sua prole, rodeados de demonstrações de carinho com seus cabelos embranquecidos pelo tempo, onde dinheiro nenhum compra amizade e fidelidade conquistada através de décadas de convivência. Anos de experiências adquiridas juntos fazem do matrimônio ser o principal propósito da vida.

  • 6. Respeito, Paciência e Humildade

    Mostrar fraquezas não é nenhum defeito, arrepender-se de seus erros é um ato de nobreza e perdoar é um gesto divino. Em algum momento dentro do casamento as diferenças, manias, defeitos ou atitudes erradas irão sobressair-se mais que as qualidades de cada um, é neste momento que um deve encarar o outro com muita paciência, reconhecer que estava errado e arrepender-se, deixar de lado o orgulho, egoísmo e a arrogância, inserir dentro do seu vocabulário a palavra perdão. À medida que ambos se respeitam, perdoam-se e aceitam a correção, a amizade se fortalece cada dia mais, e a relação passa a ficar mais sólida. Não deixe para o dia seguinte o pedido de perdão, desta forma sempre conseguirão ir para a cama juntos, dormirão unidos, abraçados e sem remorsos.

    Todo casal que aceita o convênio do matrimônio está disposto à cumpri-lo sem previsão de término, pois o propósito deste convênio é de não ter fim. Ao longo deste relacionamento será necessário fazer reajustes, resolver as diferenças e superar as dificuldades para manter sempre a chama acesa do amor um com o outro.

    Estes são apenas alguns princípios que se colocados em prática poderão obter maior confiança, fidelidade e amor, conseqüentemente a felicidade estará diariamente dentro do lar.

Sandro A Correa é graduado em Farmácia, pós-graduado em Fisiologia - UEL e Empresário do ramo de seguros. Natural de SCS - São Paulo; Casado, pai de dois filhos, tem como hobby a prática do tênis.

Website: http://mormon.org/por/me/9HPR/Sandro

Deixe-nos sua opinião ou sugestão
 

Muito obrigado por inscrever-se em nossa newsletter. Aproveite os artigos mais recentes

A melhor informação para você e sua família

Curta-nos no Facebook e receba atualizações úteis e inspiracionais na sua linha do tempo.

×

Eu já curti Familia.com.br no Facebook.