A Regra de Ouro: Trate os outros como você quer ser tratado

Mesmo o Messias sentou-se e comeu com os pecadores. E em seu coração, você pode fazer o mesmo.

Sep 03, 2013   |   5,135 views   |   224 shares
  • Lembra-se da regra de ouro?

    "Trate os outros como gostaria de ser tratado."

    Este ditado vai muito além de simplesmente ser gentil com as pessoas, ou sair de sua rotina diária para estar disponível ou útil para aqueles que precisam. Sim, você gostaria que os outros o ajudassem em uma dificuldade ou fossem agradáveis, mesmo em uma circunstância desfavorável. Porém há muitas maneiras de criar igualdade em seu mundo que podem passar completamente despercebida pelos outros. É mais uma questão de ajustar as suas opiniões e atitudes.

    Em vez de apenas tratar os outros como você gostaria de ser tratado, pense sobre os outros da maneira como gostaria que pensassem sobre você. Sinta pelos outros o que gostaria que sentissem por você. Fale com os outros da maneira que gostaria que falassem com você.

  • Faça aos outros aquilo que gostaria que fizessem a você

    Concentre-se menos em punir aqueles que contrariam você ou outras pessoas e opte por orientá-los para um melhor estado de espírito. Ensine-lhes não só a ver o erro de seus caminhos, mas o erro em seus pensamentos. Esta não é uma lição de condescendência, ou mesmo de conversão, mas uma forma de entender a transição do pensamento à ação. Se alguém acredita que está fazendo a coisa certa, tentando controlar o outro ou se tornando invasivo na vida do outro, primeiro tente entender como essa pessoa se sente com suas ações e se há realmente um resgate a partir do seu desejo por um resultado. Então, ajude-o a avaliar as consequências e escolher a melhor maneira de alcançar seus objetivos considerando os objetivos dos outros. Esteja sempre aberto para ver o outro lado também, você pode aprender alguma coisa.

    Fale aos outros da maneira que gostaria que falassem com você e considerem o assunto também. Todos falamos sobre outras pessoas, mas atribuir papéis àqueles que fazem parte de nossas vidas tentando criar um melodrama é algo desnecessário. (Embora ocorra com frequência.) As pessoas são multifacetadas e não podem ser enquadradas em um molde onde gostaríamos de encaixá-las. Ao recontar uma história, certifique-se de contar a versão original integral, onde todos os personagens têm profundidade e empatia. Não fale depreciativamente sobre alguém só porque você o desaprova.

  • Sinta pelos outros aquilo que gostaria que sentissem por você

    Guardar sentimentos ásperos só vai prejudicá-lo e torná-lo duro para sentir amor e compaixão. Quer tenha ou não responsabilidade pelos sentimentos agressivos de outros em relação a você, saber que esses sentimentos persistem é desagradável. Especialmente se você sente que são injustos.

  • Pense nos outros da maneira que você gostaria que pensassem em você

    Abstenha-se de pensar, ou falar, demonstrando pena de alguém - especialmente se você sente que é melhor do que o outro. As coisas podem parecer díspares, mas assim como você, os outros podem pensar que estão em uma posição melhor também. Pensar em si mesmo como superior, melhor ou mais que o outro não é uma maneira benéfica de pensar, tanto ao que pensa quanto o que é alvo de tais pensamentos. Se você quiser ajudar alguém que acha que é menos afortunado, faça-o por amor e não por pena.

  • Faça um esforço para respeitar até mesmo o não respeitável

    Encontre alguma coisa em uma pessoa ou experiência que foi positiva ou benéfica e foque nisso. Há, inevitavelmente, circunstâncias em que você estava ou fez algo errado, e as pessoas não fizeram nenhum esforço para respeitar a sua posição na questão, ou então saíram demolindo sua integridade e reputação. Não vá pelo mesmo caminho, ainda que você achar que é justo ou merecido. Você não sabe o que se passa na mente do outro, ou o que motiva as ações dos outros. Tudo o que você pode fazer é assumir a responsabilidade por sua atitude para esta situação, e optar por mostrar compaixão e respeito, mesmo quando não há muitas razões para fazê-lo. Isso não só vai fazer de você uma pessoa melhor, isso vai mostrar aos outros sua integridade e tornar quase impossível não acreditar em você se for ameaçado ou criticado no futuro. Pode até mesmo resgatar esta lembrança do passado.

    Fiz um esforço consciente para ver cada um em minha vida como igual. Conheci certas pessoas, geralmente de uma crença em particular ou mesmo sem crença, que deixam claro através de suas conversas comigo, e ao falarem sobre os outros, que sentem uma superioridade distinta sobre aqueles que não concordam com sua ideologia. Nas conversas que eu tive eu admito ter descoberto que não gosto de ser vista como inferior por crentes e não crentes. Então eu decidi não olhar para ninguém desta maneira nem tentar converter ninguém a nenhuma ideologia. Sento-me simplesmente e falo com as pessoas, faço perguntas, ouço as diferentes linhas de pensamento, e compartilho minha sabedoria quando considero oportuno. Aprendi a desfrutar de conversas como uma maneira de conexão, em vez de usá-las para impor meus pensamentos ou modo de ser.

    Mesmo o Messias sentou-se e comeu com os pecadores. E em sua mente, você pode fazer o mesmo. Se os outros o tratam com bondade e compaixão (ou não) isso não deve ter qualquer influência sobre a forma como você os trata. Torne-se a compaixão e o respeito que você deseja receber. É fácil para alguém ser desagradável com você, se você for desagradável, primeiro, com ele. Não lhes dê essa chance. Torne mais difícil para as pessoas não vê-lo, através da luz radiante que você demonstra. Faça ser difícil para eles odiá-lo, desrespeitá-lo ou agir de maneira ruim com você. Em vez disso, torne mais fácil para eles amá-lo, respeitá-lo, e vê-lo como o ser magnífico que você é.

    Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original

    , de Georgia Lee.

Georgia D. Lee formou-se na University of Miami School of Business, ela é a fundadora do site www.spiritual-life-skills.com

Website: http://www.Spiritual-Life-Skills.com

Junte-se a milhõese fortaleça sua família todos os dias
-------------------------- ou --------------------------
Advertisement
Deixe-nos sua opinião ou sugestão
 

Muito obrigado por inscrever-se em nossa newsletter. Aproveite os artigos mais recentes

A melhor informação para você e sua família

Curta-nos no Facebook e receba atualizações úteis e inspiracionais na sua linha do tempo.

×

Eu já curti Familia.com.br no Facebook.