Ajudando seus filhos a se vestirem apropriadamente

Quando nossos filhos são pequenos, o desafio maior é ensiná-los a se vestirem sozinhos. Então eles crescem um pouco mais, e percebemos que o verdadeiro desafio ainda está no início.

Sep 16, 2014   |   43 views   |   17 shares
  • Quando nossos filhos são pequenos, o desafio maior é ensiná-los a se vestirem sozinhos. Depois começam a crescer e o desafio é se vestirem de acordo com a previsão do tempo. Se vai chover, levar uma jaqueta, não usar roupa branca. Se vai fazer frio, levar um casaco para não ficar doente.

    Então eles crescem um pouco mais, e percebemos que o verdadeiro desafio ainda está no início. Vêm-se as modinhas, as marcas de sucesso, e o jeito de se vestir muitas vezes definem o grupo que fazem parte.

  • Crianças pequenas

    Escolher e separar a roupa na noite anterior, previne atraso na manhã seguinte ao sair para a escola. Roupas confortáveis que não as impeçam de movimento livre, que não sejam cheias de zíperes, botões, apertadas. Isso inclui sapatos, meias, tudo o que a criança já saiba usar e que fique à vontade. O ritual de ter os dentes escovados e o cabelo penteado antes de sair faz parte da preparação que a criança precisa aprender desde cedo.

  • Ensinar qualidade ao invés de quantidade

    Ensinar os filhos desde pequenos a combinar roupas, que sejam de qualidade, ao invés de ter uma porção de roupas compradas em liquidações que são usadas uma vez e esquecidas no guarda-roupa é uma regra para desenvolver em sua personalidade. A necessidade universal de ensinar os filhos a serem frugais e se manterem bem vestidos, apresentáveis e de forma agradável, é tarefa que os pais precisam incutir no dia a dia. Ensinar como verificar a qualidade da peça de roupa, como checar as costuras, o material e fazer decisões sobre a melhor aplicação do dinheiro gasto.

  • Moda e compras

    Definir um orçamento que deva ser respeitado para a compra de roupas com os jovens, com regras sobre como devem se vestir, é uma boa pedida hoje. Comprar roupas da última moda muitas vezes traz saias curtas demais, blusinhas que mostram metade da barriga, decotes e transparência não apropriados para moças. Calças que mostram parte das nádegas e cueca, roupas pretas em demasia, com desenhos ou dizeres que podem ofender algumas pessoas também não é uma boa pedida para os meninos.

  • Experimentar e planejar

    A ordem é experimentar as roupas na loja de forma que sirvam apropriadamente e que fiquem bem em diferentes tipos de corpo. Isso também dará uma boa ideia de como combinar roupas com outras que já possui em casa.

  • Discrição e bom gosto

    Ser discreto não significa não estar na moda. Ensinar os filhos e filhas principalmente a se vestirem de maneira discreta os prepara para se vestirem de forma profissional e elegante em todas as ocasiões.

    • Roupas que valorizem pontos fortes do corpo sem deixá-lo a mostra.

    • Cores sóbrias e alegres com acessórios que façam a diferença.

    • Roupas de corte clássico e que podem ser usadas em várias estações.

    O limite entre o vulgar e o agradável muitas vezes se mistura na cabeça de nossos jovens. Seja por exemplo de novelas, grupos, amigos da escola, exemplos dos pais. Chamar a atenção significa mais que mostrar o corpo. Está na atitude, na essência, como ele ou ela agem. Encontrar o próprio estilo independe de peso, silhueta e quantidade.

Chris Ayres é mãe, esposa, fotógrafa e autora de vários livros entre eles o best-seller The Love Chest

- O Baú do Amor em português. Possui formação em Psicanálise e Publishing e é gerente geral do site Familia.com.br. Para contatá-la, visite seu website ou sua fanpage.

Website: http://www.chrisayresauthor.com/

0

Deixe-nos sua opinião ou sugestão
 

Muito obrigado por inscrever-se em nossa newsletter. Aproveite os artigos mais recentes