Como confiar mais nas pessoas

Aprenda a confiar mais nas pessoas observando algumas considerações.

Sep 10, 2013   |   472 views   |   24 shares
  • Algumas pessoas confiam facilmente em tudo o que é dito e em todos que dizem. Sim, ainda existem pessoas ingênuas nesse mundo. Até pouco tempo eu era uma delas. Hoje eu ainda costumo confiar nas pessoas, porém presto muito mais atenção às circunstâncias e dou mais importância aos meus sentimentos em relação ao que vejo e escuto.

    Vou dar um exemplo. Há alguns anos, um rapaz batia quase todos os dias na minha casa para me pedir 25 centavos. Eu costumava dar, afinal o que são 25 centavos! Ele dizia que recolhia aquele valor singelo das pessoas na vizinhança, e juntava o dinheiro para comprar leite para os irmãos menores. Eu acreditava, é claro. Quem pediria tão pouco, senão para fazer o que ele dizia fazer?

    Certa vez, um senhor que cortava a minha grama estava lá em casa quando o rapaz chegou ao portão. Depois que eu dei o dinheiro, ele me contou que esse rapaz era usuário de craque e que pedia pouquinho, assim, justamente para não levantar suspeita.

    Eu me senti enganada! Não era pelos 25 centavos, mas por toda a comovente e mentirosa história de criancinhas passando fome. Decidi que a partir daquele dia não daria mais dinheiro, exceto se eu sentisse que deveria.

    Passaram-se muitos anos, e nesse meio tempo tive outras experiências negativas, confiei em quem não merecia, e vez após outra, fiz papel de boba. Mas essas experiências me trouxeram muito aprendizado. Aprendi a julgar melhor.

    Alguém pode estar pensando: “Ué, mas não é errado julgar?” Não, não é errado julgar. É errado julgar mal. Eu julgava todos bonzinhos e inocentes. Outros podem achar que boas pessoas são falsas ou traiçoeiras. Precisamos aprender a fazer um julgamento justo.

    Mas não é sobre como deixar de confiar nas pessoas que vou falar, mas sobre como reagir ao nos deparar com um desconhecido e como usar os nossos sentidos e percepções para saber em quem confiar. Considere o seguinte:

  • Dê um voto de confiança

    Se você acabou de conhecer uma pessoa, e ela lhe deu muitas informações, confie que ela esteja sendo verdadeira. Aplique a seguinte regra: “todos são confiáveis, até que me provem o contrário”. Porém, leve muito a sério o próximo ponto.

  • Não tome decisões importantes, tampouco forneça informações importantes

    Não faça isso até que você esteja seguro de quem é a pessoa com quem você está lidando. Qualquer passo em falso pode acarretar em um enorme prejuízo. Vários golpes são dados justamente porque boas pessoas creem em pessoas de má índole.

  • Dê um tempo para conhecê-la melhor

    O tempo é um ótimo revelador de caráter. Se aprender a ser um bom observador, você dificilmente será enganado.

  • Preste atenção aos seus sentimentos

    Comigo funciona assim, sempre que há algo de errado na conduta de alguém ou em uma situação, eu começo a ficar angustiada, agitada e minha cabeça começa a doer. Geralmente é isso que acontece. Tente, a partir de agora, identificar os sinais de que algo está errado. Grave bem esses sinais. Com o tempo você acabará percebendo quando está sendo enganado. Por outro lado, se você se sentir bem em uma conversa ou em uma amizade, geralmente é porque tudo está bem.

  • Busque informações

    Na era das informações instantâneas, não é difícil descobrir se uma pessoa tem uma boa índole. Vá atrás e tente descobrir.

  • Peça ajuda do Senhor

    Se você for uma pessoa desconfiada, peça ao Senhor ajuda para vencer essa falha. Ele mesmo espera que confiemos no nosso semelhante, por que não nos ajudaria? Uma das definições do amor é justamente isso, “não suspeita[r] mal”; 1 Coríntios 13:5 Você pode pedir, também, para ele te ajudar a enxergar as verdadeiras intenções de uma pessoa.

    Se descobrir que algumas pessoas estão sendo, ou já foram, desleais com você, você não precisa cortar relações ou ignorá-las. Continue tratando-as bem, porém, seja mais cauteloso daqui por diante. Se você encontrou amigos verdadeiros nesta jornada, valorize-os ainda mais, eles merecem.

    As novas pessoas que surgirem na sua vida merecem um lugar especial. Confie nelas, observando as sugestões acima.

    Lembre-se que as pessoas são falhas. Assim como falharam com você, você provavelmente já falhou e ainda falhará com alguém. E não pense que neste mundo imperfeito em que vivemos, ninguém está livre de ser enganado vez ou outra. Bem dizia Samuel Johson: “É melhor sofrer uma injustiça que praticá-la, assim como às vezes é melhor ser enganado do que não confiar.”

    Sendo assim, tente perdoar as pessoas que te magoaram e dê outro voto de confiança. Acredite na regeneração das pessoas. Se você não exercer essa confiança, sua vida acabará sem cor. Confiar proporciona belas nuances à vida.

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Junte-se a milhõese fortaleça sua família todos os dias
-------------------------- ou --------------------------
Deixe-nos sua opinião ou sugestão
 

Muito obrigado por inscrever-se em nossa newsletter. Aproveite os artigos mais recentes

A melhor informação para você e sua família

Curta-nos no Facebook e receba atualizações úteis e inspiracionais na sua linha do tempo.

×

Eu já curti Familia.com.br no Facebook.