Como estimular nos jovens o gosto pela leitura

Quer você goste muito de ler ou nem tanto, pode ajudar seus filhos a adquirirem esse precioso hábito, e assim fazer uma enorme contribuição ao seu futuro.

Suzana Argachof Ribeiro

Oct 04, 2013   |   201 views   |   24 shares
  • Nós costumamos ouvir que o brasileiro não lê, ou que lê muito pouco. Essas generalizações certamente excluem muitas pessoas que têm, bem arraigado, o hábito da leitura. No entanto, as pesquisas revelam a maioria e, mesmo sendo triste, precisamos admitir que essa é nossa realidade cultural.

    Porém, há muito que pode ser feito para reverter esse quadro. A boa leitura abre novos horizontes, amplia a forma de ver o mundo e pode até mesmo mudar vidas. Quer você goste muito de ler ou nem tanto, pode ajudar seus filhos(as) a adquirirem esse precioso hábito, e assim fazer uma enorme contribuição ao seu futuro. Confira as dicas a seguir:

    Faça visitas regulares à livrarias

    Esses lugares são um prato cheio de novidades chamativas e é praticamente impossível passear por seus corredores sem encontrar nada que interesse. Passe algum tempo nos confortáveis sofás, lendo as sinopses, contra capas e primeiras páginas para escolher bem e separe algumas economias para comprar os livros que gostar. Se você fizer isso com seu/sua filho(a), e permitir que ele/ela também leve o que escolher, estarão compartilhando juntos(as) uma experiência extremamente enriquecedora.

    Compareça à lançamentos de livros

    Ter contato com autores nacionais e atuais pode ser muito estimulante para seus filhos(as), principalmente se já conhecerem e admirarem alguma obra do/a escritor(a) que conhecerão pessoalmente.

    Faça uma assinatura de alguma revista de bom conteúdo que possa interessar seu filho(a)

    Se ainda forem crianças, pode até mesmo dar-lhes gibis! Mas tome cuidado com algumas revistas para adolescentes que só contêm frivolidades e banalidades sobre a vida de atores/atrizes.

    Desafie seu filho(a) a ler um livro antes de assistir ao filme que foi produzido com base no livro

    Assim ele/ela pode descobrir o quanto a leitura é mais completa e envolvente do que o cinema ou a televisão, pois normalmente, quem lê uma obra, não fica totalmente satisfeito com as produções de cinema.

    Verifique o incentivo que recebem na escola

    Em muitos casos, eles/elas tem ótimas bibliotecas disponíveis e também projetos como clubes de leitura ou apresentações com base em obras literárias. Eles/elas podem achar interessante fazer uma espécie de corrida com os colegas, lendo os mesmos livros ao mesmo tempo.

    Tenha lugares aconchegantes e silenciosos em casa, sem o burburinho da TV ao fundo

    , que sejam convidativos para os membros da família passarem bons momentos relaxando, estudando ou se entretendo no mundo dos livros. Se já possuírem alguns exemplares, organize-os de forma atraente e tenha o projeto de desenvolver sua própria biblioteca familiar aos poucos.

    (David O. Mckay)

    “Os livros são como nossos companheiros. Podemos escolher aqueles que nos tornam melhores, mais inteligentes, mais apreciadores das coisas boas e belas do mundo, ou podemos escolher os ordinários, vulgares e obscenos, que nos farão sentir como se estivéssemos ‘chafurdando na lama’”. (David O. Mckay).

Suzana A. Ribeiro é autora dos livros: O Elo Forte, uma história contada por quatro gerações, Um Sonho Distante, o que existe além da memória e está escrevendo o terceiro volume da série.

Visite seu blog http://escritorasuzanaribeiro.blogspot.com.br/

Tell us your opinion