Como evitar brigas no casamento

Não deixem com que as brigas interrompam um laço de amor.

Mar 03, 2013   |   624 views   |   199 shares
  • Seja com os amigos, família ou com o cônjuge, as brigas são motivos de ressentimento, tristeza e até afastamento.

    Quando falamos de conviver um com o outro, os momentos de alegria e descontração estarão presentes, assim como tem que se conviver com as brigas, também. As brigas com o cônjuge parecem inevitáveis, principalmente, quando há divergências de personalidade e opinião, e quando não se consegue chegar à solução dos problemas.

    “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.” (provérbio chinês)

    Mas, mesmo com todas as divergências, é necessário encontrar um equilíbrio para que as brigas não se tornem rotina no casamento.

    "Amar é um deserto e seus temores." (Djavan)

    Não somos capazes de prever quando as brigas acontecerão, mas em meio ao deserto e aos temores, precisamos ter o amor como um farol.

    Por mais escuridão que as brigas possam dar, ilumine seu relacionamento com o farol do amor. O Amor não é apenas uma ideia romântica vinda de filmes, mas é o real motivo para a união do casal. Quando se conheceram as semelhanças e diferenças de ideias tornaram-se aparentes, porém vocês escolheram deixar que isso não fosse o motivo da desunião do casal.

    Toda vez que tivermos uma divergência com o cônjuge, devemos examinar como anda nossa vida. Isso é um ótimo exercício para avaliar o que realmente importa, se as brigas se tornarem mais importantes, precisamos rever as prioridades que colocamos em nossa vida.

  • Segue abaixo dicas de como evitar brigas com o cônjuge

  • Evitar discussões

    Para evitar brigas, precisamos agir com discernimento. Quando um dos cônjuges começa a discutir, o melhor não é pronunciar palavras que possam atingir os seus sentimentos, mas é fazer o possível para não retribuir com palavras que podem desanimá-lo ou atingi-lo, fazendo com que a briga fique ainda mais desagradável.

  • Sair para dar uma volta

    Quando sentir que as brigas vão começar, saia para dar uma volta e tentar se acalmar. Pense o que leva você a discutir com seu cônjuge e tente encontrar um meio para que isso não impeça que você tenha um casamento em harmonia.

  • Perceber o momento certo de falar

    Às vezes o ouvir será mais necessário do que o falar. O falar pode levá-lo a discussão, por isso fique quieto, espere que seu cônjuge possa se acalmar, para que depois possa conversar sobre o assunto.

    “Examinem seu próprio coração e avaliem destemidamente as prioridades de sua vida.” (Melvin Russell Ballard)

    As brigas não beneficiam ninguém, só trazem mágoa, ressentimentos, sofrimento e dor. Seja qual for o motivo da discussão não pagará o preço das lágrimas e o olhar de tristeza do cônjuge.

    O coração é a máquina que move o corpo, e os sentimentos - se neles só houver mágoa e dor - não encontrarão forças para enfrentar os desafios da vida, mas se encontrar sentimentos nobres e puros, serás capaz de mover as montanhas da dificuldade e retirar as pedras de tropeço que os problemas ocasionam.

Jacira Silva dos Santos Araujo é casada, Formada em letras pela Faculdades de Guarulhos, meus passatempos favoritos são: ir ao teatro, ler bons livros, assitir bons filmes e principalmente estar ao lado de meu marido e parentes.

Junte-se a milhõese fortaleça sua família todos os dias
-------------------------- ou --------------------------
Deixe-nos sua opinião ou sugestão
 

Muito obrigado por inscrever-se em nossa newsletter. Aproveite os artigos mais recentes

A melhor informação para você e sua família

Curta-nos no Facebook e receba atualizações úteis e inspiracionais na sua linha do tempo.

×

Eu já curti Familia.com.br no Facebook.