Como lidar com um marido autoritário e orgulhoso

4 soluções para não decidir pelo término do relacionamento quando o marido é difícil.

Fernanda Ferraz

Sep 29, 2013   |   2,748 views   |   288 shares
  • Quem convive com um cônjuge orgulhoso e autoritário sabe bem como é difícil lidar com o esposo em diversas situações.

  • 1. O que um marido orgulhoso e autoritário tem?

    • Dificuldades em ouvir e aceitar a opinião de outra pessoa, ainda mais quando não é igual a sua.

    • Tem dificuldade em reconhecer que é orgulhoso ou que está errado.

    • Encontra muitos erros nas pessoas, menos nele.

    • Extremamente autossuficiente, tem dificuldade em pedir ajuda ou conselho, ainda que passe por situação difícil.

    • Sente que precisa provar para as pessoas que está certo o tempo todo e usa de vários artifícios para provar isso.

    • Sente-se frustrado quando não é reconhecido, quando não se sente valorizado e quando não recebe atenção.

    • Coloca-se em defesa, como autoproteção, quando sente que algo deu errado porque foi feito ou ocasionado por ele.

    • Sente imensa dificuldade, ou rejeição, em aceitar que está errado ou pedir perdão e desculpas.

    • Espera que os outros o apoiem o tempo todo como o senhor da razão.

    • Reclama de tudo à sua volta, mas ele nunca está errado.

    • Tem dificuldades de enxergar suas próprias falhas.

    • Tem dificuldades em lidar com suas próprias emoções.

    • Pode ter um sentimento de que é uma pessoa muito especial e que tudo deve girar ao seu redor.

    • Gosta de chamar atenção.

    • Tem que ter controle sobre tudo e todos.

    • Pode guardar mágoas de 30 anos atrás e ainda assim sempre voltar ao mesmo assunto.

    • Pode facilmente criar brigas por não estar em concordância.

    • Pode ter dificuldades de ser generoso.

    • Pode ser ou tornar-se possessivo.

    • Não aceita bem interferências.

    Bem, a lista é extensa e poderia ter bem mais itens, mas nosso objetivo não é apenas mostrar os problemas existentes, mas também demonstrar maneiras de como lidar ou continuar uma relação com um homem orgulhoso e autoritário. Pode ser que seu esposo tenha apenas partes dessas características.

  • 2. A diferença quem faz é você

    Muitas vezes o orgulhoso não dará o braço a torcer e você meio que se encontrará pressionada a fazer coisas diferentes das quais gostaria. Por isso uma relação com uma pessoa de personalidade forte exige muita paciência da parte da esposa.

    Os resultados podem até demorar a acontecer, mas é importante não desistir. Seu esposo precisa de sua ajuda e se você não ajudá-lo provavelmente ninguém mais irá.

    A diferença quem fará é você. Você pode perguntar: “Como, se já fiz de tudo?”.

    Mais uma vez direi: Não desista. Imagine se a orgulhosa e autoritária fosse você? Como se sentiria? É bem provável que se você tivesse tão grandes sintomas dessa personalidade, sei que você não se sentiria feliz se deixasse de ser amada por causa do seu gênio difícil, ou pior, jamais “aceitaria” ser abandonada por isso. Então faça ao outro o que gostaria que fosse feito a você, ainda mais por tratar-se de seu companheiro.

  • 3. Não se ire

    É fácil ficar com raiva logo que o esposo tem atitudes autoritárias e orgulhosas. Mas se você se irar, não obterá sucesso para que ele melhore e reconheça que precisa mudar alguns hábitos ou manias.

    Não permita que a raiva domine seus sentimentos, ela só fará com que você veja ainda mais defeitos em seu cônjuge e de alguma forma os afastará dia após dia.

    Em vez da raiva, deixe que os bons sentimentos tenham prioridade em seu coração. Na mesma hora que pensamentos ou sentimentos negativos quiserem tomar o controle da situação, como: “Este homem não vale a pena, por que fui casar, esta foi a pior escolha, não aguento mais isso, não sou feliz...”. Mude, não permita, instantaneamente diga a si mesma o contrário: “Vai dar tudo certo, ele vai melhorar, tenho que ter mais paciência, ele vale a pena...”. Essa é a maneira mais correta de agir, ainda que seja difícil e desgastante, você precisa ser a força e o apoio dele, porque de verdade, muitas vezes ele mesmo não conseguirá enxergar que necessita mudar.

    Ao conversar com ele experimente dizer: “Você sabe que...”, “Com certeza você concorda com...”. E veja se ele começa a cooperar com você. Usar palavras positivas pode ser um bom modo de ajudá-lo.

  • 4. Olhe nos olhos

    Ninguém disse que a relação de casados seria fácil, mas no fim, na velhice, quando você sentar em sua varanda ao lado dele, poderão olhar-se, tocar um na mão do outro, observar os filhos, os netos, seu legado e dizer um ao outro: “A caminhada juntos valeu a pena.”

    Quando ele estiver em um momento de irritabilidade e começar a fazer exigências, olhe-o nos olhos com carinho, respire fundo se precisar, de modo que ele não perceba sua impaciência. Abrace-o, dê um beijo em seu rosto e diga-lhe: “Sou feliz com você, eu o amo, mas acho que..." e diga a ele que pode melhorar um pouco o temperamento. Fale: “Você é uma pessoa muito especial para mim e com muitas qualidades, mas eu vou me sentir mais satisfeita e ainda mais feliz se for menos orgulhoso e se esforçar para mudar isso”.

    Tente não sobrecarregá-lo com inúmeras propostas para mudar numa mesma situação, essa conversa poderá ter que ser repetida por muito tempo, mas não perca a esperança, lembre-se que um pouco de cada vez é melhor e mais proveitoso do que despejar tudo de uma só vez e não surtir efeito algum.

    Não existem relações perfeitas. Abra sua mente e compreenda que não existe em lugar algum na terra relações perfeitas, por mais linda que seja. Todos nós temos um pouco de orgulho e falhas, isso de fato acaba por ampliar-se quando estamos num relacionamento e os defeitos parecem tomar proporções muito maiores com os anos de casados. Mas lembre que o sucesso não vem de imediato, não vem de um relacionamento sem desentendimentos ou discordâncias, mas sim de um relacionamento que trabalha para melhorar, compreender e amar o outro acima de todas as coisas.

Fernanda Ferraz é graduada em Recursos Humanos. Durante mais de dois anos trabalhou com crianças com câncer. Paralelamente, desenvolveu atividades nas áreas financeiras, administrativa, recrutamento e seleção e treinamento e desenvolvimento de pessoas. Ama ler, escrever, ouvir música, pintar e estar com a família.
Fernanda é casada e SUD, acredita que nossa vida tem verdadeiro propósito nesta terra, crê firmemente no amor de nosso Pai Celestial e nosso Mestre Jesus Cristo, que toda dor e aflição nos proporciona  fonte de virtude e força espiritual que nos molda e purifica. Fernanda acredita que nosso modo de pensar e agir pode influenciar toda uma geração. 
 

 

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

Tell us your opinion

 

Thanks for subscribing to our email list. Please enjoy our latest articles