Quando um novo marido traz filhos consigo: 7 soluções para a madrasta conectar-se com os enteados

O novo casamento do pai geralmente traz conflitos emocionais aos filhos. Veja algumas informações de como minimizar os problemas que podem advir com o relacionamento entre madrasta e enteado. Histórias infantis e programas de televisão comumente traz

Marcia do Amaral Denardi Albuquerque

Sep 28, 2012   |   250 views   |   3 shares
  • O novo casamento do pai geralmente traz conflitos emocionais aos filhos. Veja algumas informações de como minimizar os problemas que podem advir com o relacionamento entre madrasta e enteado.

    Histórias infantis e programas de televisão comumente trazem uma imagem negativa de madrastas, que são taxadas de vilãs.

    Essa imagem é tão forte para as crianças que têm contato com tais histórias, que a palavra “madrasta” se tornou pejorativa.

    No entanto, na vida real, a situação nem sempre é assim. Muitos pais realmente se casam com uma segunda esposa, quando ficam viúvos, ou quando se separam da primeira, mas não raras vezes, encontram uma nova esposa que trata muito bem os filhos.

    Quais são os desafios

    O problema entre enteado e madrasta geralmente surge por alguns motivos, tais como:

    • A própria influência de outras pessoas que, acostumadas com a imagem preconcebida de que madrastas são más, fazem a cabeça das crianças dizendo que elas terão uma inimiga em casa e perderão seu posto junto ao pai.

    • A ideia de que a madrasta vai ocupar o lugar da mãe, e que por fidelidade, terá que ser inimiga da nova esposa do pai.

    • O ciúme que algumas madrastas têm do enteado.

    Conectando-se com o enteado

    Para que o lar não se torne um campo de guerra, é extremamente importante que madrasta e enteado procurem estabelecer um bom convívio. Como a maturidade maior é da madrasta, a atitude deve partir dela e não da criança. Dessa forma:

    1. Supere o ciúme

    é incrível, mas a disputa por atenção muitas vezes é maior por parte da madrasta. Ciúme do filho ou da filha do marido não pode existir, por isso, se esse for o caso, a mulher precisa buscar ajuda para superar esse sentimento.

    2. Não queira ocupar o lugar da mãe

    procure ser amiga da criança e não mãe, porque ela pode entender que você está querendo mandar nela ou separá-la da mãe.

    3. Mantenha uma relação saudável com a mãe das crianças

    você não precisa amá-la, mas pelo menos respeitá-la. Nunca fale mal da mãe dos seus enteados para as crianças ou na frente delas.

    4. Divirta-se com eles

    procure ser agradável com seus enteados, passeando e conversando com eles de forma amigável.

    5. Incentive uma aproximação entre o pai e as crianças

    as madrastas não têm necessariamente a responsabilidade de educar, a não ser, e ainda esporadicamente, que o pai seja viúvo. Caso contrário, essa atribuição ainda é da mãe e do pai. Por isso, o pai precisa estar ainda mais presente na vida dos filhos. E a madrasta, como amiga deles, pode tentar aproximá-los, ao invés de tomar essa responsabilidade para si.

    6. Converse com a mãe da criança

    muitas vezes a complicação surge por ciúme da mãe da criança, que pode estar voltando a criança contra a madrasta. A melhor atitude, se esse for o caso, é que ambas tenham uma boa conversa, e a madrasta deixe claro que nunca vai tomar o lugar da mãe.

    7. Não responda a provocações

    é natural que as crianças sintam ciúmes, e por isso agridam a madrasta verbalmente. Mas é importante que ela se contenha, e tente entender que atitudes assim são naturais até que haja uma boa adaptação.

    A terapeuta familiar Roberta Palermo é especialista em avaliar relações entre madrastas e enteados. Tanto que escreveu um livro sobre o assunto entitulado 100% Madrasta – quebrando as barreiras do preconceito e fundou a organização AME (Associação das Madrastas e Enteados), localizada em São Paulo - capital. Mais informações no site da autora.

Márcia Denardi é jornalista e seu grande objetivo profissional é usar a informação para ajudar a fortalecer as famílias. O trabalho que mais ama é a maternidade.

 

  • 2 brincadeiras ótimas para se divertir com as crianças

  • 3 jogos para crianças aprenderem a cozinhar

  • 101 coisas que não envolvem eletricidade para crianças fazerem quando estão entediadas

  • 5 dicas de leitura para crianças

  • 5 ideias de programação para as férias das crianças

  • Como deixar seus filhos participarem no planejamento das refeições

  • 9 observações para garantir a segurança das crianças num passeio escolar

  • 4 brincadeiras ao ar livre para crianças

  • 5 brincadeiras para fazer com as crianças e adolescentes na piscina

  • 5 brincadeiras para fazer com as crianças e adolescentes na praia