A mente e as doenças: até que ponto adoecemos a nós mesmos?

As doenças psicossomáticas, que são as que provocamos em nós mesmos com uma maneira errada de pensar, podem ser evitadas?

22,922 views   |   676 shares
  • Atualmente ninguém mais duvida que podemos ficar doentes devido ao estresse, ou por sentimentos de culpa, problemas financeiros e familiares, ou por sentirmos ódio de alguém, remorso, ou até mesmo por pensarmos negativamente de forma persistente.

  • O poder da mente é grande: tanto para o nosso sucesso ou fracasso, para a saúde ou doença.

  • Porém, nem todas as doenças são psicossomáticas: uma fratura exposta, por exemplo, não é,certamente, uma doença psicossomática (ou produzida pela mente)!

  • Mahatma Gandhi, disse que "As doenças são os resultados não só dos nossos atos, mas também dos nossos pensamentos".

  • Leia: Como o bom humor pode ajudar a superar uma doença

  • Exemplos de doenças provocadas por nossos atos: uma pessoa que bebe tem muita probabilidade de contrair uma cirrose; quem fuma, pode desenvolver câncer de garganta ou de pulmão, ou outras enfermidades - incluindo impotência.

  • Doenças que podem ser provocadas pela mente (ou ter sua origem na mente) incluem entre outras: gastrite, úlceras, asma, colite, pressão alta, fibromialgia, bronquite, etc.

  • Até Madre Tereza de Calcutá sabia que mente e emoções podem provocar ou agravar doenças, ou não permitir a cura, quando disse: "Há medicamentos para toda a espécie de doenças, mas, se esses medicamentos não forem dados por mãos bondosas, que desejam amar, não será curada a mais terrível das doenças: a doença de não se sentir amado".

  • Claro que aos sintomas de qualquer doença, como pressão-alta, por exemplo, devemos procurar um médico, que tratará as alterações físicas, mas se juntarmos a esse tratamento o acompanhamento de um psicólogo ou psicoterapeuta, a causa real da enfermidade poderá ser descoberta e sanada.

  • Leia: A importância do amor na hora da tristeza e da doença

  • Existe preconceito por parte de alguns médicos alopatas, mas aos poucos até eles vão se convencendo de que muitas enfermidades podem mesmo ter sua origem na mente. Tem médicos alopatas que incentivam seus pacientes a orarem, além de tomarem os remédios prescritos!

  • Não sou médico, nem psicólogo ou psiquiatra, mas percebo que hoje em dia poucos duvidam que a mente influencia muito em muitas doenças.

  • Advertisement
  • Sófocles disse que "A tristeza também provoca doenças."

  • Então, como usar a filosofia, os tratamentos alternativos, e até os livros de autoajuda para evitarmos as armadilhas da mente, e driblarmos muitas enfermidades psicossomáticas talvez até sem termos de tomar remédios?

  • Repito: se tivermos algum sintoma de alguma doença física, é preciso ir ao médico primeiro! E tomar os remédios que forem prescritos. Depois, então, vamos complementar o tratamento médico com tratamentos alternativos.

  • Aqui vão algumas dicas que podem ser úteis:

  • 1. Relaxe

  • Em primeiro lugar, saibamos que a mente realmente pode pregar peças e provocar tantos estragos em nosso corpo (incluindo aqui doenças como TOC, Depressão, etc.), que se aprendermos técnicas de relaxamento, e autossugestão, nos será de grande valia! Principalmente no mundo atual, com sua enorme carga de stress diário!

  • 2. Ouça música

  • Ouvir música erudita ou pelo menos melodias tranquilizantes pode ajudar bastante, pois o poder da música sobre a mente é inegável. Música calma tem o poder de tranquilizar a nossa mente e relaxar-nos, e isso já é meio caminho para nos sentirmos melhor.

  • 3. Ocupe a mente

  • Manter nossa mente sempre ocupada com coisas boas e desafiadoras, procurando sempre aprender coisas novas, nos mantém a mente ativa e ocupada, e evita uma série de problemas.

  • 4. Exerça a fé

  • Se você é religioso, apegue-se firmemente à sua religião, procurando praticar principalmente a Regra de Ouro: "Fazer aos outros o que gostaria que fizessem a você". Mesmo que você não seja do tipo religioso, pelo menos pratique a Regra de Ouro porque está comprovado que o que plantamos, nós colhemos, e também que toda ação tem uma reação.

  • Não podemos escapar às Leis do Universo, tais como Lei da Gravidade, Lei da Causa e Efeito, etc.

  • 5. Busque o positivo

  • Tente ver o lado positivo das pessoas e dos acontecimentos, mesmo os ruins, porque tudo é um aprendizado nesta vida. A nossa atitude em relação ao que nos acontece, é que determina nossos sentimentos e emoções. Não se consegue irritar um monge, por exemplo, nem um verdadeiro cristão que estiver disposto a seguir o ensinamento de Jesus de "dar a outra face".

  • 6. Liberte-se do passado ruim

  • Evite ficar remoendo as coisas ruins e doenças que já aconteceram na sua vida! Tente encher sua mente com as coisas boas que já lhe aconteceram, e com provérbios e pensamentos positivos, porque "semelhante atrai semelhante",e coisas boas atraem coisas boas.

  • Advertisement
  • Leia: Como aprender com a tristeza

  • 7. Tenha hobbies e distrações

  • Se você já está com a mente perturbada por pensamentos ruins, afaste seus pensamentos ocupando a mente com algum hobby (artesanato, música, assistir a um bom filme, cantar mesmo desafinado, caminhar, correr).

  • 8. Aprenda algo novo

  • Na internet tem tantos cursos gratuitos de tantas áreas diferentes, que certamente você achará alguma coisa que goste e que ocupará seu tempo livre e que será útil para manter sua mente ocupada. Por exemplo: no Youtube escreva "como fazer tricô", ou "como desenhar", ou "aprenda a fazer strogonoff", ou "aprenda a fazer crochê", "aprenda a tocar violão", etc.

  • Uma vida alegre e harmoniosa é a melhor defesa contra muitas enfermidades! E nossa imunidade é aumentada quando conseguimos viver em paz com nós mesmos e nossos semelhantes. E se acreditarmos em Deus, ficará tudo mais fácil, porque o poder da fé pode operar verdadeiros milagres

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

A mente e as doenças: até que ponto adoecemos a nós mesmos?

As doenças psicossomáticas, que são as que provocamos em nós mesmos com uma maneira errada de pensar, podem ser evitadas?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr