Desejo x necessidade: 8 dicas para ser mais grato

O caminho para ser feliz é parar de se comparar aos outros e descobrir sua própria essência. Aprenda como.

7,530 views   |   3 shares
  • Assista a este vídeo: Ele queria ser como o outro garoto, mas o que aconteceu lhe ensinou uma grande lição

  • A eterna insatisfação do ser humano

  • Quantas vezes em nossas vidas desejamos ter mais. Ter mais beleza, dinheiro, coisas que não temos, casamentos que não temos, famílias que não temos, oportunidades que não temos. Uma amiga ou conhecida parece ter um marido tão dedicado, filhos tão obedientes, ou uma mãe mais carinhosa, um pai mais rico, se alguém mora em outro país deve ter uma vida melhor, mais dinheiro, etc. e assim passamos a nos lamentar de nossa vida, desejando ter o que os outros têm.

  • Comparação: Inveja x Gratidão

  • A grama do vizinho parece sempre mais verde? A galinha do vizinho é mais gorda? Mas, será que é mesmo? Tendemos a achar que a vida dos outros é melhor que a nossa, e estamos sempre insatisfeitos. Mas, se tivéssemos a oportunidade de trocar com eles de problemas e de vida, será que aguentaríamos?

  • Compararmo-nos aos outros pode ser saudável até um certo ponto. Quando estamos passando por um determinado problema, por exemplo, e temos a oportunidade de ajudar alguém que está passando por um problema pior ainda, aquilo nos deixa mais fortes e até gratos, pois vemos que nossos problemas poderiam ser bem piores. Mas, quando comparamos nossa vida com a de outra pessoa, cobiçando somente o que ela tem e nós não, sem enxergar os detalhes realisticamente, é uma armadilha perigosa que pode nos levar à depressão e outros problemas.

  • Acordando para a realidade

  • Todos nós temos pontos fortes e pontos fracos, altos e baixos, problemas e coisas boas em nossas vidas. Muitas vezes, não sabemos o que algumas pessoas tiveram que passar e trabalhar duro para chegar onde estão, e apenas julgamos e fazemos suposições sem ao menos conhecer suas razões e motivos.

  • Também não vemos que muitas de nossas experiências são necessárias em nossa vida para que aprendamos algo. Se a mesma experiência se repete, talvez seja sinal que ainda não aprendemos a como lidar com a situação, já parou para pensar nisso?

  • Reconhecendo as bênçãos

  • Algumas ideias para começarmos a reconhecer as bênçãos que temos, ao invés de ficarmos nos comparando com os outros ou focarmos em coisas que eles têm e nós não temos:

  • 1. Faça uma lista de habilidades

  • Advertisement
  • Nem que você precise abrir um perfil em algum site que lhe ajude a listar suas habilidades, faça essa lista o mais rápido possível.

  • 2. Olhe-se no espelho

  • Não existe ninguém no mundo igual a você. Seu DNA é único, a combinação de cores da pele, olhos, cabelos são únicos. Ninguém no mundo tem a sua impressão digital, e Deus lhe conhece pelo nome e você é especial a Ele como qualquer outro.

  • 3. Todos nós quando morremos vamos para o mesmo lugar

  • Independente de local onde vivemos, quantidade de dinheiro que temos, o que importa é o que você aprende nesta vida, a quem serve e o tamanho de sua generosidade.

  • 4. Faça outra lista de bênçãos

  • Reconheça os presentes que você tem de um Pai amoroso. O ar que você respira, o sorriso do seu filho, o amor dos seus pais, as pernas que levam você de um lugar a outro, olhos para ver, ouvidos para ouvir. Ore e agradeça. Peça ao Pai que acalme o seu coração e lhe ajude a descobrir seu caminho. Muitos não têm tudo isso!

  • 5. Considere sua motivação

  • Onde você estava antes e onde conseguiu chegar. Dificuldades todos nós temos por toda a vida. Quando terminamos de escalar uma montanha e chegamos ao topo mal acreditando que conseguimos, olhamos mais à frente e visualizamos uma montanha ainda mais alta. É parte da vida! Todas as suas vitórias são suas! Mas tenha certeza de que você as faz para você mesmo, não para os outros.

  • 6. Injete a gratidão no seu dia a dia

  • Seja por suas habilidades, pelas bênçãos, por seu casamento, família. Tente encontrar algo bom até mesmo nas coisas ruins. Elas sempre existem.

  • 7. Defina seus próprios padrões

  • Quando você sabe exatamente o que lhe estimula a viver, nada pequeno ou grande lhe tirará do caminho. Repare nas suas vitórias passadas, o que lhe traz alegria, quais habilidades são importantes para levá-lo aonde quer chegar na vida.

  • 8. Aprenda a discernir

  • A partir do momento que você abraçar seus valores, verá sua capacidade de julgar o que é bom ou ruim para você mesmo aumentar. Pratique. Saiba dizer não. Escolha o melhor, não se contente com pouco.

  • Se ainda assim, depois de todos esses exercícios, você ainda estiver insatisfeito consigo mesmo, tente dar um empurrão na sua autoestima. Aprenda a exercitar cada uma de suas habilidades. Descubra outras novas, você pode se surpreender com sua própria força.

  • Advertisement
  • Crie uma rotina equilibrada com trabalho, lazer e descanso e inclua o serviço ao próximo sempre que puder. Por menor que seja seu ato de caridade, vai com certeza deixar o dia de alguém melhor, e consequentemente o seu próprio, e eu garanto que essa dica funciona.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Desejo x necessidade: 8 dicas para ser mais grato

O caminho para ser feliz é parar de se comparar aos outros e descobrir sua própria essência. Aprenda como.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr