Como o estresse pode afetar o relacionamento com seu cônjuge e filhos?

Quando estamos estressados podemos dizer o que não devíamos, fazer o que não queríamos, magoando assim os que nos são mais caros: nosso cônjuge e nossos filhos.

2,804 views   |   59 shares
  • Todo mundo já ouviu falar de estresse, mas nem todos percebem quando estão estressados. E isso é um grande perigo, porque quando se está estressado, pode-se fazer ou falar coisas das quais se arrepende depois.

  • O que é estresse?

  • Num artigo interessante, esta revista publicou um teste para vermos como está o nosso nível de estresse, e listou vários comportamentos que mostram quando estamos estressados:

    • Irritamo-nos facilmente quando as coisas não saem exatamente como queremos.

    • Dormimos mal, dormimos tarde demais ou acordamos antes da hora.

    • Interrompemos quem está falando conosco antes que termine a sua frase.

    • Não nos desligamos do trabalho nem nos fins de semana.

    • Ficamos alimentando pensamentos pessimistas sobre trabalhos que concluímos.

    • Temos palpitações, a digestão fica difícil ou sentimos dificuldade de respirar.

    • Perdemos interesse pelo trabalho e lazer.

  • Estresse é sempre ruim?

  • O estudo revelou que em doses bem leves, o estresse pode até ajudar a nos concentrarmos melhor e a atingirmos nosso maior potencial. Fora de controle, porém, o estresse é uma ameaça séria. "Costuma levar a vítima a desajustes psicológicos ou doenças físicas (pressão alta e gastrite, por exemplo)", diz a revista.

  • Leia: Como gerenciar o estresse no trabalho

  • O estresse no lar

  • Nosso lar parece ser o lugar ideal para "explodirmos" e descarregarmos todo o nosso estresse. E quem paga o pato são nossos filhos e cônjuge.

  • Mas isso pode ter um preço alto: filhos que vivem em ambiente instável, com constantes gritos, sustos e medos, crescerão inseguros.

  • E quanto ao nosso cônjuge? As consequências de descarregarmos nossa raiva e nosso estresse no nosso cônjuge podem ser terríveis, principalmente se o outro estiver estressado também...

  • Quando nossos filhos eram bem pequenos, eu e minha esposa tivemos alguns desentendimentos. Ela diz hoje, depois de quase 30 anos passados, que eu, num desses momentos de estresse, falei que seria melhor a gente se separar, e que eu iria ficar com uma de nossas filhas e ela ficava com os outros dois: uma outra filha e um filho. Eu não me lembro de ter dito isso! Coisa horrível de se dizer, mas ela afirma que eu disse mesmo!

  • Advertisement
  • Acho que eu estava muito estressado para dizer uma coisa dessas, totalmente fora da minha maneira normal de agir. E isso poderia ter tido consequências desastrosas, mas felizmente não nos separamos.

  • Leia: 10 habilidades essenciais para os casais lidarem com o estresse

  • O que fazer se estamos estressados?

    • Contar até dez antes de falar alguma besteira. Uma receita antiga que costuma funcionar muito bem.

    • Saia e dê uma volta no quarteirão. Caminhar costuma diminuir o nível do estresse.

    • Respire fundo várias vezes, o que oxigenará o cérebro e poderá clarear as ideias e trazer calma.

    • Pense em seus objetivos de longo prazo. Fazendo isso, forçamos nosso cérebro a achar que "estamos no controle".

    • Sorrir, mesmo forçado, também ajuda a "enganar" nosso cérebro, que poderá agir como se estivéssemos alegres e controlados.

    • Ouvir as músicas que mais gostamos também ajuda muito.

  • Enfim, se estivermos conscientes de que estamos estressados, será mais fácil procurarmos alguma coisa que nos ajude a sair do estresse, e aí evitaremos de magoar nosso cônjuge e nossos filhos ou qualquer outra pessoa.

  • Leia: 6 dicas para reduzir o estresse instantaneamente

  • Lembrar sempre que o estresse poderá nos deixar doentes fisicamente também é uma boa maneira de tomarmos cuidado e "abaixarmos a bola" toda vez que percebermos que estamos estressados e então buscarmos alguma válvula de escape.

  • Quando estivermos estressados no trânsito, lembremos de um adesivo que tinha a seguinte mensagem: "Para que pressa, se o futuro é a morte?"

  • É difícil não viver estressado nesse mundo louco em que vivemos, mas precisamos aprender a ter autocontrole o mais possível, para o nosso próprio bem e o bem de nossa família!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

Como o estresse pode afetar o relacionamento com seu cônjuge e filhos?

Quando estamos estressados podemos dizer o que não devíamos, fazer o que não queríamos, magoando assim os que nos são mais caros: nosso cônjuge e nossos filhos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr