Dor crônica: O desafio de se manter positivo

É possível conviver com a dor crônica e ainda ser positivo?

901 views   |   10 shares
  • Nenhuma pessoa de mente saudável gosta de sentir dor.

  • Mas você sabia que existem pessoas que têm dores contínuas? E como é difícil para pessoas que sentem dores constantes se manterem firmes e positivos.

  • O que é dor?

  • Dor nada mais é que um sinal de alerta que o sistema nervoso emite querendo avisar que há algo errado acontecendo.

  • Existem 2 tipos de dores. A aguda e a crônica.

  • Leia: Dor na região do útero: 5 sinais de que algo não vai bem

  • Dor aguda

  • A dor aguda é uma dor inconstante que pode durar dias ou poucos meses. Mas depois de intervenção médica e medicação ela desaparece. Como quando você se machuca. Dói naquele momento, mas depois passa.

  • Dor crônica

  • É aquela dor que persiste mais que o aceitável. Pessoas que sofrem de problemas de saúde como dores na coluna, articulações, dores reumáticas, câncer, degenerações e inflamações dos órgãos internos.

  • O Doutor Drauzio Varela explica:

  • "Dores crônicas podem ser devidas tanto a desordens do sistema responsável pela percepção quanto da inibição da dor. A fibromialgia, por exemplo, uma doença debilitante causadora de dores musculares crônicas muitas vezes não diagnosticada pelos médicos, é tida hoje como consequente a um desarranjo nos mecanismos de inibição da dor.

  • É um erro considerar a dor crônica como uma versão prolongada da aguda. Quando os sinais de dor são gerados repetidamente, os circuitos neurológicos sofrem alterações eletroquímicas que os tornam hipersensíveis aos estímulos e mais resistentes aos mecanismos inibitórios da dor. Disso resulta uma espécie de "memória dolorosa" guardada na medula espinal."

  • Existem também aquelas dores originadas de problemas psicológicos. Pessoas que sofrem de Transtorno de Ansiedade Generalizada e Depressão tendem a sentir. Se não tratadas tais dores podem ocorrer problemas reais no seu corpo.

  • Pessoas que sofrem também de fibromialgia tendem a sentir muita dor. E elas originam do seu sistema nervoso causando fadiga e dor nos músculos e articulação.

  • Leia: Fibromialgia, o que é isso?

  • Advertisement
  • Mas como eu posso me manter positivo sentindo tanta dor?

    • Procure o seu médico para que ele possa fornecer meios de amenizar as dores e incômodos.

    • Apegue-se a Deus. Ou a qualquer coisa que você acredita. Algo que possa revitalizar e aumentar a sua fé. O poder da fé independe de explicação lógica e científica. Aprenda a viver um dia de cada vez através desse poder.

    • Evite atividades que possam causar mais dor. Procure hobbies que possam ocupar a sua mente, de modo que você esqueça que sente dor.

    • Para você que sente dor originada de problemas psicológicos, apegue-se a pessoas que lhe amam e apoiam. Evite contatos com pessoas que não lhe acrescentam em nada. Estar longe de pessoas negativas melhora a sua saúde.

    • Assista a filmes de comédia. O riso ajuda a liberar endorfina que melhora o problema da dor e dá a sensação de prazer.

    • Descubra maneiras de fazer a pessoa ao seu lado feliz. Isso pode ajudar ambos a lidar com sua dor de maneira positiva.

    • E escolha ser feliz um dia de cada vez. E isso irá fazer você se sentir grato por cada dia de vida vivido. Grato por estar ao lado de pessoas que lhe amam e lhe querem bem.

  • Leia: Dor crônica: O que é e o que fazer

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Deborah Alves Laurenço tem 29 anos, é casada com o seu melhor amigo. Sua profissão é Cirurgiã – Dentista. Ela ama odontologia. Seus hobbies são: Maquiagem, Penteados, Desenhar, Cinema, Escrever ( compor histórias, falar da vida, poemas ) e Livros. E agora começou com um blog e um canal no YouTube onde ensina maquiagem penteados, e fala das coisas que pensa.

Dor crônica: O desafio de se manter positivo

É possível conviver com a dor crônica e ainda ser positivo?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr