A odiosa prática da violência contra a mulher

Seja nos países do Oriente ou no Ocidente, seja entre ricos ou pobres, essa prática precisa acabar.

1,210 views   |   22 shares
  • Engana-se quem pensa que violência física, sexual ou emocional contra mulheres só acontece nos países orientais ou subdesenvolvidos.

  • A violência contra a mulher está em toda a parte, e é uma praga mundial, e até alguns países europeus têm altas taxas de violência doméstica.

  • As raízes da violência contra mulheres

  • Covardia

  • Um homem que agride uma mulher é antes de tudo um grande covarde.

  • Não tendo coragem de enfrentar outros homens tão fortes como ele, que o atormentam no trabalho, no futebol ou no trânsito, ele covardemente descarrega sua ira em sua inocente companheira, que normalmente é mais frágil fisicamente do que ele.

  • Ignorância

  • Ignorância aqui é usado nos dois sentidos da palavra: ignorante no sentido de o agressor ser um troglodita, e ignorante por ignorarque todos os homens e mulheres são seres humanos iguais em qualquer lugar do mundo (mesmo que a lei em alguns países não apoiem tal direito). Ignorante também por não perceber que agredindo sua companheira, está agredindo a si mesmo, e criando um ódio mortal dela por ele, acabando de vez com o amor que porventura um dia existiu da parte dela por ele.

  • A "marvada"pinga

  • Outra raiz da violência doméstica é a bebida alcoólica em excesso.

  • Quantas mulheres não dizem: "Quando ele não está bêbado é um verdadeiro doce!"

  • Só que quando ele chega em sua casa bêbado, transforma-se num verdadeiro demônio, gritando, quebrando tudo, batendo na mulher e assustando seus filhos, os quais poderão se tornar inseguros pelo resto da vida adulta deles por causa disso.

  • Leia: 4 formas de prevenir a violência contra a mulher

  • Pornografia

  • Homens viciados em pornografia podem se tornar endurecidos, e têm a tendência de passarem a ver a mulher como um simples objeto, e não mais a ver sua companheira (e outras mulheres) como uma pessoa que merece todo o seu respeito e admiração.

  • De alguma forma a pornografia continuada afeta e distorce a mente dos homens, que passam a ver a mulher como que "fatiada" em partes específicas, e não mais como uma pessoa inteira, e isso faz com que tenham problemas para se relacionarem sadiamente com todas as mulheres, inclusive com a sua companheira, que ele passa a achar muito aquém das atrizes que ele vê nos filmes pornôs, e passa a querer fazer com suas esposas o mesmo que ele vê na pornografia.

  • Advertisement
  • Maneiras de evitar a violência doméstica

  • Sendo pai de duas mulheres e avô de duas netinhas, tenho verdadeiro asco por homens violentos, pois só de pensar que alguma de minhas filhas ou alguma de minhas netinhas, no futuro, ficarão à mercê de um homem violento, isso já me deixa doente.

  • E como pai e avô, digo a todas as meninas que ainda não estão envolvidas com nenhum rapaz, ou mesmo para mulheres mais adultas que ainda são ingênuas e não conseguem discernir um homem violento de um homem normal: fiquem de olhos bem abertos ANTES de começarem qualquer compromisso com qualquer homem, por mais bonito, rico ou charmoso que ele seja.

  • Veja com atenção ANTES de se compromissar, como ele trata os parentes dele (porque será da mesma maneira que ele irá tratar você), e veja também como ele trata os animais, e até a maneira como ele trata a natureza.

  • Normalmente, homens violentos são violentos com animais também.

  • Porém, se você já está "enroscada", de alguma forma, com um homem violento e percebeu que entrou numa grande "fria", e quer sair, saia da maneira mais discreta e menos traumática possível.

  • Evite a todo custo um rompimento repentino e com brigas.

  • Recorra a seus pais, irmãos, amigos, e à lei, se necessário.

  • Nunca espere que o pior aconteça. Mude de cidade, se necessário. Sua vida vale muito, e você deve ficar o mais longe possível de pessoas violentas e psicopatas.

  • Leia: 7 situações que você não deve tolerar em seu casamento

  • Um caso real

  • Um homem violento por natureza, que gostava muito de bater na sua submissa esposa, batia nela na frente de seu filho pequeno.

  • Sem perceber que o filho estava crescendo, ele continuou batendo em sua esposa.

  • Certa ocasião, seu filho estava sentado à mesa e o valentão, como sempre, agrediu a sua esposa na frente do filho.

  • O filho (que foi quem me contou essa história), ficou tão indignado que pegou a cadeira em que estava sentado e arrebentou-a na cabeça do seu pai, que caiu desmaiado.

  • Pensando ter matado o pai, o rapaz saiu correndo assustado e foi se refugiar na casa de um parente.

  • Dias depois, seu pai foi lá buscá-lo, não o repreendeu por aquilo que o filho fez, e nunca mais bateu em sua esposa, depois daquela data.

  • Será que todos os homens violentos, que costumam bater em suas companheiras, somente serão impedidos com cadeiradas?

  • Advertisement
  • Melhor não... Melhor que mudem antes disso...

  • É muito menos dolorido...

  • Leia: Como aprender a amar depois de sofrer violência doméstica

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

A odiosa prática da violência contra a mulher

Seja nos países do Oriente ou no Ocidente, seja entre ricos ou pobres, essa prática precisa acabar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr