A culpa é sua!

Se você acha que o culpado de tudo é sempre o outro que não está fazendo o que deveria, cuidado, você também pode estar deixando a desejar.

1,738 views   |   16 shares
  • Hoje em dia estamos quase sempre fora de controle. Muitas vezes por coisas pessoais que acabamos descontando em pessoas próximas, mas que muitas vezes não têm culpa. O ambiente de trabalho que não vai bem, um filho que mesmo com muita atenção dispensada e horas de ensino acaba "aprontando" na escola, os prazos da faculdade que não conseguimos cumprir, a resposta negativa daquele emprego tão desejado ou até mesmo uma briga com o cônjuge porque ele não comprou exatamente o que você pediu no supermercado.

  • A explosão é certa em algum momento da vida. Isso quando essa explosão não se torna rotina. Digo isso porque muitas vezes a expressão - "pavio curto" não se aplica exatamente porque não temos mais pavio, o fato é, encostou, explodiu!

  • O uso da culpa

  • E então, precisamos culpar alguém. Culpamos nosso filho mais velho pelo brinquedo quebrado porque ele espalhou coisas demais pela casa e não juntou, e quando você foi correr para atender o bebê que estava chorando no quarto, escorregou, quase quebrou uma perna e ainda danificou o brinquedo favorito dele. Ótimo! Agora são dois chorando. Culpamos o marido que não tirou o sapato e entrou "trilhando a casa toda" logo após você ter acabado de passar o pano. Culpamos o vizinho porque ele não cortou a grama. Culpamos nossos colegas de faculdade porque eles não fizeram o trabalho corretamente. Culpamos nossos pais porque eles são "caretas" e por isso não temos amigos.

  • Leia: Esta única frase explica porque o seu casamento está acabando

  • Qual é meu papel nisso tudo? Será que sempre o outro é o culpado?

  • É claro que se torna mais cômodo colocar a culpa no outro. Muitas vezes isso nos faz sentir mais leves, menos incompetentes. É mais fácil apontar o erro do outro, descontar as frustrações de algo que deu errado em alguma coisa que não tenha a ver comigo. Certo, mas esta satisfação dura quanto tempo? Geralmente tempo suficiente para ter de achar um novo culpado!

  • Mas e se o culpado for eu?

  • E se eu olhasse melhor por onde ando já que sei que tenho um filho pequeno em casa que espalha os brinquedos? E se eu perguntasse ao meu marido como foi seu dia e o lembrasse sem gritos ou ironias que é preciso retirar os sapatos antes de entrar em casa? E se eu me dispusesse a cortar a grama do vizinho? E se antes de entregar o trabalho da faculdade eu desse uma lida para ver se estava tudo perfeito, como EU gosto? E se meus pais fossem meus amigos?

  • Advertisement
  • Às vezes nossas frustrações nos atrapalham, elas nos impedem de crescer. Queremos que o outro seja perfeito e projetamos naqueles ao nosso redor todas as coisas que não conseguimos até o momento. Mas esquecemos que também não somos perfeitos. Culpar os outros ou dar uma desculpa é mais fácil do que assumir nossos erros.

  • Um conselheiro religioso afirmou; "Toda desculpa, por mais que seja válida, enfraquece o caráter do homem". (Spencer Kimball)

  • Leia: Senhoras, se vocês estão infelizes, a culpa não é do seu marido

  • Olhar para dentro

  • Precisamos admitir que erramos, falhamos, tentamos encontrar faltas uns nos outros, ferimos e ofendemos aqueles quem mais amamos. Aprender a pedir perdão e admitir falhas é muito melhor e mais saudável do que viver achando faltas nos outros.

  • Quando admitimos nossas falhas e enfrentamos nossos medos, estamos sobrepujando nosso próprio instinto, e se conseguirmos dominar a nós mesmos, nossa vida será muito mais feliz.

  • Mas isso não é fácil. Requer força de vontade, requer muitos erros e poucos acertos, até chegarmos ao ponto de que quando algo der errado, a primeira coisa em nossa mente não será a de achar um culpado, mas sim, de tentar rever aonde EU errei e o que posso melhorar na próxima vez. Ninguém é perfeito. Não precisamos acertar sempre.

  • Leia: 10 coisas que você está fazendo que prejudicam o seu relacionamento

  • Podemos crescer e aprender com nossos erros, falhar é humano; não precisamos achar um culpado para tudo o tempo todo. Ninguém sabe quanto tempo nos resta nesta terra próximos de nossos entes queridos e amigos. Aproveitar esse tempo com alegria e descontração deixará um legado de amor e lembranças agradáveis.

  • Se você acha que não consegue, e acha que seu temperamento deve continuar dominando você, então continue fazendo exatamente o que você tem feito. Mas se acha que pode mudar, exercer autodomínio, e vencer a si mesmo, saiba que você pode. Podemos tudo o que realmente queremos. E nossos desejos justos são ouvidos e atendidos. Trace metas, estabeleça um objetivo. Você é muito mais forte do que imagina. Use esta força a seu favor. Escolha ser feliz!

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Hevelyn Klegues é casada, mãe de uma boneca linda e formada em massoterapia. Seus principais livros de cabeceira são sobre como lidar com pessoas, como ser e formar líderes. Quando não está viajando, adora assistir a filmes e seriados de ação e suspense. Ama ler, passear ao ar livre e viajar com a família.

A culpa é sua!

Se você acha que o culpado de tudo é sempre o outro que não está fazendo o que deveria, cuidado, você também pode estar deixando a desejar.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr