Casamento: o que muda quando chegam os filhos

O casamento vai bem e a chegada de um filho vai atrapalhar? Na verdade, não. O amor entre o casal pode ficar muito mais forte com essa novidade.

787 views   |   4 shares
  • O início do casamento é agradável e cheio de demonstrações de afeto. O namoro continua e aos poucos o casal aprende a conviver com alguém com manias e ideias diferentes das próprias. Finais de semana são preenchidos com passeios, visitas, viagens, e agradáveis manhãs com horas de sono a mais. A comunicação durante a semana é cheia de corações e beijinhos. Os problemas a resolver são facilmente acertados.

  • Então chega o momento tão esperado e a gravidez é anunciada. Logo a rotina muda, as alterações hormonais na mulher são imensas, os finais de semana já não são cheios de passeios e viagens, os familiares se envolvem mais com o casal. Essas alterações são apenas um prenúncio da vida matrimonial que se transformará.

  • Leia: Para que ter filhos?

  • Quando chega o bebê, a adaptação é difícil, mas totalmente possível. Demora um pouco e quando finalmente algumas coisas são aprendidas, muda tudo de novo. Aliás, mudanças são uma constante para quem tem filhos. O crescimento da criança oferece ajustes constantes. Muito jogo de cintura por parte dos pais, em todas as fases.

  • Pesquisas mostram que ao nascer um filho, os homens têm uma queda de 33% do nível de testosterona. Uma ajuda da natureza para que a atenção dos pais seja quase total para o pequeno. O início com um bebê é repleto de desafios, com poucas horas de sono, gastos, pediatra, vacinas, preocupações e palpites de todos. Pais que ajudam com as tarefas do bebê não sobrecarregam as mães, que ficará menos cansada com a ajuda. O casal pode manter a união ajudando-se mutuamente. Vários pais sobreviveram, para tranquilidade geral.

  • Leia: 7 realidades sobre a vida de um recém-nascido

  • Aos poucos a vida retoma seu rumo. Adaptados, mãe e pai conseguem mandar mensagens carinhosas novamente, percebem que ficar duas horas longe do bebê para ir juntos ao cinema não é nenhum crime, a rotina da casa fica mais eficaz e o casal ganha mais um motivo para ser feliz: a satisfação de serem uma família, de conseguirem juntos cuidar de alguém que é parte dos dois.

  • Então a experiência se repete. E mais um filho é esperado. Não será uma experiência tão marcante quanto foi com a primeira, mas será especial. E a confiança do casal quanto à experiência anterior poderá ser derrubada quando desafios diferentes surgirem, afinal, cada filho é diferente, cada gestação é única e tudo faz parte de um grande aprendizado.

  • Advertisement
  • Leia: 7 vantagens de ter mais de 3 filhos

  • Mas o que muda mesmo na vida do casal que decide ter filhos é o amor.

  • Através do sentimento pelo pequeno ser que foi gerado pelo casal, eles conhecem o verdadeiro amor. A dedicação pelo bebê é total, as escolhas sempre envolvem a criança, decisões importantes são tomadas sempre pensando no melhor para o filho. Mãe e pai descobrem que conseguem doar-se integralmente e fazem isso simplesmente porque amam. É difícil de entender para quem não passou por esta experiência, e fácil para quem exerce a paternidade e maternidade.

  • Aprendendo a amar de verdade com o filho, ambos podem estender esse amor genuíno um ao outro. Ajudar sempre, compreender, reconhecer, relevar, buscar encontrar mais tempo no pouco que possuem para oferecer ao cônjuge aumenta a união. Essas demonstrações de amor verdadeiro são muito diferentes dos romances lidos e assistidos, porém são a diferença entre uma família que permanece e a que desmorona.

  • Alguns pais não conseguem entender esse amor e acabam centrando o sentimento apenas no filho. E isso pode ser um destruidor no relacionamento. O estresse e cansaço da rotina pesada com uma criança pode interferir negativamente no relacionamento do casal, abrindo os olhos para os defeitos e manias do companheiro e preferindo estar com o filho que com ele. Infelizmente isso acontece e muitos casamentos são desfeitos.

  • Leia: 5 maneiras de não deixar que a maternidade acabe com o seu casamento

  • As maiores alegrias da humanidade não são adquiridas através das conquistas pessoais. O nascimento de um filho, quando ele começa a andar, falar, quando faz um gol ou se apresenta em um palco, quando se forma nos estudos, quando se casa e forma sua própria família, tudo isso traz muito mais satisfação pessoal. Ter filhos ainda é a maior fonte de felicidade que existe, apesar de todos os sacrifícios que acompanham o processo. Depois de um dia ruim, basta olhar para ele. É mágica. Passa tudo!

  • Leia: 100 motivos para ter filhos

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Michele Coronetti é secretária, mãe de seis lindos filhos, gosta de cultura e pesquisas genealógicas.

Casamento: o que muda quando chegam os filhos

O casamento vai bem e a chegada de um filho vai atrapalhar? Na verdade, não. O amor entre o casal pode ficar muito mais forte com essa novidade.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr