Como você pode colaborar com a reciclagem de lixo

Dicas para separar o lixo, entender como funciona a reciclagem e ensinar a família sobre a consciência ambiental.

20,331 views   |   44 shares
  • Fico surpresa com a quantidade de lixo que minha família produz: todos os dias são dois sacos - um orgânico e um reciclável. Imagine isso multiplicado pelas famílias de minha rua, do meu bairro, cidade, estado, país, planeta.

  • É muito lixo! Lixo que afeta o planeta, polui, mata animais, muda o clima, causa enchentes e perdas humanas.

  • Sabemos que as grandes indústrias poluem em larga escala, ainda assim, devemos fazer nossa parte cuidando de nosso lixo e ensinando consciência ambiental a nossa família.

  • O que podemos fazer?

    • Comece por sujar menos. Ambiente limpo não é o que mais se limpa, mas o que menos se suja. Reaproveite o que for possível.

    • Reutilize sacolas de supermercado para recolher lixo. O ideal é que essas sacolas deixassem de existir, e voltassem os sacos de papel e sacolas de lona que cada um traz de casa.

    • Usar garrafas PET para fazer hortas suspensas e bebedouro de pássaros também é uma boa iniciativa. Existe um leque de possibilidades para elas. Essas garrafas são reutilizadas na indústria para produzir vassouras e até camisas. Se você não sabe, não tem tempo ou não quer utilizar garrafas PET, separe-as para a coleta seletiva, doe ou leve direto a um ponto de entrega se houver em sua cidade.

  • Coleta seletiva: dicas para separar o lixo

  • A coleta seletiva consiste em separar o lixo reciclável do lixo orgânico. O reciclável não deve ir parar em lagos, florestas, beiras de estradas, especialmente os plásticos já que demoram muito tempo para se degradarem.

    • Lixo reciclável ou seco: papel, papelão, jornais, revistas, cadernos, folhas soltas, caixas e embalagens em geral, caixa de leite, caixas de papelão (desmontadas), metais (ferrosos e não ferrosos), latas em geral, alumínio, cobre, pequenas sucatas, copos de metal e de vidro, garrafas, potes e frascos de vidro (inteiros ou quebrados), plásticos (todos os tipos), garrafas PET, sacos e embalagens, brinquedos quebrados, utensílios domésticos quebrados.

    • Lixo úmido ou orgânico: cascas de frutas e legumes (lixo compostável), restos de comida, papel de banheiro, sujeira de vassoura e de cinzeiro.

    • Não recicláveis: papel higiênico, papel plastificado, papel de fax ou carbono, vidros planos, cerâmicas ou lâmpadas

  • Advertisement
  • Não basta apenas separar os materiais. Alguns cuidados a mais devem ser tomados:

    • Plásticos: lave-os para que não fiquem restos de produto, principalmente no caso de detergentes e xampus, que podem dificultar a triagem e o aproveitamento do material.

    • Vidros: lave-os e retire as tampas.

    • Metais: latinhas de refrigerantes, cervejas e enlatados devem ser amassados ou prensados para facilitar o armazenamento.

    • Papéis: podem ser guardados diretamente em sacos plásticos.

    • As caixinhas de leite do tipo longa vida também devem ser limpas para evitar que a sujeira deixe mau cheiro e atraia animais como ratos e baratas.

  • Você não precisa separar os materiais recicláveis por tipo. É necessário somente separar o material seco do úmido.

  • Envolvendo sua família

  • Dividir a coleta seletiva entre todos da família, inclusive as crianças, ensina sobre educação ambiental e responsabilidade.

  • Existem diversas maneiras de ensinar a coleta seletiva dentro de casa e pode até mesmo ser divertido.

  • Segundo Fabrício França, diretor do Instituto Triângulo, que promove ações de conscientização ambiental, “A separação do lixo pode ser feita de forma educativa dentro de casa. Junte o lixo que restou ao fazer a refeição e faça a divisão entre seco e úmido em família, para que todos possam saber como e o que separar."

  • Fazer hortas ou jardins

  • As crianças podem ajudar a enterrar o lixo orgânico como cascas de alimentos e restos de comida para que se tornem adubo. Esse processo é chamado de compostagem. Após alguns dias, essa terra pode ser usada na plantação de mudas de hortaliças, flores ou ervas medicinais.

  • Reutilizar materiais

  • Para tornar a reciclagem uma brincadeira, a receita infalível é construir objetos com os materiais secos para ganharem nova utilidade e serem transformados de acordo com a criatividade de cada um.

  • Consciência na utilização do papel

  • Ao reciclar uma tonelada de papel, você salva a vida de dezessete árvores e ainda previne a emissão de 30 kg de poluente.

    • Use sempre os dois lados da folha de papel

    • Guarde os pedaços para fazer um rascunho

    • Use papel reciclado

    • Recicle papel

    • Use sulfite com o selo de Aprovado pelo Programa Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor)

  • Advertisement
  • Boas notícias

  • O Brasil é campeão mundial em reciclagem de latas e um dos maiores do mundo na reciclagem de garrafas PET.

  • Fontes e sugestões para saber mais:

  • Arte e reciclagem
  • Lixo.com.br
  • Revista Crescer
  • reciclarearte
  • Revista Época

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Como você pode colaborar com a reciclagem de lixo

Dicas para separar o lixo, entender como funciona a reciclagem e ensinar a família sobre a consciência ambiental.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr