5 batalhas que você deveria realmente se preocupar no casamento

Ao contrário de um exército em uma guerra, que precisa atacar toda ameaça e se defender de todo tipo de ataque, na vida cotidiana nem tudo que chega até nós merece atenção.

15,311 views   |   2 shares
  • Ao contrário de um exército em uma guerra, que precisa atacar toda ameaça e se defender de todo tipo de ataque, na vida cotidiana nem tudo que chega até nós merece atenção. E mesmo dentre as coisas que merecem atenção pode-se classificar diferentes níveis de importância.

  • Para fazer uma análise prática da forma como temos escolhido nossas batalhas e tornar esse processo mais consciente, podemos utilizar os seguintes filtros:

  • 1. Irritação/ Resolução

  • Uma mentira tentadora para quem costuma perder a calma é a de que se está irritado porque as circunstâncias ou outras pessoas o forçaram a isso, isentando-se da responsabilidade sobre o próprio humor. Quando não permitimos que situações externas interfiram em nosso estado de espírito, somos muito mais capazes de realmente resolver as coisas. Alguém que se irrita facilmente, dificilmente raciocina o suficiente para chegar a soluções eficientes.

  • 2. Sementes/ Frutos

  • Nossos pensamentos, atitudes e palavras são como sementes que plantamos em nosso jardim. Se plantarmos gritos e ofensas, certamente colheremos mágoas e relacionamentos abalados. Por outro lado, o velho truque de contar até 10 antes de responder ou reagir ajuda-nos a arremessar as sementes certas, que produzem frutos de cooperação e boa vontade. Respire fundo, fale com calma. Nem tudo que parece desesperador realmente é! Experimente ignorar o que puder passar batido. Gastamos muita energia emocional quando se envolve em toda questão. Selecione o que vale a pena, poupe-se!

  • 3. Eu quero/ Eu preciso

  • Muitas vezes, devido à distrações ou cansaço, acabamos tirando nossa própria vida de um caminho altamente recompensador por dar atenção demais a desejos momentâneos. Devemos sempre nos lembrar de pesar na balança o que eu quero com o que eu preciso e avaliar bem o desnível do peso, antes de tomar qualquer decisão.

  • 4. Agora/Longo Prazo

  • Para qualquer tipo de conquista é necessário esforço, por exemplo: Quando casais jovens decidem se casar e ter filhos, muitas mulheres deixam sua carreira de lado por vários anos afim de cuidar do lar e das crianças, enquanto o marido torna-se o provedor. Isso envolve sacrifício de ambas as partes e demonstra que eles têm uma ampla visão do que desejam a longo prazo – uma família bem cuidada e feliz.

  • É muito importante perseguir nossas grandes metas até atingi-las mesmo que para tanto seja necessário pagar com muitos agoras.

  • Advertisement
  • 5. Urgente/ Importante

  • Um telefone tocando não é mais importante do que um filho chateado esperando sua atenção, mas parece mais urgente, não é? Este é apenas um exemplo de como podemos perder de vista o que realmente nos importa em meio a uma rotina agitada.

  • Normalmente não refletimos sobre essas batalhas, a tendência natural é intercalar uma atividade a outra ordenando apenas pela conveniência, com isso, corremos o risco de deixar no fim da fila o que não deveria. Por isso, traçe objetivos e metas, classificadas pela importância, a cada manhã ou, pelo menos, a cada semana e esteja atento a forma como usa o precioso dom do tempo.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Suzana A. Ribeiro é autora dos livros: O Elo Forte, uma história contada por quatro gerações, Um Sonho Distante, o que existe além da memória e está escrevendo o terceiro volume da série.

Website: http://escritorasuzanaribeiro.blogspot.com.br/

5 batalhas que você deveria realmente se preocupar no casamento

Ao contrário de um exército em uma guerra, que precisa atacar toda ameaça e se defender de todo tipo de ataque, na vida cotidiana nem tudo que chega até nós merece atenção.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr