Sendo um pioneiro num mundo de seguidores: 12 dicas para viver a vida com harmonia e paz

Num mundo com tantas seduções que desviam nossas famílias, muitas vezes você tem que se posicionar, nem que esteja sozinho, pois na verdade, você nunca estará sozinho.

2,070 views   |   4 shares
  • O mundo precisa de pioneiros. Pessoas que defendam e vivam bons valores, que sejam exemplos de honestidade e retidão. Que estejam próximas às suas famílias, apesar de todas as opções sedutoras que existem. Que saibam dizer NÃO à podridão que entra em nossos lares através dos meios de comunicação e grupos organizados que recrutam adeptos a todo instante. Que se preocupem e cuidem individualmente dos membros de sua família e não larguem essa responsabilidade somente para a escola ou a sociedade.

  • Num mundo de seguidores, onde a maioria sequer pensa por si mesma e segue a moda, as novelas, o que uma pessoa famosa diz, faz ou como se veste, um comercial de TV, grupos, gangues, drogas, pornografia, etc., a necessidade de conhecer-se e saber o que se quer da vida, traçar metas, ser fiel aos mandamentos de Deus, e ainda viver em paz é um desafio que muitos desistem ou simplesmente sucumbem a ele, achando que não podem lutar contra e estabelecer sua própria vida.

  • Existem povos que deixaram suas casas, suas posses e conforto em busca de liberdade de religião, dignidade e uma vida melhor para suas famílias. Mesmo nossas famílias sofreram muito para que pudéssemos ter o que temos hoje.

  • Mas, como ser um pioneiro e priorizar o que realmente é importante na vida, em prol de sua família? Como evitar as seduções mundo afora sem ser marginalizado? Como criar uma família protegida, consciente, onde cada um defenda os valores que sustentam uma pessoa de bem e assim tenham paz, alegria, harmonia e recebam as bênçãos dos céus?

  • 1. Fazer a História da família.

  • Sim, estudar a história de sua família, aprender e ensinar os filhos como nossos ascendentes viveram e suportaram as dificuldades, traz a honra que borbulha em nosso sangue para mantermos nosso nome e herança, valorizando homens e mulheres exemplares que viveram antes de nós.

  • 2. Ler as escrituras

  • Da mesma forma, conhecer a história de reis, discípulos, profetas e do próprio Jesus Cristo, nos ensina que aqueles que são fiéis a Deus receberão seu galardão.

  • 3. Avivar a memória

  • Conforme o tempo passa, nossas lembranças diminuem e consequentemente nossa apreciação por aqueles que sofreram perante os desafios da vida. Aprender com os erros do passado nossos e de outros nos ajuda a honrarmos suas lutas e não nos deixarmos ser engolidos pelos perigos visíveis ou invisíveis. Buscar o aprendizado sempre ajuda a manter a memória ativa.

  • Advertisement
  • 4. Viver acima da moral

  • Depois da Segunda Guerra Mundial, os valores morais estão desaparecendo a cada dia. A descência e honestidade são assassinadas em nome da libertinagem, politicagem e anarquia que guiam os povos rumo a desastres, buscando prazeres legalizados e instantâneos enquanto enterram as alegrias da eternidade.

  • 5. Colocar a Divindade como a cabeça da família

  • Pais não estão sozinhos. Quando colocam o Pai Celestial e Seu filho Jesus Cristo à frente de sua condição e Os apresentam aos filhos e vivem sua fé de maneira humildemente prática dia após dia. Humildade para saber que não conseguimos fazer tudo sozinhos e não precisamos é o que nos traz paz.

  • 6. Controlar as paixões

  • Adquirir, conquistar, comprar uma porção de coisas serve somente para satisfazer uma carência que não é de coisas. O conforto legítimo inclui segurança e necessidades atendidas. O necessário que nos proporciona focar no que realmente importa. Coisas acabam. Memórias não.

  • 7. Eliminar definitivamente a violência de seu lar

  • Seja através dos jogos de vídeo game, filmes e principalmente palavras, atos e reações uns com os outros. Na história dos gregos e romanos que viviam num mundo bárbaro aprendemos que guerreavam para manter conforto, segurança e liberdade, e no final acabaram perdendo tudo. O vazio e a desolação de sua ruína os fizeram ver que sua ganância havia destruído suas famílias. Você pode impor limites aos filhos para educá-los sem usar qualquer violência.

  • 8. Decidir ser honesto

  • É uma decisão que se faz antes de uma situação onde envolva honestidade surgir. Se você decidir antes, não precisará ficar em cima do muro quando chegar a hora. Poderá ser aberto ao aprendizado, desde que este seja compatível com o seu valor.

  • 9. Exterminar condições viciantes

  • Dá mais trabalho, mas seja do início ou para corrigir um problema, estabeleça o equilíbrio entre trabalho, descanso, tempo com a família, lazer e atividade religiosa. Diga não a largar as crianças em frente a TV ou vídeo game. Diga não à pornografia. Diga não ao tabagismo, alcoolismo e todas as formas de passar o tempo que tirem a liberdade de ser e fazer o que mais importa: amar sua família e fazê-los sentir esse amor.

  • 10. Ser discreto e corajoso

  • Você não precisa gritar suas opções aos quatro ventos, seja com as pessoas à sua volta ou on-line. Desvencilhe-se da autoafirmação. Preocupe-se mais com o que Deus pensa de você, não os outros. Se necessário, defenda suas posições com firmeza, mas com sutileza, calma, amor. As outras pessoas apenas não enxergaram ainda o que você sabe. Elas também são filhas de um Pai Celestial amoroso, e sabemos que a resposta branda desvia o furor se precisar explicar uma injustiça.

  • Advertisement
  • 11. Investir em tempo de qualidade com a família

  • Isso requer ação, motivação e perseverança. Muitas vezes estamos cansados, sobrecarregados, decepcionados, e impacientes para ensinar de novo e de novo nossos filhos com brandura e sabedoria, mas a constância é o que traz sucesso. Criar tradições, colocar limites, fazer metas, desenvolver talentos, educar, exemplificar atitudes é necessário para criar filhos autoconfiantes que considerem seu amor e a bênção de um lar mais importantes do que qualquer outra coisa, além de sua fé em Deus.

  • 12. Aprender a agradecer

  • A atitude de reconhecer as bênçãos inclui ter uma atitude positiva, não apontar as falhas, mas focar nas qualidades. Agradecer as pessoas, resolver conflitos, amar para dissipar a raiva ou discussões, enfim, contar as bênçãos literalmente faz com que a paz interior que buscamos entre o que precisamos e o que queremos seja instantaneamente internalizada.

  • O dicionário define um pioneiro como “alguém que vem antes e prepara ou abre o caminho para outros o seguirem”. Hoje em dia, nós não precisamos desbravar fronteiras e colonizar terras, mas podemos e precisamos ser pioneiros e liderar nossas famílias com exemplos de retidão, evitando decepções e aprendendo com os erros alheios.

  • Todos nós podemos ser pioneiros. Num mundo de seguidores, podemos escolher ser um seguidor do Exemplo maior dos Pioneiros, e sermos pioneiros em Seu exemplo, vivendo essa escolha com alegria pois não nos decepcionaremos.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Sendo um pioneiro num mundo de seguidores: 12 dicas para viver a vida com harmonia e paz

Num mundo com tantas seduções que desviam nossas famílias, muitas vezes você tem que se posicionar, nem que esteja sozinho, pois na verdade, você nunca estará sozinho.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr