Estou esgotada! Quase pirando!

É esse o grito de socorro de muitas mães que têm bebês, filhos pequenos, filhos jovens e filhos grandes com dificuldades! O que se pode fazer para minorar isso?

12,341 views   |   71 shares
  • Mães com filhos que ainda são bebês e que têm dificuldades para dormir (essas mães se tornam verdadeiras "zumbis" durante o dia), isso quando não têm de trabalhar fora; mães com filhos especiais, que requerem atenção especial e constante; mães com filhos jovens que se envolveram com drogas e outros crimes, e que podem já estar presos por isso; mães com filhos adultos que se separaram de seus cônjuges, às vezes levando toda a "bagagem" para a casa dos seus pais, que acabam também ficando esgotados.

  • Mães com filhos desempregados ou doentes (pequenos, adultos já velhos).

  • Mãe sempre é mãe.

  • Pelo menos no Brasil, mãe só fica feliz se os filhos estão bem.

  • Em alguns países, certas mães conseguem se "desligar", julgando que já fizeram sua parte, e "lavam as mãos" para tudo o que acontece com seus filhos depois de casados.

  • Não é propósito deste artigo emitir julgamento de quem está certo.

  • Por aqui, em nosso país, a maioria das mães não se desliga nunca dos filhos: "Coitado do meu filhinho... (que já tem 43 anos!) Está sofrendo tanto no casamento!".

  • Leia: Eu nunca serei uma mãe perfeita

  • O que fazer, então, quando não vai tudo bem com os filhos?

  • É difícil mesmo as mães terem sossego total com os seus filhos, principalmente se elas têm vários...

  • Um ditado antigo é verdadeiro, pelo menos no Brasil, e em países com cultura similar ao nosso: "Filho criado, trabalho dobrado".

  • Se você é uma dessas mães esgotadas, prestes a ter um "piti" ou "rodar a baiana", preste atenção nas dicas deste artigo, pois podem ser úteis, porque vieram de um avô que já viu sua esposa passar por tudo isso (como mãe e como avó).

  • E ela ainda não desistiu de nada, apesar de tantas dores físicas, depressão, muitas noites e dias de choro: ela ainda tem fé que as coisas podem sempre melhorar.

  • Nada como um dia depois do outro.

  • Atitude e perspectiva

  • Essa é uma das coisas difíceis de se aprender, mas que é fundamental! No presente caso, as mães que se esforçam ou se esforçaram tanto para criar os seus filhos da melhor forma que puderam têm de ter uma atitude positiva, ficarem firmes quando os problemas surgirem e não jogarem a culpa em si mesmas. Acreditem, não é culpa sua seu filho ter problemas (a não ser que você tenha tido uma vida totalmente desregrada na gravidez, usava drogas, ou que use de violência física ou psicológica com ele).

  • Advertisement
  • A "culpa" não é de ninguém

  • Aceite o que não pode ser mudado. E lute dentro de suas possibilidades para mudar o que pode ser mudado.

  • A vida não é fácil para ninguém

  • Não se ache "a última bolacha do pacote". Você vai ter de "ralar" como a maioria das mães... A vida é assim.

  • Esteja disposta a enfrentar desafios quase insuperáveis para ajudar seus filhos, que são seu maior tesouro.

  • (Os maridos não se sintam menosprezados, por favor, mas o assunto aqui é mais para as mães, ok?)

  • Leia: 10 superpoderes de mãe

  • Consolo do Apóstolo Paulo

  • Uma vez que a grande maioria das mães brasileiras é religiosa, vou usar as sábias palavras do grande Apóstolo Paulo, onde ele diz o seguinte: "Se esperamos em Cristo só nessa vida, somos os mais miseráveis de todos os homens" (I Coríntios 15:29).

  • Temos de ter fé numa vida futura! Isso é fundamental para vivermos os desafios e passarmos bem pelas provações que todos enfrentamos nesta vida mortal, sem nos tornarmos pessoas amargas.

  • Com o Evangelho, tudo sempre é mais fácil. As promessas futuras são muito grandes e gloriosas.

  • Outros consolos

  • "A única coisa permanente, nesta vida, são as mudanças". Hoje as coisas podem estar assim, amanhã poderão estar melhores.

  • Os anjos existem

  • Não os vemos, mas estão por toda parte. Peça ajuda ao Pai Celestial, para que os anjos lhe ajudem. De forma invisível, mas perceptível, eles ajudarão. É interesse também do Pai Celestial que você crie bem os seus filhos.

  • Estude

  • Estude o que puder sobre crianças, sobre jovens, sobre o problema específico que eles passam, para encontrar respostas. "Se você estiver andando, é possível ser guiada pelo Alto. Parada, é difícil você ser dirigida."

  • Busque ajuda

  • Com parentes, amigos que já passaram pelo problema ou com profissionais. Pondere os conselhos para ver se procedem, pois nem todo palpite alheio é para ser seguido, mas sim para ser ouvido e ponderado antes de ser aplicado. Ninguém sabe melhor do que você o que é melhor para os seus filhos.

  • Confie em si mesma!

  • Você é uma filha de Deus com direito a ter inspirações a respeito de como criar os seus filhos.

  • Nem sempre se acerta, contudo. Não conheço nenhum curso universitário para se ser "mãe" (pode até ter, mas eu ignoro).

  • Então, faça o seu melhor, e confie em Deus e Ele fará o resto, nesta vida ou na outra.

  • Advertisement
  • Leia também: Querida mãe sozinha...

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

Estou esgotada! Quase pirando!

É esse o grito de socorro de muitas mães que têm bebês, filhos pequenos, filhos jovens e filhos grandes com dificuldades! O que se pode fazer para minorar isso?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr