Cuidados com a saúde que uma mulher de 50 anos ou mais deve ter

Completar 50 anos já deixou de ser sinônimo de velhice. Cada vez mais vemos mulheres maravilhosas e ativas nessa idade. E você, como está?

8,922 views   |   115 shares
  • Com a expectativa de vida aumentada para em média 77 anos, a mulher aos 50 costuma estar em plena atividade física e intelectual, produzindo, trabalhando e se relacionando amorosamente. Ninguém ousaria dizer que mulheres como Paula Toller, Demi Moore, Sharon Stone, Luiza Brunet e outras beldades sejam velhas.

  • Além da situação econômica privilegiada que essas mulheres desfrutam, elas têm qualidade de vida e cuidados com a saúde, o que não costuma ser a situação da maioria das mulheres brasileiras que chegam a essa idade.

  • A Revista Gaúcha de Enfermagem em sua edição de junho de 2015, traz dados preocupantes sobre a atenção da saúde pública com a mulher de 50 anos ou mais. A revista publicou uma pesquisa que concluiu que as mulheres com mais de 50 estão em vulnerabilidade. Não existem programas voltados para essa faixa como para as mulheres em idade fértil. Porém, isso não impede que as mulheres acima de 50 busquem acompanhamento médico no SUS para o climatério, menopausa e saúde no geral.

  • Como deve se alimentar uma mulher nessa faixa etária

  • A mulher de 50 anos em sua maioria está na menopausa e já cessaram os períodos menstruais, o que significa menor risco para anemia. Ainda assim a alimentação deve incluir fontes de ferro como feijão, vegetais verde-escuros, lentilha, frutas secas, ovos e carne, especialmente a carne vermelha. É importante também comer frutas e legumes que forneçam vitamina C, pois esta ajuda a fixar o ferro no organismo. Alimentos como manga, kiwi, morango, melão e melancia, e vegetais como brócolis, tomate, repolho, pimentão, batata e espinafre são ótimas fontes de vitamina C.

  • Hidratar-se também é importante, especialmente a partir dos 50. Tome quantidades adequadas de água ao longo do dia.

  • Outro cuidado com a alimentação para essa faixa é com relação ao cálcio. E ao contrário da crença geral, a melhor fonte de cálcio não são os laticínios. Eles fornecem cálcio, mas esse cálcio só irá para os ossos em presença de magnésio. O ideal é usar brócolis, sardinha, linhaça, semente de gergelim, grão de bico e chia, que além do cálcio fornecem fibras, ômega 3 e ferro.

  • A vitamina D ajuda a fixar o cálcio e pode ser conseguida através da exposição ao sol por 20 minutos (sem filtro solar). Especialmente o sol do meio-dia. E não se preocupe, isso não causará câncer de pele. Use o filtro solar se decidir ficar mais que 20 minutos ao sol. Se optar por suplemento de vitamina D, procure o médico. Doses diárias devem ser por volta de 10.000 UI. Menos que isso terá pouco ou nenhum efeito, já que os 20 minutos ao sol fazem a pele produzir em média 20.000 UI.

  • Advertisement
  • Leia: Saia da rotina: 8 dicas para aproveitar as viagens na melhor idade

  • Mexa-se

  • O exercício físico é importante em todas as fases da vida e não é aos 50 ou mais que essa necessidade irá cessar. A natureza não é boazinha para essa faixa etária, enquanto uma jovem de 25 anos com 58 quilos, tem 27% de gordura na composição de seu peso, a mulher de 50 anos e mesmo peso terá 40% de gordura corporal. Para reverter essa tendência o exercício aeróbico e a musculação são necessários. Um bom exemplo de drible na má forma que os 50 costumam trazer é Solange Frazão, personal trainner de 53 anos - está certo que ela sempre fez exercícios, mas se ela pode, qualquer uma pode ter músculos definidos nessa idade.

  • Se o objetivo for manter a forma sem ganhar músculos, uma caminhada de 40 minutos três vezes na semana já trará muito benefício. Além de tudo é bom para a sexualidade que costuma declinar nessa idade. Caso seja necessário, faça reposição hormonal com hormônios bioidênticos já que os tradicionais podem causar câncer, infarto e/ou AVC. Converse com seu ginecologista, ele deve ser seu melhor amigo nessa fase.

  • Mantenha-se ativa

  • Não jogue a toalha achando que está velha. Conheço muitas mulheres nessa faixa que estão iniciando uma carreira - uma de minhas amigas formou-se como coaching recentemente, outra terminou a segunda faculdade como fisioterapeuta. Algumas mudando de atividade (de advogada para artesã), uma está escrevendo um livro e outra casou-se em dezembro. Nessa faixa temos muito em que contribuir - temos experiência, vivência e sabedoria que só a idade pode trazer.

  • Aprenda algo novo, ensine o que sabe, ajude, sirva, ame, sonhe e desafie a si mesma. Você ainda tem muito chão pela frente.

  • Leia: A aventura da terceira idade

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Cuidados com a saúde que uma mulher de 50 anos ou mais deve ter

Completar 50 anos já deixou de ser sinônimo de velhice. Cada vez mais vemos mulheres maravilhosas e ativas nessa idade. E você, como está?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr