Seu filho está desfraldando? Você não pode perder estas dicas!

Você não pode perder estas dicas para um desfralde tranquilo e sem traumas.

5,411 views   |   40 shares
  • O desfralde é um tempo de desenvolvimento da paciência, principalmente para a mãe ou aqueles que cuidam da criança durante este processo.

  • É uma fase difícil, onde muitas vezes a criança já quer desfraldar, mas não tem a disciplina necessária para isso. Como muitos pensam, não há uma idade mínima ou máxima para o desfralde. Precisamos obedecer aos limites da criança e o tempo do adulto. Isso porque o adulto precisa de tempo para limpar a bagunça que se tornará mais frequente durante os dias de desfralde, e da criança que precisará que seu cérebro envie novos comandos. Pois com as crianças os comandos são um pouco diferentes do que os adultos. O cérebro está acostumado a receber a vontade e a criança já liberar na fralda. Para a criança se acostumar que precisa ir ao banheiro e que demora um tempo para chegar lá, demora alguns dias.

  • Antes de tudo, perceba os sinais que seu filho está dando para não pressionar a criança. Como falei acima, não há uma idade padrão, isso a criança quem vai ditar, mas perceba seus sinais para não causar traumas ou forçar algo precoce. Quando a criança está pronta para o desfralde, ela geralmente começa a arrancar as fraldas, se sente incomodada, com isso passa a ficar muito tempo seco ou a se contorcer quando sente vontade. Algumas crianças começam a acompanhar as mães durante a ida ao banheiro, pois passam a querer saber mais sobre aquele local que até aquele momento era notado somente na hora do banho.

  • Tire um tempo para o desfralde

  • A criança precisa ter rotina e um acesso fácil ao local onde poderá fazer suas necessidades. Muitas pessoas acham nojento, mas o pinico é o ideal. Usar redutor de vaso no início é complicado porque às vezes a criança não consegue segurar até chegar no banheiro, colocar o redutor e abaixar a calça. Esse processo é muito demorado. Então a dica é: deixe um penico sempre no mesmo local, que seja de fácil acesso, e que a criança possa utilizar sem precisar solicitar a todo o momento. Imagine você na sua casa, e quando vem uma vontade louca de ir ao banheiro, você ainda precisa procurar onde o banheiro está... que aflição! É isso que a criança sente quando não tem um lugar certo para o penico. Ela se sente perdida.

  • Advertisement
  • Dentro desta dica, precisamos entender que por no mínimo 5 dias a criança precisa estar em casa, em um local conhecido, onde ela se sinta à vontade. Evite muitas saídas em locais públicos onde ela não poderá utilizar o banheiro ou passeios longos de carro onde você provavelmente optará por colocar uma fralda. Lembre-se, a criança está em processo. Ela precisa se acostumar, e isso não leva somente 1 ou 2 dias.

  • Tente não ficar estressado

  • Mantenha a calma quando você perceber que pela quarta vez consecutiva o xixi foi feito no sofá. O grito ou a bronca só retarda o processo. Ao invés disso, explique novamente sobre o xixi, e mesmo que a criança já tenha feito tudo, leva-a ao local do penico coloque-a sentada para que ela entenda que aquele é o local correto.

  • Eu indico que o desfralde seja feito durante o verão. Principalmente no Brasil, as casas são muito frias e a maioria das pessoas não usa secadora. Isso dificulta o processo de lavar roupa. E posso garantir, quando você perceber, depois de um longo dia de escapadas, quase todas as roupas estarão no cesto. Mas isso não é uma regra, você pode começar o desfralde quando quiser.

  • Você conhece alguém que tem dificuldades de utilizar o banheiro sem ser o de sua casa?

  • Eu conheço muitas! Já soube de uma situação onde um rapaz, recém-casado, não conseguia utilizar o banheiro de sua nova casa. A vergonha às vezes é implícita. Não que a pessoa não queira utilizar o banheiro, ela simplesmente não consegue. Isso pode acontecer quando houve algum trauma durante o desfralde (não estou afirmando que todas as pessoas que tem prisão de ventre sofreram algum trauma na infância). Não brigar ou fazer cara de nojo ajudam no processo. A criança tem que perceber que este é um processo natural, não que ela tem algo nojento ou desagradável que sai dela.

  • Após estas dicas, não ache que tudo fluirá às mil maravilhas. Mesmo quando a criança já pede para utilizar o banheiro, você ainda precisará levar algumas mudas de roupa na bolsa. Muitas vezes quando menos esperamos acontece um imprevisto. Isso é muito normal. Mas não perca a força de vontade, continue calma que tudo dará certo.

  • Se seu filho vai para a escola, peça ajuda às educadoras. Vocês serão aliadas daqui para frente. Não adianta seu filho ficar sem fralda somente em casa quando chegar da escolinha. Se isso ocorrer, os acidentes serão mais frequentes.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Hevelyn Klegues é casada, mãe de uma boneca linda e formada em massoterapia. Seus principais livros de cabeceira são sobre como lidar com pessoas, como ser e formar líderes. Quando não está viajando, adora assistir a filmes e seriados de ação e suspense. Ama ler, passear ao ar livre e viajar com a família.

Seu filho está desfraldando? Você não pode perder estas dicas!

Você não pode perder estas dicas para um desfralde tranquilo e sem traumas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr