5 mitos que ameaçam o casamento

Certas crenças infundadas prejudicam o relacionamento e fomentam a insegurança, o engano e a desilusão. Melhor conhecê-las para se livrar delas.

2,163 views   |   18 shares
  • O relacionamento a dois é cercado por nuances particulares que o tornam único e diferenciado. Cada casal desenvolve sua própria dinâmica relacional e se cerca de comportamentos singulares, muitas vezes inconscientes, que os diferencia e distingue. Por isso é preciso muito cuidado para não se deixar influenciar pelo julgamento alheio: cada casal é uma ilha perante a sociedade.

  • Algumas generalizações são tão marcantes que podem prejudicar muito, envenenando os relacionamentos de forma, muitas vezes fatais; são os chamados mitos ameaçadores. Enumerei alguns:

  • 1. Encontre a pessoa perfeita para você

  • Você pode trocar a vida inteira de par, mas não vai achar ninguém que seja exatamente como você gostaria, melhor aceitar logo isso. A boa notícia é que você também pode ser aceito(a) mesmo não correspondendo totalmente às expectativas do outro. Nossa família, nossos pais e nós mesmos não somos perfeitos, então como pretender que alguém se encaixe em nosso padrão de perfeição? É total contrassenso.

  • 2. Quem ama não se deixa atrair por outra pessoa

  • Perdoem os românticos e simplistas que afirmam catedraticamente que "quem ama não trai", mas na vida real nada é tão taxativo, o comportamento humano é muito mais complexo. Especialistas afirmam que cada caso é um caso e não se pode generalizar. Segundo afirma a psicóloga e psicoterapeuta Olga Tessari: "Um dos motivos que mais causa a separação de casais é a traição. Mas nem sempre ela vem acompanhada do fim do amor ao parceiro".

  • 3. Quem ama não quer mudar o outro

  • Seria mesmo o ideal, mas na prática, mesmo amando muito, sempre queremos mudar alguma coisa no outro, infelizmente. O problema maior é que queremos que o outro nos aceite como somos ou não nos sentimos amados. Acreditamos que quem nos ama precisa nos aceitar, mas o inverso não é verdadeiro. É preciso entender que toda mudança que represente harmonia interior é muito positiva, mas necessariamente voluntária. Assim o ideal é que parta de nós mesmos a predisposição de melhorarmos como seres humanos e, consequentemente, como parceiros.

  • Advertisement
  • 4. O ciúme é o tempero do amor

  • Não acredite que a possessividade possa de alguma forma ser positiva em um relacionamento. Ciúme é insegurança e baixa autoestima, uma doença que não tem nada de positivo. Ninguém pode se sentir feliz sendo controlado e sufocado. Para que o relacionamento seja saudável a individualidade de ambos precisa ser respeitada.

  • 5. Quem ama não discorda

  • Isso é o cúmulo da imaturidade! Você só se sente amado(a) quando ele(a) aceita tudo o que você quer? Você quer um(a) companheiro(a) ou uma marionete? O casamento, já o dissemos, não é a união de iguais, e sim de pessoas diferentes que desejam conviver embora os desacordos. A ideia das "almas gêmeas" é infantil e irreal, assim como a "tampa da panela" ou a "metade da laranja". Viva atrás disso e perca a oportunidade de construir um relacionamento real, pautado no respeito e no amor.

  • Na busca desenfreada pela felicidade muitos casais têm perdido o rumo, ignorando o que cabe a cada um na busca da construção de um relacionamento sadio e feliz.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

5 mitos que ameaçam o casamento

Certas crenças infundadas prejudicam o relacionamento e fomentam a insegurança, o engano e a desilusão. Melhor conhecê-las para se livrar delas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr