6 razões para nunca deixar seus filhos participarem de noites do pijama

Nada de bom acontece a altas horas da noite. Falo isso por experiência própria.

385,272 views   |   2,080 shares
  • 1. Ninguém precisa dormir na casa de ninguém, exceto em sua própria casa

  • Isso não é necessário. Diversão? Talvez. Até os pais pegarem no sono e o mau comportamento começar. Dormir é algo para ser feito em casa, em segurança. Deixe-os brincar o quanto quiserem, mas quando for a hora de ir para casa e ir para a cama, é hora de ir para casa e dormir. Em casa. Deixe seus filhos voltarem para brincar no dia seguinte, e no próximo, mas dormir tem que ser em casa. Ponto final.

  • 2. Você não conhece as pessoas tão bem quanto pensa

  • Quão bem você conhece as pessoas com quem seu filho quer participar de uma noite do pijama - os amigos de seu filho e os pais deles? Você somente os vê na igreja? Ou no futebol? Talvez você até mesmo nem saiba seus nomes. Você já esteve em suas casas? Sabe o que realmente acontece lá? Há coisas acontecendo nas casas dos amigos de seus filhos a que você não gostaria que seus filhos estivessem expostos? Você realmente quer seus filhos na casa dos outros, onde todo mundo fica circulando à vontade de pijamas? Devemos realmente conhecer uns aos outros intimamente? Acho que não.

  • 3. Nada de bom acontece a altas horas da noite

  • Escute, sei do que estou falando. Fui anfitriã e participei de noites do pijama suficientes quando era criança. Algumas foram horríveis e outras divertidas, mas no final, geralmente havia algum acontecimento desagradável que faziam as meninas "jurarem pela própria vida que jamais contariam". Atirar papel higiênico e ovos nas casas das pessoas com quem você estava zangada ou por quem estava apaixonada. Tão imaturo. E na minha época, as crianças eram levadas para a delegacia e seus pais eram chamados, caso seus filhos fossem apanhados atirando papel higiênico.

  • E naquela noite em que uma das minhas amigas decidiu contar-nos tudo a respeito de como as meninas ficavam menstruadas? Foi horrível e me deu pesadelos. Felizmente, em um programa da escola de orientação sobre a puberdade, aprendi que não iria crescer uma massa Alien de óvulos do lado de fora da minha barriga que acabaria explodindo e eu sangraria quase até a morte.

  • A maioria dessas travessuras é considerada "diversão inocente", mas é realmente muito cruel para alguns. O que há de inocente em esperar alguém pegar no sono para roubar seu sutiã e congelá-lo em uma jarra de leite? O que há de amável em dar a uma pessoa comprimidos para dormir sem que ela saiba, esperar que pegue no sono para, então, pintar todo o seu rosto com pincéis marcadores; despejar um vidro de perfume barato sobre ela, e acordá-la para tirar uma foto? Nada. Nada mesmo! Essas coisas aconteceram comigo, feitas por minhas "amigas" da igreja.

  • Advertisement
  • Eu era nova na cidade e pensei haver feito algumas boas amigas. Isso foi o que fizeram a mim para me "iniciar". Eu não gostei. Após a segunda noite do pijama com essas garotas, quando a anfitriã trouxe o proibido tabuleiro Ouija [para a invocação de espíritos, como o jogo do copo], e tentou forçar todas a jogar, eu recolhi minhas coisas e fui para casa, porque havia aprendido a não participar desse tipo de coisa. As garotas riram de mim e isso arruinou-me socialmente por um tempo, mas ainda assim fui para casa e nunca mais fui a outra noite do pijama.

  • 4. Por que você iria querer se colocar em posição de ser acusado injustamente?

  • E se os seus filhos fossem os anfitriões em uma noite do pijama em sua casa? E você vestisse seu pijama e desse uma volta pela casa? Afinal de contas, a casa é sua. E se você decidisse assistir ao filme com as crianças? E se o filho de alguém não entendesse algo que você dissesse ou fizesse, e fizesse acusações? E se uma criança simplesmente decidisse inventar uma história sobre você ou sua família para se vingar de seu filho? Isso acontece, pessoal. Realmente acontece. Quando proibimos outras pessoas de dormir em nossas casas, todos ficam protegidos.

  • 5. Noites do pijama devem ser para familiares muito próximos, apenas em circunstâncias especiais

  • Ainda assim, digo isto com cautela. Muitas pessoas não deveriam deixar seus filhos dormirem com seus familiares. Só porque vocês são parentes, não significa que você queira que seus filhos fiquem expostos a determinados ambientes nas casas de seus parentes. Não tenha medo de ofender. Nós não tivemos. Seus filhos são a sua principal e mais importante responsabilidade. Leve isso a sério.

  • 6. Tenha uma regra "sem noite do pijama" e cumpra-a

  • Quando nossos filhos eram muito pequenos e os convites começaram a chegar, nós lhes dissemos que tínhamos a regra "sem noite do pijama" e explicamos o porquê. Eles foram convidados a participar até às 10 ou 11 da noite, então voltavam para casa e dormiam em suas próprias camas. Se eles quisessem voltar lá na manhã seguinte para o desjejum, tudo bem.

  • Fiquei surpresa em ver como isso funcionou bem e o quanto alguns pais apoiaram. Sei que meus filhos foram deixados um pouco de lado por seus amigos, mas por nunca termos vacilado com relação a isso, havia uma firme expectativa e isso era respeitado, ainda que mal interpretado. Sei que, por vezes, nossos filhos ficaram muito desapontados, mas conseguiram superar. De qualquer maneira, nosso trabalho, como pais, nunca foi dar-lhes tudo o que queriam, mas tem sido protegê-los e ensiná-los. Nós nunca terceirizamos essa responsabilidade.

  • Advertisement
  • Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original 6 reasons you should never let your kids have sleepovers

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Gina Holt é nativa de Utah e é uma esposa e mãe de dois filhos.

Website: http://becomingcream.blogspot.com

6 razões para nunca deixar seus filhos participarem de noites do pijama

Nada de bom acontece a altas horas da noite. Falo isso por experiência própria.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr