Você é persistente, teimoso ou resiliente?

Nós gostamos de pensar que nós somos “persistentes”, mas não gostamos de gente “teimosa”. Qual a diferença? E agora falam em uma tal de “resiliência”... O que é isto?

3,393 views   |   44 shares
  • Qual a diferença entre persistência e teimosia? Os dicionários dizem que Persistente é aquele que é "constante e firme", " insistente" e também "sobrevivente". E aqui neste "Dicionário" , diz que persistente é "aquele que não desiste de seus objetivos".

  • E o que será que os dicionários dizem que é teimosia? O significado de teimosia é "obcecado", "caprichoso" e "(quem tem) repetida obstinação com as próprias ideias". Os teimosos são difíceis de mudarem de opinião, mesmo se estiverem errados!

  • Persistente ou teimoso?

  • Acho que agora podemos dizer, então, que um persistente é alguém que é constante, firme e que vai sempre em frente, não desistindo nunca, apesar dos muitos obstáculos que a vida coloca em seu caminho.

  • O teimoso, porém, embora possa até parecer um persistente, é diferente: teimoso é aquele que tem dificuldade para mudar de ideia, mesmo que a ideia que ele tenha esteja errada. Ele não aceita opinião dos outros, não aceita conselhos.

  • Existe um exemplo de persistência que me impressionou: um tipo de carrapato fêmea (daquele grande e gordo), que pode ficar sem se alimentar por até 10 anos, escondido, esperando sua presa! Isso é que é persistência!

  • Resiliência

  • E resiliente, o que é? O que significa ter resiliência? Resiliência é a capacidade que as pessoas (ou alguns materiais) têm de suportarem fortes pressões e depois conseguirem voltar ao normal sem ter perdido sua força e capacidade.

  • Na verdade, uma pessoa pode ser as três coisas juntas: persistente, teimosa e resiliente.

  • Teimosia, porém, é um traço que devemos ir tirando de nossa personalidade, pois mudar de ideia não é vergonha nenhuma. Quando alguém traz argumentos convincentes a respeito de alguma coisa, é sábio ouvirmos atentamente e mudarmos de opinião, se constatarmos que estamos mesmo errados. Pedir desculpas quando erramos é sinal de força e não de fraqueza.

  • O ideal, então, é sermos persistentes e termos grande resiliência. Só que isso, como todos sabemos, não é fácil...

  • A vida é uma grande forja

  • Para se forjar (fazer) uma boa espada, o aço é esquentado até ficar vermelho, quando então o ferreiro bate nele com a marreta muitas vezes, e depois coloca o aço num líquido, para esfriar. Repete o processo várias vezes, até que o aço fique realmente resistente, e se torne uma boa e resistente espada.

  • Advertisement
  • Só que nesse processo, tem aços que não resistem: trincam e quebram, e são jogados fora, pois não se tornarão uma boa espada.

  • A vida faz o mesmo conosco, e somos constantemente provados para ver se nos tornamos um bom aço ou se "trincamos". Só que no nosso caso, mesmo "trincados", às vezes, podemos nos regenerar - isto é, podemos nos levantar - e tentar de novo. E de novo. E de novo.

  • Todos passam pelo "fogo do ourives" na vida, mas os persistentes e os que têm resiliência vão em frente, sem nunca desistir.

  • Não desista, apesar das dificuldades

  • Um ex-diretor de produção da Ford, Charles Sorensen, disse certa vez: "Não são os incompetentes que destroem uma organização. Os incompetentes nunca atingem uma posição em que possam destruí-la. Aqueles que já realizaram algo, e querem descansar sobre suas realizações é que estão sempre emperrando o andamento das coisas".

  • É verdade. Por isso, mesmo que tropecemos, caiamos, nos machuquemos e soframos até quase ao limite de nossas forças, sejamos persistentes, até conseguirmos superar aquilo que nos aflige. "Não tem mal que sempre dure", diz um provérbio. Acima das nuvens escuras nos dias de tempestade, o sol continua brilhando, radiante como sempre.

  • Tudo passa nesta vida. E depois de passada a tempestade, estaremos mais fortes do que éramos antes, e a alegria de viver voltará, com a diferença de que estaremos mais preparados para enfrentar outras tempestades que vierem.

  • A mão de um lavrador, quando usa a enxada pela primeira vez, enche-se de bolhas, assim como as pontas dos dedos de quem aprende um instrumento de corda, como violão ou violino.

  • Persistindo, porém, o lavrador e o aprendiz de música verão que tais bolhas se transformarão em pequenos calos, e ficará cada vez mais fácil para se executar seu trabalho.

  • Da mesma forma a ponta dos dedos de um(a) dançarino(a) de balé, que fica nas pontas dos dedos dos seus pés: é preciso muita persistência para que os dedos dos pés suportem o peso do corpo todo!

  • Tente imitar um(a) bailarino(a)! Tente ficar na ponta dos pés como eles fazem! Parece impossível, mas eles conseguem, depois de muita persistência.

  • Persistência sempre

  • Não perca e nem desista de seus sonhos! Continue sempre em frente, mesmo que as coisas pareçam quase instransponíveis. Com a persistência, e a constância, você verá que um dia, mesmo que demore, você conseguirá o que almeja conseguir.

  • E as coisas que são obtidas com muito sacrifício têm muito mais valor!

  • Advertisement
  • Portanto, não desista nunca!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

Você é persistente, teimoso ou resiliente?

Nós gostamos de pensar que nós somos “persistentes”, mas não gostamos de gente “teimosa”. Qual a diferença? E agora falam em uma tal de “resiliência”... O que é isto?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr