7 coisas que eu gostaria de não ter feito quando descobri que meu cônjuge estava me traindo

A pessoa traída precisa evitar cometer 7 erros que, se cometidos, causará uma amargura por todos os dias de sua vida.

11,025 views   |   39 shares
  • A vida é feita de momentos que giram em torno de nossas escolhas, alguns deles desejamos que sejam eternos, já outros gostaríamos que nunca tivessem existido, no entanto, os dois existem e são essenciais para nosso desenvolvimento pessoal.

  • Embora seja o sonho de muitos começar a vida junto da pessoa amada. Entretanto, nem todos dão o mesmo valor para a comunhão sagrada do casamento, dando lugar ao egoísmo ao invés do amor, e a falta de dignidade cria rupturas no relacionamento.

  • Para muitas pessoas que foram feridas, enfrentar o fim do relacionamento é uma dor profunda que afeta milhões em todo o mundo e são poucos os casais que terminam seus relacionamentos bem.

  • Baltasar Gracian disse: "Não há maior vingança que o esquecimento".

  • O fim do relacionamento provoca desespero naqueles que acreditavam terem encontrado "o par perfeito" e esse sentimento é tão grande que os levam a cometer 7 coisas das quais eles nunca desejaram ter feito, mas a dor e as mágoas os cegaram a ponto de perderem o controle de si mesmos.

  • 1. "Pagar com a mesma moeda"

  • Quando um relacionamento termina e um dos motivos é devido à traição por uma das partes, surgem os sentimentos de injustiça e ódio e também o desejo de "pagar com a mesma moeda", ou seja, vingar-se. E muitos o fazem. Infelizmente, a vingança não beneficia nenhum lado porque ela é um dos piores males que há no mundo, ela foi e sempre será a destruição de muitas famílias.

  • Uma amiga casada há 20 anos, descobriu que era traída muitas vezes por seu marido. Ela relatou-me em lágrimas: "Eu me senti um nada, não acreditava que ele havia feito isso comigo, eu fiz meu melhor por ele e ajudei ele a ser quem ele é, agora ele me faz isso. Mas eu me vinguei, na mesma semana me deitei com outro homem, e após 6 meses eu me divorciei de meu marido. Eu confessei a ele o que havia feito, ele me perdoou e eu havia perdoado a ele, contudo, eu não conseguia me perdoar, olhar para ele e saber no que eu havia me tornado me fazia muito mal, então, eu pedi o divórcio."

  • É isso o que a vingança faz, ela lhe proporciona sentimento de "justiça feita" momentânea, porém, sabemos que vingança é fruto do ódio e nela só encontramos dor e culpa.

  • O melhor a fazer quando somos feridos e traídos é esquecer. Parece impossível, mas com muita oração e empenho será possível seguir em frente.

  • Advertisement
  • 2. Armar escândalos

  • Eu conheci e presenciei mulheres fazendo escândalos, de tão feridas que estavam. Ao invés de buscarem a cura para si próprias, elas escolhiam brigar ao ponto de agredirem e serem agredidas. Eu sentia-me triste por ter presenciado o desespero delas, no entanto, eu aprendi com elas o que eu nunca deveria fazer. Quando preciso dar um ponto final na minha vida amorosa, eu apenas agradeço por tudo e peço que se vá.

  • Aceitar que acabou é um passo difícil, porém, possível! Escolher deixá-lo ir é a coisa certa a fazer.

  • 3. Colocar os filhos contra o cônjuge

  • Ninguém melhor do que você para saber como dói o sentimento de traição e por mais que você esteja lutando, mas, você percebe que não está conseguindo superar, procure ajuda profissional, espiritual ou familiar, assim você terá forças para lidar com tudo isso. Mas, por favor, não use os filhos para vingar-se do pai deles.

  • É importante lembrar que casais podem se separar, tornarem-se ex-marido e ex-mulher, entretanto, não há desobrigação para o chamado de pai e mãe, são responsabilidades eternas, por isso que os pais estão ligados, através dos filhos, para toda a vida.

  • Os filhos não têm culpa das escolhas dos pais. O bem-estar dos filhos precisa estar acima de qualquer coisa.

  • 4. Sair falando de porta em porta sua tragédia

  • Há um ditado popular que minha bisavó dizia: "Roupa suja lava-se em casa". Eu nunca me esqueci dessas palavras e trago-as para minha vida. Por mais decepcionada que você esteja e por mais que você se sinta injustiçada, sair contando para toda vizinhança ou ligar para suas irmãs, cunhadas e amigos e expor sua tragédia não mudará o ocorrido, talvez até piore a situação, pois muitos podem tomar sua dor, e outros que você menos esperava podem ficar do lado do seu ex-marido. Não esqueça que você os obrigou a escolher um lado.

  • Quando não se deseja "palpites ou intromissões", melhor não dizer nada para quem nada pode fazer por seu casamento.

  • 5. Expor a dor nas redes sociais

  • Alguns meses atrás, entrei no meu Facebook e lá estava um texto com xingamentos e palavras imundas por parte de uma pessoa querida, direcionada ao seu ex-marido por traí-la. Muitos incentivavam ela a ignorar e outros a incentivavam à violência.

  • Uma pessoa especial e educada como ela deixou que o ódio e a mágoa a fizessem esquecer de quem ela era. Expor sua vida só a diminuiu e demonstrou o quanto ela estava desesperada. Sim, ela tinha o direito de estar assim! No entanto, ela não precisava ter se humilhado da forma como o fez.

  • Advertisement
  • Precisamos ter o cuidado, pois, o desespero e a carência nos fazem esquecermos de quem nós somos.

  • 6. Culpar-se

  • Quando um relacionamento termina é porque ambas as partes erraram. E erra mesmo! O casamento é um processo de aprendizado e nem sempre vamos acertar. Entretanto, a traição não tem nada a ver com as falhas do relacionamento, e sim com a covardia e egoísmo de quem cometeu o ato.

  • Às vezes, a dor é tão profunda da traição que leva a pessoa traída a imaginar que não era boa o bastante e que ela não o merecia. Ela se sente responsável e passa a se culpar por seu cônjuge buscar aventuras fora do casamento.

  • Não, você não tem culpa! E, não é você que não merece ele, é ele que não merece você. Tenha coragem! E, isso lhe servirá de força e aprendizado para um futuro relacionamento.

  • 7. Não se valorizar

  • Todos nós passamos por alguns desafios que muitas das vezes nos jogam no "fundo do poço" e por mais que venha ajuda, achamos que ninguém é capaz de entender nossa dor, pois, somos apenas nós quem a sentimos.

  • A dor de ser traído faz exatamente isso, ela leva a pessoa para esse "fundo do poço". Pessoas poderão jogar cordas para que o traído suba, mas, cabe somente a pessoa ferida segurar na corda para ser puxada de volta.

  • Embora terminar uma vida a dois por meio de traições lhe cause feridas profundas e até o desejo de desistir, não solte a corda. Segure firme!

  • "Endireite os seus ombros e se ajeite - e resista até o fim!"

  • Há muitas coisas boas para se viver ainda, apenas valorize-se, você tem mais valor do que imagina.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.

7 coisas que eu gostaria de não ter feito quando descobri que meu cônjuge estava me traindo

A pessoa traída precisa evitar cometer 7 erros que, se cometidos, causará uma amargura por todos os dias de sua vida.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr