Como ajudar um marido estressado

O ser humano é capaz de adaptar-se ao meio ambiente desfavorável, mas essa adaptação não acontece impunemente. Pesquisas mostram que 32% da população sofre os sintomas do estresse.

40,047 views   |   45 shares
  • O estresse é considerado o mal do século. Pesquisas mostram que 32% da população é afetada pelos sintomas do estresse, seja pelo trabalho ou falta dele ou por perdas e frustrações da vida. O fato é que ele está entre nós e precisamos aprender a lidar com quem sofre seus efeitos.

  • Segundo a descrição de especialistas, “estresse é o desequilíbrio do corpo e da mente, resultando da tentativa de adaptação às pressões internas e externas”.

  • Por essa definição já podemos ter uma ideia de que a pessoa que está sob os efeitos do estresse passa por uma alteração que o torna, em muitos casos, impossibilitado de reagir deliberadamente precisando de apoio e compreensão.

  • Levando em conta as diferenças do histórico familiar de cada um dos cônjuges, somado a pressão externa e interna, uma hora a coisa pode mesmo extravasar. E infelizmente nem a pessoa estressada e nem quem sofre com ele consegue entender o que está acontecendo ou ao menos sabe lidar com a situação.

  • Neste artigo vamos definir que os personagens principais sejam: o marido estressado e a esposa, que tem que lidar com a situação e ajudar na recuperação da harmonia.

  • É bíblico que “A mulher sábia edifica sua casa, mas a tola a derruba com as próprias mãos” – Provérbios 14:1. Para que a casa seja edificada a esposa deve estar focada em seu objetivo.

  • Não é um desafio fácil, tampouco é certa a vitória em uma única batalha, mas o mais importante é saber que valerá a pena cada luta travada.

  • Como identificar o estresse em seu marido

  • Segundo a Psicóloga Maria Lúcia Rossi o estresse apresenta quatro estágios:

  • Alerta

    • É o momento em que o corpo demonstra os princípios do estresse com sintomas como, taquicardia, tensão muscular, boca seca, desconforto estomacal e mãos suadas e frias.
  • Resistência

    • A pessoa estressada fica vulnerável a vírus e bactérias provocando gripe, falta de memória e sensação de desgaste.
  • Quase exaustão

    • Quando começa a oscilação emocional, mesclando momentos de equilíbrio e desequilíbrio. Doenças mais graves podem aparecer se houver predisposição, como hipertensão, herpes, diabetes etc.
  • Advertisement
  • Exaustão

  • – Este é o mais crítico e sério, podendo o quadro evoluir para depressão, suprimindo o sistema imunológico. Os principais sintomas são a falta de concentração, incapacidade de trabalhar, pouca produtividade, diminuição da libido, entre outros.

  • Identificado os sintomas, você irá compreender algumas atitudes que seu marido possa estar demonstrando e que ambos não conseguiam justificar. A partir desse conhecimento é preciso tomar algumas ações iniciais para que o quadro não evolua.

  • As ações básicas por parte da esposa

    • Identificar a fonte do estresse de seu marido.

    • Demonstrar apoio e disposição em ajudá-lo.

    • Demonstrar compreensão.

    • É preciso ter boa vontade e amor.

    • Valorizar e priorizar a formação familiar.

    • Entender as necessidades e limites do marido.

    • Não focar nos momentos ruins, mas valorizar os bons.

  • Quando perceber que seu marido está apresentando sintomas de estresse procure diminuir o ritmo dele, ajudando no que for preciso, evitando cobranças e mostrando apoio e mais amor.

  • Promova momentos especiais para conversarem, procure ser uma boa ouvinte valorizando as tentativas dele em sair do problema. Incentive-o a buscar auxílio médico se necessário e favoreça o ambiente para que o tratamento tenha efeito eficaz e rápido.

  • Os filhos podem sofrer com a situação também, portanto você esposa, procure poupá-los e ajudá-los a compreender a situação de forma natural e tranquila.

  • Com amor e boa vontade tudo será superado e verão que ao final estarão fortalecidos e mais unidos do que antes.

  • Como diz o Psiquiatra Lennart Levi “O ser humano é capaz de adaptar-se ao meio ambiente desfavorável, mas esta adaptação não acontece impunemente”.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Graduada em Administração de Empresas com MBA em Empreendedorismo. Casada mãe de 6 filhos, avó de 2 netos. Atua profissionalmente como Analista Instrutora da Educação Empreendedora no SEBRAE - SP. Como hobby gosta de artesanato, música e leitu

Como ajudar um marido estressado

O ser humano é capaz de adaptar-se ao meio ambiente desfavorável, mas essa adaptação não acontece impunemente. Pesquisas mostram que 32% da população sofre os sintomas do estresse.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr