Como ensinar tolerância e paciência ao seu filho em um mundo cheio de intolerância

Um mundo melhor começa por um "eu" melhor. Cada pessoa é responsável por sua conduta. E quanto a seus filhos?

1,431 views   |   14 shares
  • Segundo o dicionário, a intolerância é o ato de depreciar alguém por sua raça, posturas, orientações políticas e/ou sexuais. É uma atitude mental que denota falta de habilidade ou vontade em aceitar ou respeitar diferenças, seja de que natureza forem. A guerra é considerada seu efeito máximo.

  • Tolerar não significa concordar. Podemos tolerar uma religião diferente da nossa, sem, contudo, aceitar seus princípios ou ensinamentos. Tolerar significa que assim como nós pensamos de determinada maneira, toda pessoa tem o direito de ser e pensar o que deseja, desde que não seja algo nocivo a outros.

  • Temos visto com espanto o que a intolerância tem feito em nosso mundo desde longa data. As perseguições étnicas, a escravidão, a inquisição, os atentados terroristas, a perseguição a cristãos e às religiões africanas, o holocausto nazista, o racismo, a xenofobia, a homofobia e o sexismo são os mais visíveis, mas certamente existem outros.

  • Faz-se urgente que a igualdade, a liberdade religiosa e o não discriminar sejam ensinados desde o berço a todas as pessoas.

  • Pais intolerantes, filhos intolerantes

  • Segundo especialistas do comportamento, a raiz da intolerância está no lar, na educação das crianças. Ninguém nasce preconceituoso, ninguém nasce odiando um grupo, raça ou posição diferente. As crianças aprendem a ser intolerantes vendo e repetindo o comportamento, as posições e atitudes de seus pais.

  • Se os pais desejam que seus filhos sejam pessoas desprovidas de intolerância, devem começar por ser tolerantes com eles. Em seguida, devem transmitir-lhes valores não distorcidos por pontos de vista únicos, preconceitos e modelos mentais equivocados.

  • Como ensinar nossos filhos?

  • A psicopedagoga Débora Creti enfatiza que "a tendência social atual é excluir. Nossos filhos estão vivendo de maneira imediatista e egoísta. A solidariedade, respeito, compreensão e tolerância são valores que devem ser trabalhados pela família e pela escola nas pequenas coisas do dia a dia".

  • É, portanto, dever dos pais desconstruir esse modelo de comportamento e aqui estão algumas ideias:

  • Brincadeiras

  • A partir dos 3 anos de idade as crianças já compreendem brincadeiras do tipo "esperar a vez". Brincar com seus filhos em jogos ou atividades onde aprendam a esperar por algo ou por sua vez pode ensinar-lhes paciência. Plantar uma semente e regar todos os dias ensina a ter paciência para esperar o resultado, ou plantar no algodão.

  • Advertisement
  • Brincadeiras como amarelinha, jogos de tabuleiro ou estátua vão ensinar aos pequenos a esperarem a vez.

  • Brincadeiras (ou esportes) em equipe incentivam a criança a compartilhar, colaborar, promovem a socialização, generosidade e tolerância.

  • Atitudes

  • A doutora em psicologia Marcia Regina Vital afirma que "atitudes, falas e alguns comportamentos dos pais, mesmo sem intenção, induzem à discriminação, pois eles, muitas vezes, interiorizaram o preconceito".

  • Antes de criticar alguém, uma crença ou postura diante de seus filhos, certifique-se de estar criticando a crueldade, a imperícia, a criminalidade, os vícios, etc. E não pessoas, gênero, raça, cor, posição ou credo.

  • Não critique seus filhos por pensarem de maneira diferente da sua. A compaixão pelas diferenças começa aí. Tente conversar e entender suas razões.

  • Demonstre empatia e ensine a seus filhos como desenvolvê-la (colocando-se no lugar do outro).

  • Não reaja às atitudes erradas, ou equívocos das crianças com gritos, xingamentos ou agressão física. É assim que eles agirão com os outros futuramente.

  • Não interrompa seu filho quando estiver contando algo. Ensine-o a esperar sua vez de falar dando o exemplo.

  • Ensinamentos

  • Ensinem seus filhos por preceito a não serem intolerantes. Embora o exemplo seja mais eficaz que as palavras, é bom ser direto e dizer o que é intolerância e preconceito. Identificar atitudes assim, ajuda seus filhos a evitarem agir de maneira injusta.

  • Usem exemplos bíblicos se desejarem, como quando o Senhor disse a Samuel, o profeta, para não olhar as aparências na escolha do rei de Israel. (I Samuel 16:7) Ou os ensinamentos de Jesus sobre o amor, inclusive amar os inimigos (Mateus 5:44).

  • Tentem livrar a si mesmos de preconceitos e atitudes intolerantes construídos durante sua vida, assim vocês, pais, terão maior facilidade em ensinar a seus filhos um caminho melhor.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Como ensinar tolerância e paciência ao seu filho em um mundo cheio de intolerância

Um mundo melhor começa por um "eu" melhor. Cada pessoa é responsável por sua conduta. E quanto a seus filhos?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr