Você sofre de Misofonia? Conheça mais sobre essa doença

A intolerância a pequenos sons é algo muito mais comum do que parece. Ela já é reconhecida pela ciência e melhor de tudo: tem tratamento!

3,528 views   |   21 shares
  • A intolerância a alguns sons é considerada uma doença, e algo que incomoda muitas pessoas. Quando submetidas a sons que lhe desagradam as consequências são quadros de irritação e raiva e em alguns casos pânico e angústia.

  • Os sons que, curiosamente, são os de menor intensidade podem ser os mais variados e têm a capacidade de irritar uma pessoa a tal ponto em que pode levar a crises de raiva de forma intensa.

  • Apesar de ser um transtorno, passou a ser estudado a pouquíssimo tempo, há ainda muitas coisas que não se sabe sobre ele. Muitas pessoas nem imaginavam que sua intolerância a alguns sons fosse na verdade uma doença que sugere, inclusive, tratamento.

  • Sons como o mastigar, respiração, tosse, pigarro, assobio ou qualquer outro vindo de outra pessoa pode ativar essa intolerância.

  • Como surge a misofonia?

  • Ainda não há estudos que comprovem o motivo pelo qual algumas pessoas simplesmente têm esse transtorno. Porém, já se sabe que trata-se de um transtorno psicológico, assim como tantos outros, como por exemplo: bipolaridade ou transtorno obsessivo compulsivo.

  • Mas o que fazer se você sofre deste mal?

  • Uma das coisas que se deve evitar primeiramente é o contato com os barulhos que lhe incomodam.

  • Logicamente que você não será grosseiro com ninguém. Se alguém a seu lado faz algum tipo de barulho que lhe gere irritação, simplesmente se retire. Uma outra opção para os casos em que a ausência do local não for possível é o uso de fones de ouvido. Você também pode, nestes casos específicos, ouvir uma música de sua preferência para se distanciar dos sons que lhe incomodam.

  • A distância do barulho, normalmente, faz com que você possa sentir-se mais calmo novamente.

  • Outro fator importante a ser considerado é a procura de um especialista para tratar o problema. Psicólogos ou psiquiatras são as especialidades mais indicadas para ajudar com o tratamento, que muitas vezes pode necessitar de medicamentos.

  • Pessoas com fortes quadros de intolerância a sons tendem a se distanciar das pessoas a seu redor e causar um outro problema: o isolamento.

  • Antes de permitir que o quadro se agrave (até hoje estudos mostram que há onze graus de misofonia) é melhor buscar ajuda médica, principalmente se você perceber que as pequenas formas de se distanciar dos sons que lhe incomodam não atingem o efeito necessário.

  • Cuide-se!

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Renata Finholdt é formada na área de Recursos Humanos com enfâse em treinamentos.

Você sofre de Misofonia? Conheça mais sobre essa doença

A intolerância a pequenos sons é algo muito mais comum do que parece. Ela já é reconhecida pela ciência e melhor de tudo: tem tratamento!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr