Há esperança para os casamentos desfeitos?

Nem sempre as separações são para sempre. Muitos casais que se separam reatam depois de separados por um tempo.

1,921 views   |   21 shares
  • Em minha vida não muita curta, já vi separações que duraram 15 dias, e outras que foram permanentes. Em muitos casos, porém, vi muitos casais ficarem separados por meses ou anos e depois voltarem a viver juntos novamente.

  • Esperança para os que foram abandonados

  • Difícil uma separação que não seja traumática, principalmente aquelas separações onde os cônjuges ficaram juntos e construíram uma família, e depois de 10 ou 20 anos se separam. Aliás, um dos cônjuges resolve abandonar a família, deixando o outro cônjuge abandonado e arrasado.

  • Seja por qual motivo for, depois de experimentar a vida "lá fora", o cônjuge que abandonou o outro cai em si e percebe a bobagem que fez, volta arrependido e pede perdão.

  • Nem todos os arrependidos conseguem tal perdão dos abandonados, mas muitos cônjuges que haviam sido abandonados perdoam e o casamento volta a ser como antes - talvez até melhor do que antes - porque o cônjuge que havia se separado aprendeu a dar valor ao que tinha em casa, e percebeu que a aventura que lhe parecia maravilhosa e deslumbrante, se desfez num amargurado arrependimento.

  • Já vi casos de casais divorciados casando-se de novo. E parecem mais apaixonados agora do que antes de se separarem!

  • Uma história real

  • Vários casais, após se separarem traumaticamente, acabam por reatar depois de um tempo, e ficam muito bem, felizmente. Vi isso acontecer com amigos, e vi acontecer também com pessoas desconhecidas.

  • Um caso que me impressionou muito foi o de um casal jovem, onde parecia não haver retorno, porque o motivo da separação parecia "imperdoável" para o cônjuge abandonado. Depois de alguns meses, o cônjuge que havia abandonado caiu em si, resolveu voltar, e o cônjuge que tinha sido abandonado teve a grandeza (sim, a grandeza) de perdoar o cônjuge infrator. Reataram e estão felizes agora.

  • Uma explicação importante

  • Vocês devem ter percebido que não falei o sexo de quem abandonou quem, e isso foi de propósito, porque houve casos de ambos os sexos, embora a predominância seja de um deles.

  • Conheço também muitos casos de infidelidade onde os parceiros não chegaram a se separar, porque o cônjuge infrator se arrependeu sinceramente e o cônjuge ofendido perdoou (o que não é fácil!), e os casamentos prosseguem agora, firmes e fortes.

  • Advertisement
  • Algumas pessoas não conseguem perdoar uma traição, seja em que circunstância for, mas temem que a separação (geralmente rumorosa) machuque os filhos, que são os que sofrem mais.

  • Tem os que, porém, apesar da dor, conseguem forças e pensam não só em si mesmos, mas nos filhos ou mesmo no casamento, e resolvem dar mais uma chance para o infrator. Claro que se não houver arrependimento e o infrator voltar a repetir sua traição, indefinidamente, não haverá casamento que perdure.

  • Os que agora sofrem

  • Neste exato momento, existem muitos que sofrem com a traição ou com o abandono de seus cônjuges. E parece-lhes que a felicidade nunca mais será possível.

  • Isso, porém, não é o que a vida e a experiência mostram. Isso pode ser quase impossível para os mais jovens (a ideia de perdoar um cônjuge infrator), mas a maturidade pode mostrar aos traídos ou abandonados que uma tentativa de reatamento vale a pena, quando o infrator se mostra realmente arrependido, e muda suas atitudes.

  • Evitando problemas futuros

  • Os casados devem evitar qualquer tipo de aproximação indevida com pessoas do sexo oposto, sem ser seu próprio cônjuge. Evitar piadinhas, conversinhas inconvenientes e muita proximidade. Principalmente as pessoas que são muito sensíveis e românticas, pois essas são as presas mais fáceis de cair "em tentação".

  • Uma coisa muito importante É NÃO CONFIARMOS DEMAIS EM NÓS MESMOS, achando que somos muito fortes, e que nunca cairemos.

  • O melhor mesmo é passar bem longe da beirada do precipício...

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

Há esperança para os casamentos desfeitos?

Nem sempre as separações são para sempre. Muitos casais que se separam reatam depois de separados por um tempo.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr