5 sinais de que você está com depressão pós-parto

Observe os 5 sinais para saber se você sofre de depressão pós-parto.

4,284 views   |   14 shares
  • A depressão pós-parto é uma doença comum no Brasil, tem um índice de 26,3%, ultrapassando países da Europa, Estados Unidos e Austrália. Essa pesquisa foi feita pela Fiocruz (Escola Nacional de Saúde Pública, da Fundação Oswaldo Cruz). Ao dar continuidade à sua pesquisa a Fiocruz, entrevistou 23.896 brasileiras entre 6 e 18 meses após darem à luz. A cada quatro mulheres, uma apresentava sintomas de depressão pós-parto.

  • A depressão pós-parto é uma doença grave que precisa ser tratada, ela é mais do que melancolia ou desgaste físico, ela é uma tristeza que permanece sem pressa de ir embora. Para abandoná-la é preciso ajuda de três partes: família, profissionais qualificados e da própria pessoa.

  • Reconhecer que você está doente é o primeiro passo para a cura, o segundo é ter humildade e aceitar a ajuda e o terceiro e último passo é você seguir com o tratamento até o final.

  • Não existe uma explicação para a doença, apesar de muitas pesquisas, pois segundo os especialistas não é possível identificar de uma forma exata a doença e o porquê de muitas mulheres adoecerem após o parto ou durante o primeiro ano de vida do bebê. A única coisa que é certa é que quanto mais cedo a doença for identificada, melhor será a recuperação para a mulher, mas caso não seja identificada ela pode acompanhar a mulher por muitos anos.

  • Os 5 sinais mais frequentes de depressão pós-parto são:

  • 1. Tristeza

  • A mulher, quando está grávida, torna-se mais sensível e algumas ficam melancólicas. Após o nascimento da criança, nas primeiras semanas, pode ser até normal ainda sentir-se um pouco triste. Entretanto, é preciso atentar-se quando essa tristeza e melancolia são profundas e permanecem por muito tempo. Geralmente, elas são mais frequentes nos horários da manhã e noite.

  • Se houver esses sintomas o melhor é procurar por ajuda, não se deve passar pela dor sozinha.

  • Você tem muito valor e não deixe que a doença tire isso de você. Lute para voltar a ter alegria. Faça isso por si mesma e por sua família.

  • 2. Negativismo

  • Sentir dúvidas, às vezes sentir receio sobre o futuro e ter dias ruins é normal e faz parte de quem somos e de tudo o que nos rodeia, porém, ter tais sentimentos diariamente é sinal de doença.

  • A depressão pós-parto afeta os ânimos, ela costuma tornar a mulher pessimista e sem nenhuma perspectiva de vida. O negativismo assume o controle da vida dela, mata os seus sonhos e a esperança, dando a ela a sensação de que não vale mais a pena viver, também passa a acreditar que não existe nada de bom para o futuro dela e da criança. Culpa-se e se responsabiliza por tudo de ruim que acontece, chora constantemente e torna-se por demais ansiosa.

  • Advertisement
  • Talvez você acredite que não tem forças para seguir em frente e buscar ajuda, mas olhe para seu lar, veja o quanto você é abençoada por ter uma família. Vá até o berço e olhe bem para seu bebê, perceba o quanto você é valiosa por ser mãe de uma criança tão preciosa.

  • 3. Fraqueza

  • Às vezes, a vida pega pesado com a gente e sentimos que não somos fortes o bastante para lidar com alguns problemas, mas aprendemos rápido a levantar nossas cabeças, resolver o que for preciso e aceitar o que não pode ser mudado. Então, seguimos em frente deixando a fraqueza para trás com todo o sofrimento.

  • Entretanto, quando a fraqueza permanece e você sente que não consegue lidar com as situações e desafios da vida, sente que nem consegue sequer se concentrar nas coisas mais importantes. Tudo o que você vem imaginando ou sentindo é porque você está doente, não fisicamente, e sim, emocionalmente e mentalmente, portanto, busque ajuda de um especialista, peça socorro aos seus familiares, pois todos eles farão o melhor para lhe ver curada.

  • 4. Isolamento

  • Isolar-se de tudo e todos num determinado momento do dia para recuperar o equilíbrio, encontrar paz interior e resposta para muitas dúvidas, é uma atitude correta e normal. Recuperar as forças sempre que precisamos é necessário, para seguirmos em frente com a vida.

  • No entanto, quando você sente o desejo de isolar-se de sua família e, até mesmo de seu bebê, sente-se irritada com a presença dele e também tem a sensação de que ele não é seu filho. Infelizmente, você está gravemente doente e precisa ser tratada com muita urgência.

  • Se você precisa de algum motivo para tratar-se, olhe para sua família, eles são tudo de mais belo e maravilhoso que você possui, pois você é tudo na vida deles. Pense nisso!

  • 5. Desistir

  • Há dias que a vida sufoca tanto com seus muitos desafios que sentimos vontade de fugir e nos esconder do mundo. Sentimento como esse é natural e todos sentem isso em algum momento de suas vidas.

  • Entretanto, quando o desespero lhe consome e sua vontade de sumir e desaparecer torna-se constante e você não enxerga saídas e prefere morrer a continuar seguindo em frente, cuidado! Esse é o pior sentimento que você poderia ter e se você o alimenta todos os dias, é sinal de que seu desespero é maior que sua fé em Deus, na vida e em si mesma.

  • O melhor a ser feito é buscar alguém mais próximo e pedir socorro. Juntos vocês poderão encontrar especialistas preparados para lhe ajudar a vencer tudo isso.

  • Advertisement
  • Nunca desista de viver. A vida pode ser dura e difícil algumas vezes, mas ela ainda é maravilhosa e vale a pena viver. Ter por quem lutar é o que faz a vida valer a pena. Você tem seu bebê e todas as pessoas que a amam precisam de você. Acredite, você é única e insubstituível!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.

5 sinais de que você está com depressão pós-parto

Observe os 5 sinais para saber se você sofre de depressão pós-parto.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr