Os 10 maiores erros de começo de namoro

Esses erros são verdadeiros tiro no pé! Controle-se, por favor!

3,101 views   |   19 shares
  • Aqui estão os piores erros que muitas pessoas comentem no início (e também ao longo) do namoro que são um verdadeiro tiro no pé. Se você fizer isso, esteja ciente de que seu namoro não dará certo!

  • 1. Não deixar claro que está interessado

  • Seja com o intuito de parecer difícil ou por realmente estarem confusas sobre seus sentimentos, muitas pessoas ficam naquele "chove não molha" e deixam o outro completamente perdido e inseguro no relacionamento.

  • Afinal, estão namorando ou não? É preciso ser sincero desde o início, ou, se não quer ser precipitado, deixar claro que vocês ainda estão na fase de se conhecer, em vez de insinuar que já estão namorando e, em seguida, acabar recuando. Isso matará o sentimento do outro por você.

  • 2. Estar disponível o tempo todo

  • Se você está o tempo todo disponível para ele ou ela, vai passar a impressão de que abandonou a própria vida por causa desse namoro. Isso não é bom. Seu namorado ou namorada vai querer uma pessoa que tenha vida própria, que estude e cumpra suas responsabilidades. Alguém que esteja lutando por um bom futuro.

  • 3. "Pegação de pé"

  • Vocês mal começaram a se relacionar e você já fica ligando ou mandando mensagem o tempo todo, fazendo cobranças e querendo saber quem é cada menina da lista de amigos dele (ou quem são aqueles "machos" entre os amigos dela). Isso se chama começar com o "pé esquerdo" no relacionamento. E se já deu "piti" por causa de ciúmes, lamento informar, ele ou ela já deve estar pensando em alguém para ocupar o seu lugar.

  • 4. Começar um relacionamento com alguém comprometido

  • A pessoa está em um namoro firme, em um noivado ou casamento? "Corre que é cilada, Bino!" Isso simplesmente não vai dar certo! Nenhuma relação que começa errada acaba bem.

  • 5. Falar sobre casamento, filhos e uma "casinha de sapê"

  • Concordo que o propósito de um namoro firme deva ser o casamento. Mas, puxa vida, vocês mal se conheceram! Não é prudente fazer planos para o futuro, se você nem ao menos sabe se darão certo juntos. Vamos com mais calma! Como dizem os antigos, não vamos "colocar a carroça na frente dos bois".

  • 6. Fazer vigília nas redes sociais

  • Você fica monitorando os horários em que a pessoa está on-line, quanto tempo fica conectada, com quem conversa, que fotos curte. Isso se chama "masoquismo". Ou seja, você está caçando sofrimento. Não adianta montar guarda. Relaxe! O que é para ser seu, será!

  • 7. Superatração pelo oposto

  • Advertisement
  • Se você tem aquela atração fatal por pessoas que são o oposto de você, prepare os lenços, porque prevejo muito sofrimento pela frente. Os opostos até podem se atrair inicialmente, ainda mais quando o casal está apaixonado e não enxerga um palmo à frente do nariz. Mas, deixa a paixão passar para ver. Todo aquele encanto se transformará em estresse, decepção e tristeza.

  • Quer ser feliz para valer? Procure alguém que tenha padrões de comportamento, valores, crenças e outras similaridades com você.

  • 8. Forçar o outro a participar de coisas que só você está a fim

  • Não o force a fazer um programa que ele não goste, não queira ou não tenha condições para bancar. É bastante comum os jovens não terem muito dinheiro para investir em atividades, então dê preferência às gratuitas ou baratas. E, principalmente, faça um esforcinho para descobrir que tipo de coisa ele gosta.

  • 9. Não se valorizar

  • Se você está disposto(a) a aceitar migalhas, submeter-se a qualquer tipo de tratamento - inclusive desamor e humilhação - sugiro que deixe esse relacionamento para lá e corra em busca de ajuda psicológica para tentar descobrir a raiz de sua baixa autoestima.

  • A psicóloga Maria Cristina Araújo explica que "a desvalorização tem início quando uma das partes ou ambas começam a mudar totalmente, não em função do seu bem-estar, mas sim para agradar o parceiro. Aquele que não tem autoestima vive com medo de perder o parceiro, teme não conseguir mais ninguém, teme nunca mais ser amado e para evitar a perda faz tudo o que o outro quer, sem avaliar suas necessidades pessoais e princípios." E acrescenta: "Quando não somos fiéis àquilo que é bom para nossa autoestima, o resultado é uma vida cheia de decepções. E não adianta depois reclamar dizendo que o parceiro não deu valor, se durante o relacionamento se estendeu como um tapete para o outro pisar."

  • Portanto, tente trabalhar o que está desajustado dentro de você primeiro. Só então estará pronto(a) para entrar em um relacionamento saudável, terá força e se amará o suficiente para exigir o tratamento que você realmente merece.

  • 10. Muita intimidade

  • Escute o conselho de quem já passou dos 40 e já viu muita coisa: guarde a intimidade sexual para a lua de mel. É a melhor escolha que você faz por si mesmo(a). Falo a você, moça ou rapaz. Isso evitará muitos problemas, muitos mesmo! Evitará que, se o namoro não der certo, você não tenha entregado algo tão valioso e íntimo a alguém que nunca mais fará parte de sua vida. Evitará decepções e tristezas profundas. Evitará doenças e gravidez indesejada. E, principalmente, evitará vergonha e arrependimentos futuros.

  • Advertisement
  • Se você se empenhar para evitar os erros acima, a tendência é que seu relacionamento seja saudável, feliz e progrida na direção esperada: ao "juntos para sempre".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Os 10 maiores erros de começo de namoro

Esses erros são verdadeiros tiro no pé! Controle-se, por favor!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr