Quando intervir na vida social de seu filho adolescente

Veja aqui uma lista de sinais indicativos de que chegou a hora de se preocupar com o filho adolescente. Shannon preparou essa lista enquanto trabalhava como terapeuta especializada na recuperação de pessoas com traumas causados por...

1,887 views   |   2 shares
  • Como mãe de uma filha adolescente, sei que quando um adolescente começa a gritar como uma criancinha de dois anos, dá mesmo vontade de virar as costas e desistir. Mas não faça isso, espere. Minha filha Erin me disse (e tenho certeza que toda mãe gostaria de ouvir isto) que ela queria me magoar assim como ela achava que eu queria magoá-la. Ela disse também que, anos mais tarde, se sentiu grata por minhas intervenções, fossem elas por causa de seus namorados ou amigos. O desejo secreto de cada pai ou cada mãe é que seu filho adolescente um dia entenda.

  • Veja aqui uma lista de sinais indicativos de que chegou a hora de se preocupar com o filho adolescente. Shannon preparou essa lista enquanto trabalhava como terapeuta especializada na recuperação de pessoas com traumas causados por ataque sexual, cuidando de adolescentes e mães. A lista contém alertas vermelhos ou comportamentos que não podem ser ignorados. Se você descobrir que seu filho adolescente tem algum dos comportamentos descritos na lista, recomendo que procure aconselhamento profissional.

  • Sinais de que seu filho esteja envolvido com: drogas e álcool

    • Você sente cheiro de álcool, cheiro de corda queimada ou maconha no hálito de seu filho, especialmente pela manhã ou durante o dia.

    • A fala de seu filho é embolada ou ele fala demais e alto, gagueja ou fala de modo desajeitado.

    • As pupilas estão dilatadas ou contraídas.

    • Marcas de queimadura nos lábios. Isqueiros, fósforos, canetas quebradas ou notas de dinheiro enroladas podem indicar o uso de substâncias que podem ser fumadas ou cheiradas, como as metanfetaminas.

    • Marcas de injeção escondidas entre os dedos das mãos ou dos pés, novas tatuagens ou tatuagens feitas em casa, letargia ou cochilar sentado podem ser sinais de uso de heroína, a nova droga do momento entre os adolescentes.

    • Novos comportamentos ou comportamentos secretos, novos amigos, pessoas que deixam ou pegam coisas em sua casa.

    • As drogas podem estar escondidas em sua casa, mas também podem estar escondidas no quintal ou em um veículo.

  • Comportamento sexual arriscado

    • Aumento de conversas pela Internet, telefonemas ou envio de mensagens de texto secretas e pornografia.

    • Comportamento secreto.

    • Mudança de amigos e interesses.

    • Modo inadequado ou mudança no estilo de se vestir.

    • Envio de fotos do corpo pela Internet ou pelo celular.

    • Sair escondido para se encontrar com alguém sem dizer com quem está.

    • Adolescentes que brincam de sufocamento ou usam outros métodos para se excitar.

  • Advertisement
  • Busca de atividades excitantes

    • Adolescentes que fazem o desafio da canela ou do sal¹, ou fazem jogos de sufocamento.

    • Adolescentes que brincam com armas (revólveres ou armas brancas).

    • Arranhões, hematomas ou ferimentos sem explicação.

    • Bicicletas ou outros equipamentos quebrados sem que haja explicação.

  • Como falar com seu filho sobre as preocupações que você tem

  • 1. Antes que o problema comece, demonstre a seu filho o amor que tem por ele

  • Você pode dizer isso o tempo todo, e eles podem até acreditar. Mas demonstrar seu amor por seus filhos fará com que sintam esse amor. Deixe um pequeno bilhete em algum lugar em que o encontrarão facilmente; convide-os para uma caneca de chocolate quente e uma conversa depois de voltarem de um encontro. Descubra a maneira que os ajudará a compreender que são amados. É mais fácil interferir como pai se os filhos sabem que você está fazendo isso por amor.

  • 2. Demonstre confiança e decida ter sucesso

  • Dê a seu filho adolescente oportunidades de mostrar que ele é confiável e que fará o que é certo. Quando surgir um problema, pergunte a seu filho o que ele deveria ou poderia ter feito diferente. Dê a ele a oportunidade de analisar o problema e reconhecer que ele tem outras escolhas.

  • 3. Pergunte quais seriam as consequências

  • Quando você descobrir que seu filho cometeu um erro, pergunte quais devem ser as consequências. Você pode se surpreender como eles podem ser duros com eles mesmos.

  • 4. Imponha limites e defina as diretrizes

  • Nenhum adolescente gosta de regras, mas quer admitam ou não, eles gostam de saber quais são os limites, mesmo que seja só para tentar burlá-los. Eles sem dúvida vão testar você. Seja firme quanto às consequências. No entanto, lembre-se de que os filhos precisam de uma dose extra de amor depois de serem punidos. A reafirmação de seu amor por seus filhos diz a eles que foram perdoados e podem ter sua confiança como pai ou mãe novamente.

  • 5. Escolha qual batalha lutar

  • Os adolescentes cometem muitos erros. Se você se concentrar em cada um deles, vai sufocar seus filhos. Escolha o problema mais sério e tente concentrar-se apenas nele; ou pelo menos em alguns problemas de cada vez.

  • 6. Deixe que os adolescentes sejam a dolescentes

  • Eles são mesmo agitados, barulhentos, bobalhões e meio estranhos. Aceite o jeito meio desajeitado deles.

  • 7. Escolha a hora certa de interferir

  • Advertisement
  • Quando suspeitar que seu filho esteja fazendo alguma coisa errada, encontre o momento certo de conversar com ele. Planeje a hora certa, em lugares agradáveis, para ter uma conversa difícil; uma caminhada pelo parque ou pela praia, por exemplo. Se não der para esperar, escolha uma hora e diga a seu filho que vocês precisam conversar.

  • 8. Defina seus próprios limites

  • Quando chegar a hora de falar com seu filho ou interferir no comportamento dele, defina os limites para você mesmo. O bom de ter um filho adolescente é que se você não gosta de como ele está agindo, não precisa colocá-lo de castigo. Você pode sair e dar um tempo a si mesmo. Saiba quando você chegou no seu limite máximo e saia de perto.

  • Sem dúvida, todo pai ou toda mãe de adolescente passa por um momento em que precisa encarar o desafio e dizer “não” para o filho. Desenvolva um relacionamento positivo com seu filho de forma que você não converse com ele só para dar broncas.

  • 1 NT – O desafio da canela ou do sal consiste em se tentar engolir uma colher de sopa de canela ou de sal sem a ingestão de nenhum líquido.

  • Traduzido e adaptado por Wagner Vitor do original When to intervene in your teen's social life, de Shannon Symonds & Erin Oscarson.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Shannon and Erin are a mother and daughter with lots of children and Utah and Oregon roots.

Quando intervir na vida social de seu filho adolescente

Veja aqui uma lista de sinais indicativos de que chegou a hora de se preocupar com o filho adolescente. Shannon preparou essa lista enquanto trabalhava como terapeuta especializada na recuperação de pessoas com traumas causados por...
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr