6 maneiras de irritar uma mãe solteira

Veja as 6 maneiras de irritar uma mãe solteira.

1,729 views   |   8 shares
  • A maioria de nós, em um momento ou outro da vida, sente vontade de desistir, acredita que tudo esteja perdido ou que só tenha cometido erros. Sentimentos como esses surgem e desaparecem de acordo com nossas escolhas. Às vezes fazemos escolhas que nos levam para longe da felicidade, já outras nos aproximam dela, pois quando se tem paz pelas boas escolhas, encontra-se o caminho para a felicidade.

  • Somos construtores de nossos próprios sonhos, às vezes planejamos e até nos empenhamos muito para que nossos sonhos tornem-se reais. No entanto, há sonhos que são construídos e só se concretizam com o apoio de outras pessoas, como o sonho de formar uma família.

  • Então, permitimos que nosso parceiro seja parte de tudo o que almejamos e tudo parece perfeito, até que em algum momento descobrimos que sempre estivemos sozinhos na construção desse lar. As responsabilidades foram abandonadas e com ela a esperança no conjunge. A vontade de desistir toma conta, pois tudo parece ter desabado e nem sequer sentimos que há "chão".

  • Todavia, sentimos que devemos olhar para os lados e conseguirmos visualizar o melhor da vida: os filhos. Recobramos as forças, enxugamos as lágrimas, endireitamos os ombros e fazemos o que outras mulheres fizeram, tornamo-nos os guardiões de nossos lares e levamos com dignidade o nome de mães solteiras.

  • Podemos seguir algumas dicas para escapar de perguntas e comentários sem lógica e alguns até maldosos que irritam toda mãe solteira do tipo:

  • 1. Gosto de você, mas seu filho atrapalha

  • É algo estúpido de se dizer, principalmente de se ouvir. Sei porque já passei por isso e dispensei o "individuo" de imediato.

  • Nós, mães solteiras, antes de sermos solteiras, somos mães, portanto, não perdemos tempo com quem não aceita nossos filhos. Onde não há lugar para minha família, não tem lugar para mim.

  • 2. Vem sozinha

  • "Vem sozinha" é outra estupidez que nós mães solteiras, às vezes, somos obrigadas a ouvir, mas não somos obrigadas a ir.

  • Uma amiga que divorciou contou que retomou algumas amizades e combinou de sair com suas amigas. Programaram muitas coisas. O problema é que ela não poderia levar a filha. Ela sentiu-se mal porque percebeu que sua filha não era bem-vinda. Então, cancelou os planos e pediu que as amigas procurassem outras amizades sem compromissos, porque ela é uma mãe solteira com responsabilidades.

  • 3. Você tem que arrumar um marido

  • A maioria das pessoas acha que por sermos mães solteiras temos que sair correndo desesperadamente para arrumar um marido, sendo que, por sermos solteiras e principalmente mães, devemos ser muito cautelosas na escolha, porque não só iremos escolher um marido, como também estaremos escolhendo uma figura masculina na qual nossos filhos irão se espelhar e, com certeza, não vamos querer qualquer "um" para assumir tal responsabilidade.

  • Advertisement
  • 4. Tá esperando pelo "príncipe encantado"

  • Já ouvi muitas vezes que estou esperando pelo "príncipe encantado". Depois de ouvir uma pessoa da família me dizer isso, sentei com ela e expliquei o que é ser uma mãe solteira e a razão pela qual eu não me casei ainda. Lembrei a ela que há uma diferença muito grande entre a mulher solteira e a mãe solteira.

  • A mulher solteira faz escolhas para sua vida, se der certo, perfeito! Se não der, apenas ela se machuca. Diferente da mãe solteira, que precisa escolher o que é melhor para seu filho e só assim saberá o que é bom para ela também, pois para as mães solteiras a balança precisa estar no mesmo nível entre amor e responsabilidades.

  • 5. Arruma um pai para seu filho

  • As mães solteiras precisam ser cuidadosas com quem entra na vida delas. Existem exceções, mas no meu caso, sempre deixei claro para meu filho que ninguém tomaria o lugar do pai dele, ainda que esse não tivesse honrado com seu papel de pai. Alguns disseram que eu sou muito rígida, mas foi por causa disso que meu filho nunca se apegou a ninguém como pai, mas sempre respeita quando eu decido namorar alguém.

  • "Apresente seu filho somente quando a relação já estiver mais estável, protegendo a criança do trauma de mais uma separação, de mais uma perda", ensina a psicóloga Maria Elisangela Nunes Carneiro, do Instituto Maternar Vida.

  • 6. Você sai e deixa seu filho com outros?

  • As pessoas não entendem que mãe solteira também precisa sair, conversar e se divertir sem faltar com suas responsabilidades de mãe. Se ela sai algumas vezes e deixa o filho sob os cuidados dos avós, tios ou de um cuidador qualificado, ela não está faltando com seu papel de mãe.

  • Segundo a psicóloga clínica e psicoterapeuta de crianças, adolescentes, casal e família, Miriam Barros, "Se a mãe está feliz, a criança também vai ficar. As mulheres não devem viver exclusivamente para seus filhos porque isso pode voltar em forma de cobrança no futuro. Algumas pessoas acham que se você tem filhos é sua obrigação cuidar deles. E é mesmo. Mas não é questão de não cuidar mais dos filhos, e sim de suprimir uma necessidade de qualquer ser humano que é a de fazer atividades prazerosas e curtir um pouco a vida. "

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.

6 maneiras de irritar uma mãe solteira

Veja as 6 maneiras de irritar uma mãe solteira.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr