A importância de envolver os filhos na criação das regras familiares

Regras e limites são muito importantes para a educação dos filhos. Eles precisam de limites e somos nós, os pais, quem devemos oferecer isso a eles.

4,972 views   |   19 shares
  • Regras e limites são muito importantes para a educação dos filhos. Eles precisam de limites e somos nós, os pais, que devemos oferecer isso a eles.

  • A psicóloga Celma Maciel explica: "As regras e limites oferecem aos filhos segurança e certeza de que são amados. Crianças criadas "soltas" sentem-se inseguras, confusas e desorientadas, terão várias dificuldades no futuro quanto à aceitação das rotinas, leis, ordem e obrigações. Isso poderá influenciar no trabalho e escola, ou seja, locais e situações nos quais as regras devem ser cumpridas".

  • Sendo assim, precisamos ensinar as crianças e adolescentes que para todos os contextos ambientais em que estejamos inseridos haverá regras que devem ser cumpridas e que essas regras servem para o bem de todos.

  • Deixar bem claro que infringir as regras significa ter de arcar com as consequências que virão. Portanto, ao se estabelecer as regras familiares deve-se deixar bem claro quais serão as consequências, caso as regras não sejam seguidas.

  • 1- Deixe bem claro quem é a autoridade na casa. No momento de estabelecer as regras é o pai e a mãe que possuem a responsabilidade de direcioná-las e não os filhos.

  • 2- Explique os porquês, mas deixe-os cientes que mesmo que não concordem com as explicações, ainda assim, as regras devem ser cumpridas.

  • 3- Ouça o que seus filhos têm a dizer e promova um debate sobre as razões. Seja maleável naquilo que for possível, a intransigência é tão prejudicial quanto à permissividade.

  • 4- Certifique-se que seus filhos tenham compreendido a respeito das consequências de se quebrar as regras.

  • 5- Estabeleça consequências adequadas para quebra das regras, por exemplo, se a criança quebrar ou perder algo de alguém deverá restituir.

  • 6- Seja você um cumpridor das regras estabelecidas, ensinamos muito mais através do exemplo do que com palavras. Então, se uma das regras for, por exemplo, assistir televisão até às 22h, você também deve cumprir e arcar com as mesmas consequências quando quebrar regras. Dessa forma, além de ensinar a importância de seguir regras, você ensinará sobre justiça.

  • 7- Parabenize seus filhos quando eles cumprirem com as regras. Esse tipo de incentivo poderá reforçar o comportamento de seguir regras.

  • 8- Evite educar quando estiver irritado e de mau humor. A ira não é um bom aconselhador, então, quando seus filhos quebrarem as regras certifique-se de que sua emoção não prejudicará essa importante oportunidade de ensino-aprendizagem. E lembre-se, jamais aja com agressões, sejam elas físicas, verbais ou psicológicas.

  • Advertisement
  • 9- Seja perseverante, não amoleça frente às súplicas para que você não perca sua autoridade e seja manipulado por seus filhos, regras são regras.

  • 10- A participação dos filhos no estabelecimento das regras e negociações será muito importante para que eles percebam o quanto você valoriza a opinião deles.

  • A criação dos filhos não é tarefa simples, mas é muito recompensadora. Eles precisam que sejamos firmes, mas com amor. Dessa forma estaremos desempenhando nosso papel de mães e pais de forma coerente e adequada.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

A importância de envolver os filhos na criação das regras familiares

Regras e limites são muito importantes para a educação dos filhos. Eles precisam de limites e somos nós, os pais, quem devemos oferecer isso a eles.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr