5 compulsões perigosas ao casamento

Compulsões são perigosas tendências ou fortes desejos que muitos de nós carregamos pela vida afora. Podemos vencê-las ou elas nos vencem, mas seja quem for o vencedor, a batalha é longa e muito difícil.

4,286 views   |   29 shares
  • Conforme diz no site da Internet, compulsões "são comportamentos repetitivos ou atos mentais que a pessoa se sente compelida a executar para diminuir ou eliminar a ansiedade ou o desconforto associado às obsessões ou em virtude de regras que devem ser seguidas rigidamente..." Este site da Faculdade Federal do Rio Grande do Sul, através de seus abalizados professores de psiquiatria, completam que as compulsões "São comportamentos claramente excessivos aos quais o indivíduo não consegue na maioria das vezes resistir." O site segue falando a respeito do TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).

  • Compulsões "inocentes"

  • Poderíamos classificar como compulsões inocentes estalar nossos dedos repetidamente, alinhar cuidadosamente os objetos em nossa mesa para que fiquem todos simétricos, lavar as mãos exageradamente para evitar contaminação, conferir diversas vezes se fechamos a porta ao sair de casa ou se fechamos mesmo o gás ao ir dormir, e tantas outras.

  • Mas, existem outras compulsões que são mais sérias e que têm consequências graves. Tais compulsões podem nos machucar psicológica e fisicamente, e até colocar em risco nossos casamentos.

  • Compulsões mais sérias

  • Conforme vimos acima, compulsões são muito difíceis de se resistir, e por trazerem "satisfação ou prazer", precisamos ter uma hercúlea vontade ou um grande medo do castigo divino, para conseguir vencê-las.

  • Algumas compulsões precisam de tratamento especializado, outras talvez possam ser vencidas pelo próprio indivíduo com o exercício de uma grande força de vontade e conhecimento de causa.

  • Seja como for, precisamos tomar muito cuidado com essas compulsões mais sérias, senão poderemos nos arrepender amargamente por perdas de coisas que muito valorizávamos em nossa vida, como nosso cônjuge e nossa família.

  • Não é propósito deste artigo analisarmos a origem das compulsões, que podem vir de traumas sofridos na infância, de educação errada, ou de tantas outras maneiras. E já que este artigo é voltado para questões de casamento, vamos nos ater às compulsões que podem levar um relacionamento ao divórcio e a uma vida miserável dentro de quatro paredes.

  • 1. Raiva e violência

  • Advertisement
  • Muitos homens e também mulheres têm compulsão por demonstrar raiva ou mesmo serem violentos em casa, embora sejam muitas vezes dóceis e educados com estranhos. Outros são raivosos com estranhos também. Essa é uma das mais comuns e recorrentes compulsões, e a causa de tantas e tão tristes histórias de sofrimento doméstico. Muitas vezes, se não for controlada ou tratada, a compulsão da raiva se torna caso de polícia e pode pôr em risco até a própria vida dos envolvidos.

  • 2. Bebida descontrolada e drogas

  • Muita gente acha que sabe beber "socialmente". Tem mesmo os que conseguem fazer isso, e não deixam a bebida atrapalhar a sua vida social. Muitas outras pessoas, porém, não têm esse controle ao exagerarem na bebida, ou mesmo ao usarem drogas ilegais, e aí a situação fica fora de controle. Bebida e drogas são compulsões muito fortes e precisam, na maioria das vezes, da ajuda de especialistas.

  • É melhor não se ter vergonha de buscar ajuda enquanto é tempo de se evitar um divórcio ou outra situação até mais séria na família devido a essas compulsões da bebida e drogas ilegais.

  • 3. Pornografia

  • A pornografia pode levar homens e mulheres a atos mais sérios e que podem prejudicar muito os relacionamentos, além de entorpecer a mente dos viciados e deixá-los mais brutalizados e com ideias distorcidas do que seja um sexo saudável num casamento. Até muitas pessoas religiosas têm compulsão à pornografia, e têm de tomar cuidado com isso. Muito mais comum do que se possa imaginar, a pornografia atinge tanto gente "boa", como gente mais "desligada", tanto jovens, como adultos e velhos. A pornografia também já conseguiu e consegue estragar inúmeros bons casamentos.

  • 4. Flerte e traição

  • Existiu um homem muito sábio que dizia que ninguém se apaixona se não quiser. Spencer Kimball, um grande líder já falecido, tinha a convicção de que ninguém se apaixona se não "se deixar apaixonar". Todos nós sabemos que quando um homem vê uma mulher linda ou de corpo perfeito, tem um impacto interior. Isso é natural, como é natural uma mulher ver um homem lindo e ficar impressionada. Mas isso não quer dizer que o homem ou a mulher não tem condições de controlar seus sentimentos, sublimar-se e seguir a vida normalmente. Se não for alimentada essa "impressão" causada aos olhos, em pouco tempo ela se dissipará e não chegará ao coração. Se for alimentada com pensamentos, flertes e conversas impróprias, poderá se tornar um rio com correntezas tão fortes que poderá desembocar em traições difíceis de serem controladas, e que podem trazer a destruição de lindas e fortes famílias.

  • Advertisement
  • O ser humano é superior aos animais em parte devido ao córtex cerebral, que o capacita a funções muito mais elevadas do que os animais que vivem somente pelo instinto. O homem tem a capacidade de sublimar-se, ou seja, sufocar um forte desejo ou instinto primitivo que ele sabe que poderá lhe trazer problemas se for alimentado.

  • 5. Ciúme

  • Não é necessário entrar em tantos detalhes a respeito do ciúme, porque quase todo nós já o sentimos em certa medida e sabe os perigos que o ciúme pode causar. Quando se torna uma compulsão, o ciúme pode destruir o casamento. Dizem que "ciúme é o tempero do amor", mas se o ciúme se tornar uma compulsão, essa compulsão pode destruir relacionamentos de longa data e felizes, se não for sublimada ou tratada a tempo.

  • Sim, a vida não é fácil e é cheia de armadilhas. Nossa infância, nossos hábitos adquiridos ao longo da vida e traumas diversos podem provocar em nós compulsões perigosas, e podemos não perceber que são tão nocivas e que trazem tanto sofrimento aos que nos rodeiam.

  • Por isso, devemos sempre nos policiar e fazer reflexões constantes e também estar atentos aos sentimentos das pessoas com quem temos contato, principalmente nosso cônjuge, filhos e outros familiares (que é onde as compulsões justamente mais se manifestam).

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Casado, pai de três filhos e avô de quatro netos, estudei oratória e didática. Gosto muito de escrever. Profissionalmente, sou músico e tenho um Sebo Virtual, onde vivo com minha esposa e cercado de livros!

Website: http://blog.higinocultural.com

5 compulsões perigosas ao casamento

Compulsões são perigosas tendências ou fortes desejos que muitos de nós carregamos pela vida afora. Podemos vencê-las ou elas nos vencem, mas seja quem for o vencedor, a batalha é longa e muito difícil.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr