6 efeitos devastadores do divórcio nos seus filhos

Depois de conhecer estas 6 tristes consequências, você pensará mil vezes antes de se divorciar por motivos toscos.

15,384 views   |   157 shares
  • Em se tratando de divórcio, o sofrimento dos cônjuges ou do cônjuge abandonado (quando for o caso) é o menor dos problemas quando se tem filhos. Os especialistas garantem que os filhos são, de longe, os mais prejudicados.

  • No artigo O Impacto do Divórcio em Crianças e Adolescentes, O Ph.D em Psicologia, Carl Pickhardt menciona quatro efeitos do divórcio em crianças e adolescentes:

  • 1. Nada será mais como antes

  • Não importa a idade dos filhos, o divórcio produz uma enorme mudança em suas vidas. "É um divisor de águas", afirma o psicólogo. Crianças e jovens podem reagir de forma diferente, mas a tendência é que o divórcio intensifique a dependência das crianças e acelere a independência dos jovens. "Muitas vezes, provoca uma resposta mais regressiva na criança e uma resposta mais agressiva no adolescente", completa.

  • 2. O divórcio abala a confiança da criança na dependência dos pais e gera ansiedade

  • Antes a família era uma só, então a unidade foi, segundo Pickhardt, cirurgicamente dividida em duas famílias diferentes. A criança precisa aprender a viver nesses dois mundos, a princípio, desconhecidos, inseguros e instáveis, "nunca sendo capaz de estar com um dos pais sem ter que estar separado do outro".

  • "O que vai acontecer agora?", "Quem vai cuidar de mim?", "Se meus pais deixaram de se amar, eles poderão deixar de me amar também?", são medos reais que filhos pequenos de pais separados nutrem com frequência.

  • 3. A criança alimenta a esperança de ver seus pais juntos de novo

  • O jovem tende a aceitar a separação mais rapidamente, mas a criança nutre a fantasia, durante algum tempo, de que seus pais cedo ou tarde irão reatar. Esse pensamento positivo é uma forma que ela encontra de fugir da triste realidade e aliviar sua dor.

  • 4. O adolescente tende a reagir com rebeldia

  • O adolescente via sua família como um alicerce seguro, mas, por culpa dos pais, esse alicerce ruiu. Os pais deixaram de se amar, quebraram promessas, e passaram a se importar mais com seus próprios interesses do que com os sentimentos dos filhos. Por que, então, ele precisa se preocupar com os sentimentos dos pais? Eles não seguiram regras, por que ele precisa seguir? É dessa forma que ele passa a ver as coisas.

  • "Agora, o adolescente pode agir agressivamente para assumir o controle de sua vida, [mantendo-se mais distante e comportando-se com ainda audácia], mais determinado a viver sua vida [e seguir] seu caminho, mais dedicado aos seus próprios interesses do que antes. Ele sente-se cada vez mais independente em uma situação familiar da qual se sente desconectado. Ele agora se sente mais impelido e autorizado a agir por conta própria", diz o psicólogo.

  • Advertisement
  • O artigo Efeito negativos do divórcio nos filhos, publicado no site Children and Divorce, lista vários outros efeitos que poderiam ser incluídos aqui, mas vou focar apenas em dois deles:

  • 5. Habilidades sociais mais pobres

  • Os filhos tendem a ter mais dificuldade para se relacionar e confiar incondicionalmente nas pessoas após o divórcio dos pais. "Eles tendem a ter menos contatos sociais. As crianças, especialmente, tendem a cortar relações sociais após o divórcio. No futuro, isso pode resultar em dificuldades de construir relacionamentos íntimos.".

  • 6. Maiores taxas de divórcio em filhos de pais divorciados

  • Um único divórcio pode fazer desencadear um "efeito cascata", cuja abrangência torna-se incomensurável. Segundo este site de Advocacia, alguns estudos mostram que as filhas de pais divorciados têm 60% a mais de chance de se divorciar; e os filhos, 35%, comparados com filhos de pais não divorciados.

  • Como se pode ver, os mais prejudicados em um divórcio, sem dúvida, são os filhos. Embora alguns deles possam ter uma reação mais positiva, e até favorável, principalmente se há brigas frequentes e violência doméstica no lar - em casos assim, o divórcio pode ser um alívio ao seu sofrimento; para a maioria, o divórcio cai como uma bomba, e causa estes e outros efeitos devastadores.

  • Para amenizar os efeitos do divórcio sobre seus filhos

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

6 efeitos devastadores do divórcio nos seus filhos

Depois de conhecer estas 6 tristes consequências, você pensará mil vezes antes de se divorciar por motivos toscos.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr