Estas são as deficiências infantis mais comuns no Brasil

Conhecer as deficiências infantis mais comuns não irá apenas nos direcionar se tivermos que lidar com elas em nosso lar, como também nos possibilita servir de auxílio para outras pessoas que possuem filhos com deficiências.

2,195 views   |   8 shares
  • Estas são as deficiências infantis mais comuns no Brasil

  • Recentemente visitei minha família na minha cidade natal e passei momentos especiais com meus sobrinhos que sempre me chamam de "Ba". Um deles, o mais "bravinho" e pequeno de todos (apesar de ter 8 anos), o índio chamado Khalil contou-me sobre a designação que sua professora havia lhe dado. Ele foi responsável por um de seus amiguinhos. Eu perguntei a ele o porquê de tal tarefa e se ele desejava cumpri-la ou só o fez porque sua professora mandou. Ele me respondeu:

  • "Ba, ele fica numa cadeira de rodas e toda semana alguém é escolhido para cuidar dele. Se ele tem sede, buscamos água, ajudamos ele com as tarefas e sentamos perto dele para que ele nunca se sinta sozinho. Eu gosto de ajudar ele, porque Jesus gosta que eu ajude feliz. Quando chega o intervalo não deixo ninguém mexer com ele."

  • Então, eu disse o quanto me orgulhava dele e pedi que ele parabenizasse sua professora por mim, pelo trabalho maravilhoso que ela estava fazendo, não só por seu aluno com deficiência, mas com toda a classe.

  • Segundo o site da Unicef, "crianças com deficiência são perfeitamente capazes de superar barreiras que dificultam sua inclusão, ou ocupar o lugar a que têm direito como participantes da sociedade em igualdade de condições, e enriquecer a vida de sua comunidade."

  • Conforme o site Nova Escola, muitas das deficiências em crianças estão relacionadas à genética e são descobertas na gravidez, na decorrência do parto ou nos primeiros dias de vida da criança. Também podem ser resultado de doenças transmissíveis ou crônicas, desnutrição, abuso de drogas, traumas, lesões e perturbações psiquiátricas.

  • De acordo com os sites Nova Escola e Brasil.Gov as deficiências infantis mais comuns no Brasil são:

  • Deficiência física

  • A deficiência física pode ser definida como problemas que limitam a mobilidade e coordenação geral de algum membro do corpo, pode afetar a fala em diferentes graus. Possui diversas causas como lesões neurológicas, neuromusculares e má-formação congênita - "ou condições adquiridas, como hidrocefalia (acúmulo de líquido na caixa craniana) ou paralisia cerebral."

  • Advertisement
  • Deficiência auditiva

  • A deficiência auditiva pode ser considerada como a perda da audição que em alguns casos são parciais, já outros a perdem no todo, ela costuma ser genética quando é provocada por má-formação, lesão na orelha ou nas estruturas que compõem o aparelho auditivo.

  • Deficiência visual

  • Segundo pesquisas do IBGE na região Sul do Brasil 0,4% são deficientes desde o nascimento e, uma observação importante é que não são considerados deficientes visuais pessoas com doenças como miopia, astigmatismo ou hipermetropia, que podem ser corrigidas com o uso de lentes ou em cirurgias.

  • A deficiência visual é considerada a perda parcial (de 40 a 60%) ou total da visão. Ela é dividida em 3 tipos que são: baixa visão, próxima à cegueira e cegueira.

  • Surdo-cegueira

  • De acordo com o site Nova Escola a pessoa surdo-cega é "aquela que tem uma perda substancial da visão e da audição, de tal forma que a combinação das duas deficiências cause extrema dificuldade na conquista de metas educacionais, vocacionais, de lazer e sociais", como consta nos documentos da I Conferência Mundial Helen Keller sobre Serviços para os Surdo-cegos Jovens e Adultos.

  • Síndrome de Asperger

  • Crianças com Síndrome de Asperger sofrem de um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD), que é consequência de uma desordem genética. Elas não têm problemas para desenvolver a fala e nem sentem dificuldade com o comprometimento cognitivo, no entanto, apresentam muitas semelhanças com relação à criança com Síndrome de Autismo.

  • Síndrome de Williams

  • Crianças que desenvolvem a Síndrome de Williams são mais irritadas desde o primeiro ano de vida. É uma doença que atinge meninos e meninas, considerada como uma desordem no cromossomo 7, a maioria dessas crianças possui hipersensibilidade auditiva, sentem dificuldades para se alimentar. Também possuem problemas motores e demoram para andar por falta de equilíbrio quando ainda são bebês, sentem dificuldade para andar de bicicleta, cortar papel e amarrar os sapatos.

  • Entretanto, não se pode subestimá-las, pois são muito interessadas por música, possuem boa memória auditiva, sempre estão sorrindo, gostam de utilizar gesto e contato visual quando falam, como também são muito comunicativas. Elas podem sofrer de problemas cardíacos, renais e otites.

  • Advertisement
  • Síndrome de Rett

  • A Síndrome de Rett é uma doença neurológica que atinge mais meninas. Ela é desencadeada por uma mutação genética. Até os 18 meses, ela aparenta normalidade, após esse período a criança sofre perda motora e progressiva de funções neurológicas. Ela passa a regredir no andar, falar e no controle e uso de suas mãos, sendo substituídos por movimentos involuntários, repetitivos e falsos. Além disso, há desaceleração no crescimento, um esquecimento nas palavras, ela apenas consegue visualizar, levando ao isolamento do contato social. Palavras aprendidas também são esquecidas, levando a uma crescente interrupção do contato social.

  • Transtorno Globais do Desenvolvimento (TGD)

  • Segundo o site Nova Escola, os Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD) são desassustes nas interações sociais recíprocas que surgem nos primeiros cinco anos de vida da criança. "Caracterizam-se pelos padrões de comunicação estereotipados e repetitivos, assim como pelo estreitamento nos interesses e nas atividades."

  • "Os TGD englobam os diferentes transtornos do espectro autista, as psicoses infantis, a Síndrome de Asperger, a Síndrome de Kanner e a Síndrome de Rett."

  • Paralisia Cerebral

  • A paralisia cerebral pode causar danos na coordenação motora e lesões que podem provocar alterações no tônus muscular, que podem prejudicar fala, audição, visão, pois é a falta de oxigênio no cérebro da criança na gravidez, no parto, também pode surgir após 2 anos do nascimento da criança em casos de sarampo, meningite, envenenamento ou algum tipo de traumatismo.

  • Autismo

  • O autismo é um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD) que possui influência genética, também é conhecido como Transtorno do Espectro Autista, é causado por falhas em partes do cérebro, como o cerebelo.

  • De acordo com o site Nova Escola "Caracteriza-se por dificuldades significativas na comunicação e na interação social, além de alterações de comportamento, expressas principalmente na repetição de movimentos, como balançar o corpo, rodar uma caneta, apegar-se a objetos ou enfileirá-los de maneira estereotipada. Todas essas alterações costumam aparecer antes mesmo dos 3 anos de idade, em sua maioria, em crianças do sexo masculino. "

  • Advertisement
  • Síndrome de Down

  • A Síndrome de Down manifesta-se antes dos 18 anos, sua origem é difícil de ser desvendada, já que envolve diversos fatores como genéticos e ambientais. A pessoa que sofre de Síndrome de Down é qualificada pelo funcionamento intelectual inferior à média, possui déficit cognitivo, possui dificuldade de comunicação, também apresenta redução do tônus muscular, possui problemas na coluna, na tireoide, nos olhos e no aparelho digestivo.

  • Conforme o site Nova Escola "A Síndrome de Down é definida por uma alteração genética caracterizada pela presença de um terceiro cromossomo de número 21, o que também é chamado de trissomia do 21."

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.

Estas são as deficiências infantis mais comuns no Brasil

Conhecer as deficiências infantis mais comuns não irá apenas nos direcionar se tivermos que lidar com elas em nosso lar, como também nos possibilita servir de auxílio para outras pessoas que possuem filhos com deficiências.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr