4 coisas que você nunca deve fazer a alguém tendo uma convulsão

É difícil não se desesperar quando presenciamos um estranho ou alguém que amamos tendo uma crise de convulsão, às vezes, ficamos sem saber o que fazer, por isso que é importante se atentar para este assunto.

4,234 views   |   17 shares
  • Lembro-me quando eu tinha 17 anos e morava no fundo da casa de minha mãe. Toda sexta-feira sempre eu e meus irmãos nos reuníamos e tínhamos o hábito de jogar baralho (truco) com um amigo epilético. Era divertido, até que, numa sexta-feira, por volta da meia-noite, nosso amigo começou a ter convulsão na nossa frente. Sabíamos de seu problema, mas nunca imaginávamos o sofrimento dele, até presenciarmos tudo.

  • Adivinha quem foi a primeira pessoa a se desesperar e correr? Eu mesma! Corri e tranquei a porta do fundo. Minha irmã batia na porta, também desesperada, pedindo para eu abrir, porque ela também ficara com muito medo quando os olhos dele viraram para cima. E, mesmo ela esmurrando a porta, eu não tive coragem de abrir.

  • Só fui abrir a porta quando vi que tudo estava calmo. E lá estava minha irmã, que disse de imediato e aos gritos: "Se fosse um ladrão, você teria me deixado para morrer".

  • Minha mãe havia acordado e ligara para o resgate, enquanto meu irmão entrou em contato com a família dele.

  • Nosso amigo havia caído em cima do sofá, e por isso não houve ferimentos. Minha mãe não deixou mexer nele, dizendo ser mais seguro deixá-lo acomodado no sofá. Ele não estava nos reconhecendo. Minha mãe já havia sido cuidadora de pessoas enfermas e sabia bem o que fazer e como manter a calma.

  • Nosso amigo foi se desculpar conosco, após uma semana do ocorrido, e nos contou que ele estava ignorando as indicações médicas. Ele prometeu se tratar corretamente. Também me desculpei com ele e com minha irmã, e tanto ela como eu e nosso amigo aprendemos muitas lições naquele dia. Hoje damos risadas quando nos lembramos daquele episódio de nossas vidas.

  • De acordo com os sites G1.Globo e o Epilepsia, por mais assustador que seja ver alguém sofrendo uma convulsão, o socorro imediato é muito importante para assegurar a vida desta pessoa. Geralmente os sintomas são: fortes contrações nas pernas, braços e em muitos casos por todo o corpo; inconsciência, salivação abundante, lábios azulados e olhos virados para cima.

  • Quando se pensa em crise convulsiva, muitos associam diretamente a casos de epilepsia, todavia, a convulsão é bem ampla e pode estar associada a outros fatores como: meningite; tétano; desidratação; febre-alta; pancadas fortes na cabeça; hemorragia; tumores; intoxicação, falta de oxigênio no cérebro; efeitos colaterais provocados por medicamentos; drogas ilícitas, alcoolismo etc.

  • Advertisement
  • Segundo os sites citados acima, há 4 coisas que você nunca deve fazer se alguém estiver tendo uma convulsão:

  • 1. Não se desesperar

  • Quando o assunto é saúde, um profissional da saúde sabe o que fazer, porque esse tem domínio no assunto e sabe exatamente o que precisa ser feito. Entretanto, com todos os meios de comunicação, muitas coisas básicas podem ser aprendidas, e essas informações podem nos ajudar a manter-nos estáveis e equilibrados diante de muitas situações difíceis. Mesmo que não tenhamos um diploma de especialista da saúde, ainda assim precisamos ser fortes e tranquilos quando o assunto está relacionado à saúde.

  • A calma é fundamental em momentos de desespero, tanto para quem presencia uma situação difícil, quanto para quem sofre a ação.

  • 2. Jogar água no rosto da pessoa

  • Jamais jogue água no rosto da pessoa. O melhor a ser feito quando o indivíduo estiver tendo uma crise de convulsão é deitá-lo de lado ou colocar a cabeça dele de lado, sendo assim, é possível que o excesso de saliva e vômito escorram para fora da boca e ele não corra o risco de sufocar com a própria saliva ou com o vômito.

  • 3. Não coloque a mão na boca da pessoa

  • A língua está entre os músculos mais fortes do corpo humano. Ela é composta de músculos e, por ser tão forte, não há perigo de causar engasgo ou de ser engolida. Normalmente, quando se tem um caso de convulsão, ela simplesmente endurece como qualquer outro músculo do corpo humano, sendo assim, também não há necessidade de se colocar a mão na boca da pessoa quando essa estiver tendo uma crise. É importante ressaltar que, se o fizer, você corre o risco de ser mordido, já que a pessoa encontra-se inconsciente.

  • 4. Não impeça os movimentos

  • A melhor forma de ajudar até que o socorro chegue é manter a pessoa que está tendo convulsão num local seguro. Se possível, coloque um travesseiro ou casaco que seja macio para proteger a cabeça dela.

  • Evite que ela caia bruscamente e bata a cabeça. Também é importante afastar objetos que poderão feri-la quando ela estiver se debatendo.

  • Lembre-se: Embora a crise convulsiva possa assustar muitas pessoas, ela não é transmissível, sendo assim, todo auxílio e socorro é bem-vindo e pode ser oferecido para essas vítimas.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Roberta Preto, 33. Formada como tradutora e intérprete, escritora, mãe. Apaixonada pela vida, em uma eterna busca por conhecimento. Espero que minhas palavras possam ser uma luz na vida das pessoas. Sonho em ajudar a humanidade a tornar-se livre da escravidão da ignorância.

4 coisas que você nunca deve fazer a alguém tendo uma convulsão

É difícil não se desesperar quando presenciamos um estranho ou alguém que amamos tendo uma crise de convulsão, às vezes, ficamos sem saber o que fazer, por isso que é importante se atentar para este assunto.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr