Vivendo sem TV: Aproveitando melhor o tempo com a família

"Sentamo-nos na sala e algo me chamou a atenção: não tinha televisão. Talvez a TV estivesse em outro cômodo, eu pensei, mas me enganei.

3,385 views   |   5 shares
  • Lembro de uma ocasião, quando eu ainda era uma pré-adolescente e fui na casa de uma amiga para fazermos um trabalho da escola. Nos sentamos na sala e algo me chamou a atenção: não tinha televisão. Talvez a TV estivesse em outro cômodo, eu pensei, mas me enganei.

    Então, perguntei à ela:

    • Vocês não assistem televisão?

    -"Na nossa religião, nós não assistimos televisão."

    • E como você vive sem TV? – eu quis saber.

    Então, foi nessa hora que aquela minha amiga franzina, de longos cabelos lisos e olhos grandes da cor de mel, me ensinou uma lição!

    Ela disse que:

    • Sem a TV, tinha mais tempo para fazer o que mais gostava que era tocar piano e aprender a tocar saxofone.

    • Sem a TV, tinha mais tempo para ler. E isso era mesmo verdade, lembro de ficar admirada quando ela me contou que chegava a ler 4 livros por semana!

    • Sem a TV, a família dela se reunia na sala para conversar por horas. E todos sempre sentavam juntos na mesa para partilharem o jantar.

    Mas, eu ainda insisti:

    • Mas, às vezes, você não sente falta de assistir à um bom filme, ver as notícias do dia?

    Ela respondeu:

    • "Como eu gosto muito de ler, leio todos os dias os jornais e revistas, assim, não fico por fora de nada! E sobre os filmes... Ah, eu prefiro mesmo é um bom livro! Pode parecer loucura, amiga, mas é possível viver sem TV!"

    Talvez, não tenhamos que ser tão radicais quanto ela, abolindo de vez a televisão das nossas vidas. Mas outro dia, vi uma chamada em um programa de TV, onde no intervalo comercial, aparecia uma tela preta, com a seguinte frase em branco: “Desligue à tv e vá ler um livro!”

    Segundo o José Renato Nalini que é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental” e blogueiro, disse o seguinte em seu blog

    “A Inglaterra se submeteu recentemente a um teste. Numa cidade do interior, dez famílias se dispuseram a viver quinze dias sem TV e também sem computador. Foram embora os jogos eletrônicos e os aparelhos que estavam espalhados pela casa. Havia TV na cozinha, nos quartos, na sala e em uma casa, até no banheiro. As crianças sabiam que esse período seria curto: duas semanas. Mas aceitaram fazer outras coisas. Descobriram os irmãos como companheiros de brincadeiras, em vez de cada um se trancar no seu quarto. Mas, ao final do período, se deram conta de que a vida se tornara familiar, convivencial, fraterna. Conversou-se mais, brincou-se mais, redescobriu-se o prazer de que se olvidara quando todos estavam entregues à inércia da comunicação na telinha.”

    Fica para nós essa dica: menos TV é igual a mais tempo com os que amamos!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Daíse Lima mora e escreve de Campinas. Não só de Campinas, mas em qualquer lugar em que estiver: no caderno que carrega na bolsa, na folha de papel amassado que estava no chão, no ônibus lotado, no papel higiênico...

Visite seu blog na URL abaixo.

 

Website: http://espiculaderodinha.blogspot.com/

Vivendo sem TV: Aproveitando melhor o tempo com a família

"Sentamo-nos na sala e algo me chamou a atenção: não tinha televisão. Talvez a TV estivesse em outro cômodo, eu pensei, mas me enganei.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr