Coloque Deus em primeiro lugar e salve seu casamento

Se formos humildes e perdoarmos uns aos outros, Deus de alguma forma conserta o restante. Ele também lhe dará força quando parecer impossível perdoar de coração.

20,420 views   |   40 shares
  • Há um ditado sobre o casamento: Os primeiros 50 anos são os mais difíceis. Todo casal tem desentendimentos e desafios. Todo cônjuge comete erros. Mas, há princípios que, quando praticados, podem ajudar a construir e fortalecer qualquer casamento.

  • Primeiramente reconheça que a única pessoa que você pode mudar é você mesmo. Com fé, esforço e ajuda de Deus qualquer um pode experimentar uma mudança de coração, atitude e até mesmo de hábitos. Os casamentos mais felizes são baseados em três princípios importantes: humildade, arrependimento e perdão. Aqui estão 10 sugestões sobre como incorporar esses princípios em seu casamento.

  • 1. Coloque Deus em primeiro lugar

  • Quando ambos os cônjuges se esforçam em guardar os mandamentos de Deus, os dois crescem juntos. Mantê-lo à testa do casamento vai ajudar a manter as prioridades corretas na vida.

  • 2. Cada cônjuge deve realizar regularmente um sincero autoexame

  • Devemos dar uma boa olhada em nós mesmos e prestar atenção em nossas falhas ou outros hábitos graves que podem ser prejudiciais ao nosso relacionamento conjugal. Você pode tentar pedir ao seu cônjuge que faça uma pequena lista dessas falhas, mas as chances são de que ele ou ela já tenha dado algumas dicas não tão sutis no passado. Ouça com o coração sincero e humilde.

  • 3. Prontamente tome as medidas necessárias para se arrepender

  • O arrependimento é mais do que apenas profunda tristeza ou sentir pesar por algo. Arrepender-se significa abandonar completamente o que é nocivo ou ruim e se dedicar a mudar. Cônjuges que honestamente se esforçam para mudar iniciarão o maravilhoso processo de restauração, harmonia e paz em seus relacionamentos.

  • 4. Comprometa-se a perdoar

  • Talvez seu cônjuge faça coisas que são nocivas, mas tenha em mente a pessoa como um todo, e não apenas a ação prejudicial. Concentre-se nos traços de personalidade que você gosta, admira e aprecia. Seja sensível e tenha compaixão por seu cônjuge. Tentar compreender a razão por trás de um ato doloroso é vencer metade da batalha. Lembre-se: o perdão não é justificar ou dizer que uma ação estava certa, mas significa que a dor já não tem controle sobre você. Você e seu cônjuge estarão em melhores condições para avançar a partir do perdão sincero.

  • 5. Firme-se no perdão

  • Não desanime com o resíduo emocional. A memória dolorosa não deve anular todo o esforço colocado no perdão. Tome um momento para rever o processo e lembre-se, não só do motivo que o fez perdoar, mas também da paz que você sentiu com a decisão.

  • Advertisement
  • 6. Confie em Deus

  • É por causa do sacrifício de Cristo por nós, que o perdão é possível. Confiamos que ao perdoarmos uns aos outros, Deus de alguma forma conserta o restante. Ele também lhe dará força quando parecer impossível perdoar de coração.

  • 7. Ouça com genuíno intuito de compreender e não como uma forma de vingança

  • Um cônjuge humilde reconhece que ambos os pontos de vista têm valor e que o relacionamento conjugal é mais importante do que quem está certo.

  • 8. Trate o cônjuge com mansidão

  • Ambos, marido e esposa têm o dever de buscar um casamento harmonioso. Não fale ao cônjuge num tom humilhante. Mantenha palavras suaves no relacionamento. Aumentar a humildade e a mansidão permitirá que a confiança e o perdão floresçam no seu casamento.

  • 9. Coloque o seu cônjuge em primeiro lugar em todas as decisões

  • Tenha sempre em mente as consequências de cada decisão e ação sobre o casamento. Os cônjuges são parceiros e devem tratar um ao outro como melhor amigo. Discutam as grandes decisões e estejam abertos a conselhos e perguntas sobre até mesmo os assuntos menores.

  • 10. Procurem ajudar e edificar um ao outro

  • Nunca, jamais diminua seu cônjuge, não importa o quão zangado ou alterado você esteja. Eleve o caráter e a reputação de seu cônjuge quando falar sobre ele com outros. Nunca reclame de seu cônjuge para os amigos. Se houver algum problema, resolvam diretamente um com o outro. Se ajuda externa parecer necessária, procure um conselheiro espiritual ou um terapeuta profissional.

  • Um bom casamento não acontece por acaso - é preciso trabalho. Mas qualquer quantidade de tempo e esforço despendidos em um relacionamento tão importante quanto o seu com o seu cônjuge vale muito a pena. Colocar em prática esses princípios ajudará a construir um casamento forte e satisfatório.

  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original Gaining a happier marriage through humility and forgiveness.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Ramona Siddoway is a freelance writer who has published articles in Belgium, Angola, and the United States. She lives with her husband in Houston, Texas.

Website: http://ramonasiddoway.com

Coloque Deus em primeiro lugar e salve seu casamento

Se formos humildes e perdoarmos uns aos outros, Deus de alguma forma conserta o restante. Ele também lhe dará força quando parecer impossível perdoar de coração.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr