Esta mãe ensina sua filha a sempre bater de volta; veja o que especialista diz

Você acredita que esta é a melhor opção?

12,673 views   |   118 shares
  • Muitas mães ensinam os filhos que bater de volta nunca é a maneira certa de resolver conflitos. Já outras preferem ensinar que eles devem se defender, então devem sim bater de volta. Essa mãe expressou sua opinião e dividiu a internet. Afinal, é saudável ensinar os filhos a bater de volta?

  • "Eu ensino minha filha a bater de volta"

  • Jacke Goldschneider explicou em artigo ao Huffington Post o motivo pelo qual ela ensina sua filha de 6 anos a sempre bater de volta.

  • Ela é mãe de 2 pares de gêmeos (3 meninos e 1 menina) e conta que diariamente um dos seus filhos vem chorando pela casa gritando "mamãe, ele me bateu", e logo em seguida outro filho grita, "Mas mamãe, ele me bateu antes."

  • E sempre que isso acontece ela grita que não é para eles se agredirem e depois manda eles voltarem a brincar. Mas ela conta que as coisas mudam totalmente quando a sua filha está envolvida.

  • Muitas vezes sua filha grita pela casa "Mamãe, ele me bateu", mas ninguém vem atrás dizendo que ela bateu antes.

  • "Eu chamo o culpado e pergunto por que ele fez aquilo. Depois digo para ele ficar parado e falo para minha filha 'Agora bate nele', e ela bate, bastante forte," conta Jacke.

  • "Muitas pessoas não aprovam minha atitude, e dizem que eu sou uma mãe ruim. Mas eu falo para minha filha bater de volta por estas razões:"

    • Ela precisa saber que é forte.

    • Eles precisam saber que ela é forte.

    • Ninguém tem permissão de tocar nela.

    • Ela precisa contar com ela mesma.

  • O que o especialista diz

  • Se você vê que o seu filho está apanhando de outras crianças na escola, o psicólogo David Coleman aconselha os pais a ensinarem que seus filhos devem bater de volta. Ele explica que os pais fazem seus filhos de vítimas quando desencorajam o instinto biológico de lutar contra um agressor. Uma criança terá menos chances de ser agredida se ela retrucar na primeira vez que a agressão ocorrer.

  • Ele explica que uma criança que não se defende passa a mensagem de que ela aceita o domínio do agressor.

  • A intenção não é de fazer com que as crianças se tornem agressivas, ele ensina que elas devem ser capazes de se defenderem e não aceitarem serem intimidadas por outras.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Rachel De Castro é esposa, escritora e gerente do Familia.com.br, com formação em ciência política. Acredita que o mundo já tem críticos demais por isso decidiu motivar e inspirar pessoas. Para contatá-la, visite seu website.

Website: http://racheldecastro.com

Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr