10 coisas que devemos fazer somente com nosso cônjuge

Existem assuntos, ações e intimidades que precisam ser exclusivas de uma única pessoa: nosso cônjuge! Confira algumas delas.

17,148 views   |   155 shares
  • No livro "A equação do casamento", o Psicólogo Luiz Alberto Hanns ensina que existem muitas regras do 'pode-não-pode' a serem seguidas para que uma relação a dois torne-se duradoura e feliz.

  • Após 20 anos de experiência clínica, atendendo a diversos tipos de casais, o autor afirma que é estritamente necessário que os cônjuges enxerguem o que existe como fortaleza, e o que pode tornar o casamento completamente vulnerável.

  • Algumas SITUAÇÕES SOCIAIS simples do nosso dia a dia podem fragilizar ou fortalecer seu casamento, sem que ao menos você perceba, entre elas:

  • 1. Falar por meio de apelidos carinhosos

  • Nenhuma mulher, acredite, gosta de ver seu esposo tendo intimidades com suas colegas de trabalho, amigas, ou qualquer pessoa do sexo oposto, e homens pior ainda, ai da esposa se chamar um amigo por apelido muito carinhoso!

  • Reservar os apelidos e diminutivos apenas para o cônjuge, mostra que você o respeita e o considera mais importante do que outras pessoas.

  • 2. Compartilhar todos os nossos desejos

  • Algumas vontades, sonhos e desejos, podem parecer absurdos para quem escuta, coisas impossíveis de se alcançar ou realizar; porém, para o seu cônjuge esses sonhos, metas e desejos, são sim reais e possíveis, afinal ele sabe do seu potencial e total capacidade de alcançar isso e muito mais.

  • Compartilhe apenas com seu cônjuge seus completos desejos e sonhos, será ele (ela) que estará ao seu lado o impulsionando todos os dias.

  • 3. Reclamar do comportamento dos filhos

  • Segundo o autor e psicólogo (já mencionado) Luiz Alberto Hanns, um dos fatores mais estressantes em um relacionamento é a educação dos filhos. Cada um pode pensar e agir completamente diferente do outro, aí então surgem as divergências e brigas, que pioram e muito quando comentadas com outras pessoas.

  • O psicólogo indica que sobre o assunto "educação dos filhos", o casal tenha conversas a dois, apenas, sem ideias ou opiniões alheias.

  • 4. Dar certas opiniões sobre certos assuntos

  • Já ouvimos mencionar que assuntos como política e religião não se discutem, além desses, alguns assuntos e opiniões que você pode ter sobre algo serão mais bem compreendidos pelo seu cônjuge do que por qualquer outra pessoa.

  • 5. Mudar o tom de voz e o jeito de falar

  • Advertisement
  • Isso acontece algumas vezes com algumas pessoas, falam completamente diferente ao telefone ou mesmo pessoalmente com seu cônjuge do que quando falam com outras pessoas, normalmente de forma mais calma, silenciosa e delicada.

  • Não faça isso com outra pessoa, resguarde essa intimidade no falar para seu cônjuge.

  • 6. Fazer algumas brincadeiras (conotações sexuais)

  • Piadas, sátiras, comentários, especialmente quando trazem algum assunto mais íntimo, devem ser evitados, mesmo que seu cônjuge não esteja presente, ainda assim você o está desrespeitando quando brinca ou fala coisas que não deveria.

  • 7. Beijar na boca e etc. e tal..

  • Famosos às vezes criam e propagam brincadeiras como atirar um balde de água, ou ficar dando selinhos uns nos outros. Essas e outras brincadeiras não são ideais para pessoas casadas.

  • 8. Ligar muitas vezes durante o dia

  • Sua melhor amiga ou amigo precisa ser seu cônjuge, com ele (ela) você precisa aprender a dividir todas as suas coisas, é com o seu cônjuge que você precisa manter contato telefônico.

  • 9. Massagens e carícias

  • Se alguém sente algum tipo de dor ou mal-estar, ainda que você seja treinado, reserve essa especialidade para seu cônjuge, a não ser que use técnicas profissionais, mas carícias afetivas podem ser interpretadas erroneamente pela pessoa que recebe, evite.

  • 10. Conversar sobre problemas ou desejos sexuais

  • A sua relação sexual com seu cônjuge deve ser algo muito pessoal e particular, cuidado com isso, outra pessoa pode entender errado seus comentários.

  • O mais importante de todas essas questões descritas acima é o respeito pelo cônjuge.

  • Luiz acrescenta que: "É muito importante ser específico ao dizer como se sente a respeito de algo ao seu cônjuge, as relações sociais precisam ser agregadores das relações familiares".

  • Concentre-se em priorizar seu cônjuge acima de outras pessoas do seu meio social, isso lhes trará mais felicidade, amizade e fortalecimento conjugal e familiar.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Bacharel em Direito, Mediadora e Conciliadora de Família, realiza palestras para noivos e recém-casados sobre relacionamentos, especialista em Psicologia Jurídica, esposa, mãe e genealogista.

10 coisas que devemos fazer somente com nosso cônjuge

Existem assuntos, ações e intimidades que precisam ser exclusivas de uma única pessoa: nosso cônjuge! Confira algumas delas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr