5 conselhos técnicos para quem não suporta mais discussões no casamento

Se você está vivendo um momento difícil no seu casamento e já não aguenta mais brigar, este artigo vai lhe ensinar um exercício muito eficaz.

4,968 views   |   42 shares
  • Muitos casais não conseguem manter um diálogo lúcido e qualquer situação é motivo para brigas e discussões intermináveis. Alguns cônjuges dizem que se sentem como que andando em um campo minado, não sabem bem aonde pisar e as explosões tornam-se cada vez mais comuns. Isso é muito desgastante, podendo levar a rupturas definitivas.

  • Se você está vivendo isso no seu casamento e não suporta mais tantas discussões, escolha um momento de calma e convide seu cônjuge para participar dessa dinâmica que proponho nas mediações de conflito com casais e costuma dar ótimos resultados:

  • 1. Papel e caneta na mão

  • O primeiro passo é identificar a causa, ou seja, a insatisfação de ambos que gerou a mágoa que está cegando vocês. É isso mesmo, a mágoa cria como que uma nuvem escura que envolve o casal, ninguém vê mais nada que não reafirme os sentimentos negativos que estão nutrindo. Com base na última discussão que tiveram, escrevam em folhas separadas o que consideram o motivo gerador.

  • 2. Troquem as folhas

  • Cada um lê o que o outro escreveu em silêncio. Ao terminarem respondam um para o outro, com calma e objetividade, as seguintes perguntas:

    • O motivo justificou a discussão?

    • É tão grave que não poderia ser relevado?

    • Essa discussão tem a ver com o motivo definido ou com alguma situação anterior?

  • Em alguns casos o diálogo levantado com essa conversa já é o bastante para cortar o círculo vicioso da briga e promover o entendimento.

  • Mas se vocês ainda não se entenderam verdadeiramente, continuem:

  • 3. De volta ao papel e caneta

  • Agora é a hora de escrever sobre os sentimentos de vocês. Ainda em folhas separadas escrevam sobre como se sentiram durante a discussão. Observem que não se trata de descrever o ato do outro, e sim o que sentiu diante do acontecimento. Comece uma frase assim: "Diante de.... eu me senti..." ou "eu tive a impressão que...". A ideia não é de cobrar, e sim de relatar as próprias impressões.

  • Advertisement
  • 4. Troquem novamente as folhas

  • Leiam em silêncio os comentários um do outro, procurando refletir sobre os sentimentos de cada um. É importante querer compreender o outro, dispor-se a, realmente, entrar em contato com o sentimento do outro. Para tanto, o fundamental é abster-se dos julgamentos e das cobranças, desenvolvendo empatia.

  • 5. Conversem sobre a dinâmica

  • Esse é o momento propício para que o diálogo flua, pois, os canais de comunicação tendem a abrir com esse exercício. Troquem ideia sobre o que escreveram, sentiram e, principalmente, sobre como tudo isso pode ajudar vocês a se entenderem melhor. Considerem as razões de um e de outro, lembrando que nos entendimentos quase sempre o que prevalece não é o certo ou errado, mas sim o diferente.

  • Depois de levantarem todas as questões e conversarem a respeito, não se esqueçam de pedir perdão um ao outro pelos desentendimentos. Saber pedir perdão e perdoar é o segredo dos relacionamentos saudáveis e felizes.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

5 conselhos técnicos para quem não suporta mais discussões no casamento

Se você está vivendo um momento difícil no seu casamento e já não aguenta mais brigar, este artigo vai lhe ensinar um exercício muito eficaz.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr