Este é o motivo pelo qual alguns casais continuam apaixonados e outros não, segundo a ciência

Manter um relacionamento apaixonado por muitos e muitos anos ou mesmo para sempre é possível? A ciência diz que sim.

7,847 views   |   46 shares
  • "E viveram felizes para sempre!". Esse costuma ser o final dos contos de fada que encantam a quem os lê. Afinal, após uma série de problemas e desencontros, após vencer o mal, o casal apaixonado pode viver finalmente seu grande amor e sua felicidade. Nada mais justo. O problema é que essa felicidade costuma ser para sempre só mesmo na literatura. As pressões cotidianas, os comportamentos individuais e até mesmo a intimidade costuma minar as relações, inibir o desejo ou mesmo afastar um casal que se ama.

  • Claro que isso não é uma regra, embora possa ser uma tendência. Existem casais que conseguem manter a chama do amor e do desejo um pelo outro por muitos e muitos anos. Existe um segredo para que isso aconteça? É possível qualquer casal conseguir manter-se em permanente estado de amor e desejo?

  • Segundo a ciência, não apenas é possível manter-se apaixonados como ainda restaurar um relacionamento considerado frio. Qual é afinal o segredo da paixão permanente no casamento?

  • O segredo

  • Estudiosos do Centro Interdisciplinar Herzliya de Israel concluiu após pesquisa com mais de 430 pessoas que "A capacidade de resposta é a pedra angular da intimidade". O líder dos estudos, Gurit Birnbaun, explica: "Quando um parceiro é verdadeiramente responsivo, o relacionamento parece especial e exclusivo".

  • Responsividade

  • Responsividade é a capacidade de dar respostas, solucionar, tomar a responsabilidade, ser receptivo a questões e dúvidas no intuito de compreendê-las e resolvê-las. E é justamente o que foi medido na pesquisa e quais os resultados quando alguém é mais ou menos responsivo.

  • O estudo teve como método criar três experimentos. No primeiro, os pesquisadores disseram aos casais que eles iriam trocar mensagens com seus parceiros, mas sem que soubessem estavam trocando mensagens com os pesquisadores que utilizavam frases padronizadas que exprimissem responsividade como, por exemplo, "você deve ter passado por um momento difícil" ou apenas o ponto de vista individual "não me parece tão ruim".

  • Após essa primeira inteiração, cada participante preenchia um questionário onde apurava-se o quanto eles acharam que seu parceiro foi responsivo e sensível e se tal comportamento era um incentivo ou não para o desejo sexual

  • Não houve grande diferença entre os homens, ou seja, o nível de responsividade não afetou a maioria em seu desejo sexual. Já nas mulheres sim, elas sentiam maior nível de atração sexual por seus parceiros quando recebiam respostas que demonstravam maior sensibilidade e empatia.

  • Advertisement
  • No segundo experimento, os casais eram estimulados a conversar sobre um acontecimento pessoal e em seguida estes deveriam se beijar e serem carinhosos um com o outro. Novamente o resultado (que foi gravado e analisado) é que embora houvesse interação íntima (beijos e carícias), os parceiros ainda assim se sentiam mais dispostos a essa intimidade com os parceiros que se mostraram mais responsivos. Novamente as mulheres foram maioria nesse experimento.

  • O último experimento durou 6 semanas. Foi pedido aos casais que mantivessem um diário detalhado sobre as interações com seus parceiros, se eles haviam sido atenciosos, sensíveis ou não e seu nível de interesse por intimidade e sexo durante esse período e que avaliassem seus parceiros em quesitos de "valor" como inteligência, sensibilidade, aparência ou qualquer outro que cause atração sexual.

  • O resultado dessa vez foi um pouco diferente. Tanto para os homens como para as mulheres, quanto mais responsivos eles percebiam seu parceiro, mais especiais eles se sentiam, e quanto mais alto avaliavam o valor de seu parceiro, mais os desejavam.

  • Conclusão

  • Quanto mais uma pessoa se sente especial, ouvida e compreendida, cuidada, mais atração ela sente por seu parceiro. Embora essa conclusão seja maior com relação às mulheres, os homens também se mostraram afetados.

  • Portanto, o segredo para se manter apaixonados, segundo o estudo, mais que atração física, mais que outros valores atribuídos ao parceiro, o que realmente aumentou o nível de interesse e paixão um pelo outro foi a qualidade da resposta - o quanto cada parceiro se sentia cuidado e compreendido. Agora é colocar em prática. Se não fizer milagres no seu casamento, certamente o tornará melhor.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Este é o motivo pelo qual alguns casais continuam apaixonados e outros não, segundo a ciência

Manter um relacionamento apaixonado por muitos e muitos anos ou mesmo para sempre é possível? A ciência diz que sim.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr