6 coisas assustadoras que fumar cigarro faz ao corpo (não apenas aos pulmões)

Já no primeiro cigarro inalado, a temperatura da fumaça queima e causa inflamação nos tecidos de toda a área das vias respiratórias.

8,927 views   |   274 shares
  • Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada dia em média 10.000 pessoas morrem devido ao uso de tabaco. Por ano são mais de 5 milhões de vítimas desse hábito nocivo.

  • No Brasil, as enfermidades provocadas pelo fumo matam anualmente mais de 200 mil pessoas de idades entre 35 e 60 anos. O fumo está relacionado a mais de 50 tipos de doenças. Diversos tipos de câncer (de pulmão, boca, laringe), derrames cerebrais, doenças do coração (angina, infarto), doenças respiratórias como bronquite e enfisema.

  • O pulmão de um fumante

  • Já no primeiro cigarro inalado, a temperatura da fumaça queima e causa inflamação nos tecidos de toda a área das vias respiratórias. De acordo com o Dr. Daniel Deheinzelin, médico, professor de Pneumologia da USP: "a combustão resultante dessa agressão térmica gera partículas de oxigênio, os chamados radicais livres, que têm a capacidade de oxidar as estruturas celulares, destruindo a base arquitetônica dos pulmões". Dependendo da frequência e do tempo de uso, o fumante pode desenvolver câncer de pulmão.

  • Todos sabem que fumar faz mal e a maioria das pessoas sabe quais são esses males. No entanto, existem alguns efeitos assustadores do cigarro no corpo que muitos desconhecem, você sabia desses efeitos abaixo?

  • 1. Envelhecimento global

  • Não apenas da pele, mas de todos os órgãos internos. Inclusive do cérebro. O cigarro é uma das principais causas de inflamação no corpo. O problema vem do acúmulo de radicais livres no organismo que oxidam (enferrujam) todo o corpo. O médico norte-americano, Mike Moreno, em seu livro "O plano dos 17 dias para manter-se jovem", afirma que "Com o tempo, os radicais livres podem se acumular no corpo e levar a problemas sérios de saúde, como câncer, diabetes, aterosclerose, Alzheimer e artrite reumatoide".

  • Advertisement
  • 2. Diabetes

  • Estudos mostraram que o consumo de um único cigarro por dia leva à diminuição da liberação de bicarbonato e ao aumento das enzimas pancreáticas causando sérios danos ao pâncreas. De acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos, o tabagismo não é apenas maléfico para quem tem diabetes, mas atua como fator causal para o desenvolvimento da doença.

  • 3. Derrame cerebral

  • O cigarro afeta todo o sistema circulatório. Seus efeitos no cérebro aparecem em 19 segundos após a primeira tragada. E o mal se estende a vários pontos do organismo que podem levar o fumante a sofrer um AVC, tais como o aumento da pressão arterial, que é uma das causas do acidente vascular. Também o estreitamento das artérias e consequente acúmulo de gordura, especialmente na artéria carótida, localizada no pescoço. Quando ela entope, ocorre o AVC.

  • 4. Câncer de mama

  • O cigarro está relacionado a vários tipos de câncer, como de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, bexiga, pâncreas, fígado, colo uterino, cólon e reto. Uma nova pesquisa, no entanto, estabeleceu ligação direta entre o cigarro e a incidência de câncer de mama em mulheres até 44 anos. Segundo o estudo, o câncer de mama associado ao cigarro pela pesquisa é do tipo receptor de estrogênio positivo. Para o pesquisador Christopher Li, do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, no estado de Seattle, Estados, "há cada vez mais evidências de que o câncer de mama é outro perigo associado ao cigarro".

  • 5. Infarto

  • Quando o fumante inala a fumaça a pressão arterial aumenta subitamente. Quando é contínuo, isso danifica os vasos sanguíneos e aumenta o risco de infarto. Fumantes masculinos têm as chances de infarto aumentadas 6 vezes em relação aos não fumantes. Mulheres fumantes (principalmente se usam anticoncepcional), têm este risco aumentado em dez vezes em relação às não fumantes. Esses números caem pela metade em um ano ao se abandonar o vício.

  • Advertisement
  • 6. Infertilidade e menopausa precoce

  • O fumo aumenta o risco de infertilidade tanto em homens quanto em mulheres. No entanto, as mulheres têm mais a perder, já que o cigarro pode causar câncer de colo de útero, menopausa precoce e dismenorreia. Além disso, a gestante que fuma tem maior risco de complicações como descolamento da placenta, hemorragia, parto prematuro, aborto, baixo peso, morte do recém-nascido e déficit no desenvolvimento físico da criança.

  • Fumantes passivos também estão em risco

  • Segundo a OMS, os passivos também sofrem com os efeitos do cigarro. Isso inclui os filhos e familiares de quem fuma. Sete não fumantes morrem por dia em consequência do fumo passivo. Fumar passivamente aumenta em 30% o risco para câncer de pulmão e 24% o risco para infarto.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

6 coisas assustadoras que fumar cigarro faz ao corpo (não apenas aos pulmões)

Já no primeiro cigarro inalado, a temperatura da fumaça queima e causa inflamação nos tecidos de toda a área das vias respiratórias.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr