Atriz Amanda Seyfried revela doença mental e diz que terá que lidar com isso para o resto da vida

Ela sempre terá que tomar remédio.

24,913 views   |   65 shares
  • Em entrevista à revista Allure, Amanda Seyfried, atriz de filmes como Cartas para Julieta e Os Miseráveis, falou sobre sua doença psíquica - o transtorno obsessivo compulsivo, mais conhecido como TOC - um transtorno mental em que a pessoa cria rituais para quase tudo. Ela afirmou ter TOC e que faz uso de medicamentos do tipo diazepínicos desde os 19 anos, já por um período de 11 anos.

  • Advertisement
  • Na ocasião a atriz falou sobre a doença, a incompreensão das pessoas e o preconceito contra quem faz uso de medicamentos psiquiátricos.

  • Conforme publicado no site Vix, Amanda diz que toma pouca quantidade de remédios e que "nunca se livrará deles", porque não vê motivo para deixar de tomá-los. Segundo a atriz, ninguém deve se sentir constrangido por tomar remédios e buscar se sentir melhor. "E contra o que você está lutando? Apenas contra o estigma de usar algum tipo de ajuda?", reflete a atriz.

  • Amanda também fala sobre a maneira como as pessoas veem a doença mental - colocando-a em uma categoria diferente de outras doenças e a importância da terapia em nível psicológico. Ela fala que na medida em que os anos passam, os pensamentos e medos diminuíram e o que tem ajudado no processo é a conscientização de que a maioria de seus medos não são reais. Inclusive ajudou quando Amanda pensou que tinha câncer no cérebro e era apenas ansiedade.

  • Amanda ao falar e mostrar que convive com esse transtorno, e melhor - que é possível viver normalmente, ser feliz, ter uma carreira de sucesso, certamente ajuda as pessoas com TOC a terem esperança de que é possível conviver e lidar adequadamente com sua doença.

  • O que é TOC

  • TOC ou Transtorno Obsessivo Compulsivo é como o nome já diz, um transtorno de ordem psíquica, que tendemos a chamar de manias. É um transtorno cujas manifestações atormentam milhares de pessoas em todo o mundo variando de leves e quase imperceptíveis a grave, incapacitante podendo incapacitar a pessoa para o trabalho e impedi-la de relacionar-se socialmente.

  • As pessoas que sofrem deste transtorno, geralmente sofrem também com sentimentos como ansiedade, medo e culpa, descontentamento com as próprias manifestações de TOC, como por exemplo, ter que lavar as mãos várias e várias vezes por dia, o que vem a piorar o estado geral do paciente, sua vida social e da família.

  • Por não ser considerado exatamente como doença, o TOC pode até não ser diagnosticado adequadamente, ou fazer com que as pessoas afetadas não busquem tratamento ou demorem muito para fazê-lo.

  • Tipos de TOC

  • Advertisement
  • Preocupação excessiva com sujeira (mania de limpeza)

  • Medo de doenças, que leva a pessoa a lavar as mãos várias vezes durante o dia

  • Verificar portas e janelas ou gás, à noite, várias vezes antes de ir dormir

  • Acumular objetos inúteis a ponto de causar transtorno a si e a outros

  • Se incomodar com objetos fora de alinhamento ou assimétricos etc...

  • O importante é saber que os portadores de TOC podem apresentar (e geralmente apresentam) outros transtornos como depressão, pensamentos obsessivos, isolamento (fobia social), transtorno de pânico e dependência de drogas ou álcool. Existem ainda outros transtornos associados como o distúrbio dimórfico do corpo, tricoltilomania (arrancar pelos ou cabelos) e síndrome de Tourette (síndrome dos tics) que parecem estar relacionados ao TOC.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr