Especialista explica por que você NUNCA deve brigar com o marido na frente dos filhos

Discussões na frente dos pequenos poderá deixar marcas para toda uma vida, o melhor a fazer é evitá-las.

25,691 views   |   767 shares
  • As crianças são muito espertas. Elas aprendem e percebem tudo que está a seu redor, coisas até que nós pais nem imaginamos. São muito perceptíveis e questionadoras.

  • Elas sentem facilmente quando as coisas entre os pais não vão lá muito bem e ficam sensibilizadas quando isto acontece, o que pode ocasionar diversos problemas. Os pais, por outro lado, não estão livres de uma discussão de vez em quando. Todo casal passa por isso, mas é preciso entender as consequências de um desentendimento na frente das crianças.

  • Discutir na frente dos filhos pode gerar nos pequenos desde problemas psicológicos, como ansiedade, depressão, insônia, irritabilidade, insegurança dentre outros, como também problemas físicos: obesidade, alergias, bruxismo, incontinência urinária.

  • Segundo alguns psicólogos, as crianças têm maior dificuldade de assimilar uma discussão de seus pais, pois para elas eles são seu porto seguro, sua base, sua principal influência e quando se deparam com uma cena destas é como se tudo a seu redor fosse desmoronar.

  • Discussões do bem

  • Aquelas pequenas discussões que acontecem no dia a dia, sobre coisas corriqueiras como, por exemplo, um dos cônjuges ter esquecido de pagar uma conta no banco ou qualquer coisa simples em que não há ofensas, nem agressões verbais (nem físicas) não interferem nos pequenos quando, após se entenderem a respeito, os pais mostrarem aos filhos que se amam e que estão apenas resolvendo questões.

  • Elas apenas mostram aos pequenos que as pessoas são diferentes, possuem opiniões diferentes e que algumas vezes discordam, algo que é normal. As discussões acaloradas são as quais os filhos não podem ter participação.

  • O que fazer?

  • Se seus pequenos presenciarem alguma discussão entre vocês, ambos os pais, após o ocorrido devem conversar com eles sobre o episódio mostrando, de forma carinhosa, que eles não têm nenhuma responsabilidade sobre o fato.

  • Ambos devem mostrar amor pelos filhos para que eles se sintam seguros apesar das circunstâncias que presenciou.

  • Não tentar reverter a atenção e o apoio dos pequenos para um dos dois lados é fundamental. Eles definitivamente não precisam passar por isso.

  • Se precisarem discutir algo entre vocês mais sério, deixe as crianças com os avós, ou saiam para um local longe deles, para que seus filhos não presenciem algo que para eles só trará dor e sofrimento.

  • Advertisement
  • Quando os pais também deixam de demonstrar carinho e afeto entre si, fazendo uma guerra em silêncio mesmo na frente dos pequenos, eles com certeza perceberão e se sentirão afetados. O melhor em todos os casos é o diálogo simples para transmitir segurança e afeto.

  • Seus filhos precisam de sua presença, amor e segurança, não permita que sejam envolvidos em algo que poderá deixar marcas para toda vida.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Renata Finholdt é formada na área de Recursos Humanos com enfâse em treinamentos.

Especialista explica por que você NUNCA deve brigar com o marido na frente dos filhos

Discussões na frente dos pequenos poderá deixar marcas para toda uma vida, o melhor a fazer é evitá-las.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr