A ciência explica que é neste app que as mulheres estão encontrando homens que procuram um relacionamento

Você com certeza já ouvia falar desse app. Pesquisas apontam que as possibilidades de encontrar um casamento lá são significativas.

1,312 views   |   3 shares
  • Qual solteiro frequentador de redes sociais ainda não se deparou com o Tinder? Esse aplicativo amado e odiado por muitos - que já conseguiu fazer mais de 9 bilhões de matchs em todo o mundo - para alguns significa apenas um meio de seus criadores ganharem dinheiro e uma exposição sem fim de selfies de banheiro.

  • Para quem não conhece ainda, o Tinder é um aplicativo onde o usuário pode conhecer e entrar em contato com pessoas que possuem interesses em comum. O programa cruza as informações de perfil com dados de geolocalização e, com isso, sugere possíveis pretendentes que estejam relativamente próximos, os chamados "matchs".

  • Para se cadastrar no Tinder é preciso ter uma conta no Facebook. É através desta rede social que são geradas as primeiras informações, como nome, profissão, idade e as fotos. O Facebook é fundamental para o app, já que muitas das sugestões são baseadas nas amizades, além dos interesses em comum, como as páginas curtidas.

  • No entanto, um relatório divulgado recentemente mostrou que as pessoas estão conseguindo obter sucesso em encontrar um parceiro por esse meio.

  • As pesquisas

  • O Tinder realizou duas pesquisas entre seus usuários e pessoas que não têm relacionamento on-line, já tiveram, mas não têm mais e aquelas que não têm relacionamento on-line, mas estão abertas à possibilidade.

  • O resultado, segundo Jéssica Carbino, socióloga do Tinder, é que os usuários do aplicativo:

    • Têm maior probabilidade de estarem buscando um relacionamento sério que os não usuários.

    • Se mostraram mais engajados em investir no eventual parceiro.

    • Fazem mais contato com os eventuais parceiros.

    • Estão 5% mais propensos a dizer "eu te amo" no primeiro ano de namoro.

  • Os resultados trazidos pela pesquisa também apontam que apenas 9 por cento dos usuários masculinos do Tinder acham difícil manter um relacionamento de compromisso, contra 30% dos não usuários. Os resultados foram semelhantes para homens e mulheres.

  • O que significa, para Jessica Carbino, que mais pessoas do que nunca estão se comprometendo dentro do aplicativo.

  • Advertisement
  • A pesquisa, coordenada por Jessica, foi feita pelo Tinder entre seus usuários através de um questionário disponibilizado pelo próprio App com 7.072 usuários com idades entre 18 e 36 anos. Já o questionário entre os não-usuários foi aplicado a 2.502 pessoas na mesma faixa etária por um instituto de consultoria - a Morar Consulting.

  • Há controvérsia

  • Enquanto a socióloga do Tinder comemora os resultados, Jennifer Lundquist, socióloga da Universidade de Massachusetts, crê que são necessários mais estudos para determinar se os resultados do Tinder são realmente precisos. Afinal, segundo a socióloga, na atualidade e dentro dessa faixa etária é incomum não haver namoros on-line, a menos que "seja um grupo estranhamente distorcido, ou selecionados negativamente". Ela conclui dizendo que o Tinder provavelmente está querendo tirar a imagem junto ao público de ser um aplicativo para encontros, ao invés de um local para se encontrar parceiros de longo prazo.

  • Porém, um estudo de 2012, pelos sociólogos Michael Rosenfeld e Reuben J Thomas, que foi publicado no American Sociological Review, aponta que provavelmente as pesquisas do Tinder tem fundamento.

  • Segundo os pesquisadores, os resultados da pesquisa entre casais que se formaram on-line e off-line concluíram que:

    • Os casais que se formam on-line não estão mais propensos a um rompimento que os casais off-line.

    • Casais que passam pela transição de on-line para off-line se casam mais rapidamente que os casais que se encontraram off-line.

  • A pesquisa dos sociólogos Rosenfeld e Thomas são de 2009, quando ainda não havia o Tinder, já que este estará completando 5 anos em setembro. No entanto, eles já preparam uma nova pesquisa que incluirá os usuários do aplicativo.

  • Pelo sim, pelo não, parece que as pesquisas concordam entre si no quesito compromisso. Ambas sugerem que é mais fácil conseguir um casamento pelo Tinder que fora dele. Será?

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

A ciência explica que é neste app que as mulheres estão encontrando homens que procuram um relacionamento

Você com certeza já ouvia falar desse app. Pesquisas apontam que as possibilidades de encontrar um casamento lá são significativas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr