Jovem com ansiedade e depressão publica conversa com o namorado que prova como é possível ser feliz ao lado de quem tem esses transtornos

Em um momento de insegurança, ela faz uma pergunta que pode parecer sufocante. Mas não para ele.

28,810 views   |   77 shares
  • Tão logo você percebe que a pessoa com quem está se relacionando apresenta um comportamento emocional instável, a primeira reação costuma ser desejar "pular do barco" enquanto há tempo e procurar alguém menos complicado, não é? Afinal, é impossível levar adiante um relacionamento potencialmente "problemático" e ser feliz, certo? Errado.

  • O namoro dos norte-americanos Chris Briggs e Callie Amélia Theodore é uma prova de que é possível ser feliz ao lado de alguém com transtorno mental. Chris é uma dessas pessoas iluminadas que entendem, aceitam e apoiam a pessoa amada nos momentos mais nebulosos.

  • A linda Callie sofre de duas doenças cada vez mais comuns no mundo, sobretudo em nosso país: transtorno de ansiedade e depressão.

  • Callie esclareceu por meio de um post no Facebook, que apresenta um quadro severo de Transtorno de Ansiedade Generalizada acompanhado de depressão moderada.

  • Advertisement
  • Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o número 1 em transtorno de ansiedade e o quinto em depressão no mundo. 9,3% das pessoas têm algum transtorno de ansiedade e 5,8%, depressão.

  • Poucas palavras que dizem muito

  • Recentemente, Callie postou no Facebook uma pequena troca de mensagens com Chris que, para muitos, poderia parecer sufocante. Mas para Chris foi uma oportunidade extra de transmitir segurança à sua amada, demonstrar amor.

  • Em um momento de insegurança causada pela ansiedade, ela pergunta: "Estamos bem?". Ele responde: "Muito, querida".

  • Esse pequeno diálogo mostra como a compreensão é importante, principalmente em relacionamentos em que uma das partes sofre de um transtorno que exige tanto do outro.

  • Paciência e apoio são essenciais

  • Como legenda da imagem postada, Callie escreveu um pequeno texto bastante reflexivo. Um trecho dele diz: "É difícil amar pessoas que sofrem de ansiedade. Elas vão ser mais sensíveis e imaginar situações, causando discussões, e serão necessárias reafirmações constantes".

  • Mas, Chris parece estar se saindo muito bem. Callie faz questão de ressaltar sua paciência e apoio, especialmente nos dias mais difíceis. "Você é meu raio de sol nos dias mais sombrios", disse no Instagram. Eles namoram há três anos.

  • 3 years ago this handsome man came back into my life and let me tell you, A LOT more than just our hair has changed in...

    Posted by Callie Amelia Theodore on Sunday, August 6, 2017
  • Advertisement
  • Ninguém merece ser tratado como um fardo

  • "Encontre alguém que não faça parecer que amar você é uma obrigação. Alguém que lhe mostre a importância das pequenas coisas. Alguém que não diga que sua reação é exagerada. Alguém que vai lhe sacudir quando você estiver no meio de um ataque de ansiedade mortal. Encontre alguém que, não importa quanto você o pressione, não vai embora. Há pessoas assim lá fora. Pessoas que acalmam você e lhe dão mais sensação de segurança do que qualquer medicação prescrita. Você pode ter ansiedade, mas a ansiedade não tem você", escreveu Callie.

  • Toda pessoa com ansiedade, depressão ou qualquer transtorno mental merece respeito, compreensão e amor. Merece, como qualquer outra, estar em um relacionamento saudável.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Jovem com ansiedade e depressão publica conversa com o namorado que prova como é possível ser feliz ao lado de quem tem esses transtornos

Em um momento de insegurança, ela faz uma pergunta que pode parecer sufocante. Mas não para ele.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr